Fechar
Buscar no Site

Artistas realizarão “Tributo a Gerô” nesta quarta-feira, na Praia Grande

Gerô foi espancando até à morte, por policiais militares, em São Luís, na tarde de 22 de março de 2007

Cantores, compositores, cordelistas e artistas de rua irão realizar em São Luís, nesta quarta-feira (22), um show musical em homenagem ao cantor e compositor Jeremias Pereira da Silva, o Gerô, que foi assassinado por policiais militares, na tarde de 22 de março de 2007.

O artista popular e cordelista Moizes Nobre informou à reportagem do Jornal Pequeno que este tributo a Gerô, intitulado “Gerar, Gerô, Gerando”, foi idealizado como forma de homenagem a um dos grandes artistas populares do Maranhão, cuja morte completa exatos 10 anos nesta quarta-feira.

Moizes Nobre, que era parceiro de Gerô, explicou que a programação começará às 17 horas, com uma de exposição de instrumentos musicais, figurinos, livretos e recortes de jornal, na Galeria do Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, na Praia Grande.

Em seguida, às 18 horas, haverá um bate-papo com Moizes Nobre sobre a vida e a obra de Gerô. Às 18h30, acontecerá uma roda de conversa sobre igualdade racial, direitos humanos e sobre a lei estadual de combate à tortura, sancionada pelo então governador Jackson Lago.

Deverão participar do evento os secretários de Direitos Humanos, Francisco Gonçalves, e de Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro, Luis Antônio Pedrosa (OAB), e os ativistas políticos Silvio Bembem, Joberval Bertoldo e o professor Nonato Chocolate.

Às 19h30 acontecerá o sarau, com participação dos cantores e compositores Josias Sobrinho, Cesar Teixeira, Joãozinho Ribeiro, Sérgio Habibe, Moizes Nobre, Paulinho Nó Cego, Raimunda Frazão, Arlindo Carvalho, e diversos outros artistas populares.

“Será uma celebração de alegria, apesar da tragédia de que Gerô foi vítima. Será uma festa com musica, poesia, repente e cantoria”, afirmou Moizes Nobre, para quem Gerô foi um grande improvisador da poesia popular no Maranhão. O Centro de Criatividade é um dos parceiros da ideia, cuja realização também contará com a presença da viúva, Marilene, e de Jerderson, filho de Gerô.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens