Fechar
Buscar no Site

Rafael Suzuki conquista 2º pódio na Stock Car

Foto: Reprodução

Um resultado que é fruto de muito trabalho, perseverança e dedicação. O piloto Rafael Suzuki conquistou neste domingo (dia 9) seu segundo pódio na Stock Car, o primeiro com a equipe Bardahl Hot Car Competições, comandada por Amadeu Rodrigues, na disputa da oitava etapa da temporada no autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (PR).

Largando em 12º na corrida principal, Suzuki lutou desde o início para estar no top-10 e, depois de um pit stop muito bom da equipe, travou uma intensa batalha com Felipe Lapenna, e conseguiu a décima posição da corrida na última volta da disputa. Lucas di Grassi foi o vencedor.

O resultado colocou Suzuki na pole position da corrida 2. O paulista largou muito bem, abriu uma boa vantagem, até o safety car entrar na pista após um acidente logo na segunda volta da prova. Na relargada, Suzuki novamente imprimiu um bom ritmo, até uma nova intervenção do carro de segurança, em virtude de outro acidente.

No pit stop, mais um excelente trabalho da equipe e Suzuki voltou na frente dos pilotos que estavam na briga pela vitória. Na sequência, acabou ultrapassado por Thiago Camilo e Julio Campos, mas se recuperou e voltou a andar na frente de Campos, ficando em segundo. Foi então que a sorte sorriu para Átila Abreu.

O piloto foi o último a parar no pit stop. Na mesma volta, Bia Figueiredo bateu e os outros carros desaceleraram para a entrada do safety. Abreu saiu na frente de todos e ganhou a corrida. Suzuki ainda voltou a andar em segundo, passando Camilo, mas na reta de chegada, com um botão de ultrapassagem a mais (push-to-pass), Campos garantiu o segundo lugar e o piloto do carro #8 terminou em 3º.

“Hoje deu tudo certo. Na primeira corrida, me foquei ao máximo para poder buscar o décimo lugar. O Amadeu (Rodrigues) me incentivando e eu ‘suando’, querendo chegar no Lapenna e deu certo. Mesmo que eu tenha usado mais ‘pushs’ do que imaginei na primeira corrida, largar na pole é sempre bom, porque você fica longe da confusão e consegue abrir uma diferença”, contou Suzuki, que iguala seu melhor resultado na principal categoria do Brasil. No ano passado, ele já havia sido terceiro na Argentina.

“No final da última prova, faltou um ‘push’ para garantir o segundo lugar. Mas não tenho do que reclamar. Este pódio é fruto de muito trabalho de toda a equipe. Eles trabalharam duro, é um resultado de todos nós e merecido. Agora vamos trabalhar e pensar em ganhar”, continuou Suzuki, que além do pódio tem agora mais quatro top-10 e cinco top-15 na temporada 2018.

“O carro estava muito rápido. Fico feliz, pois temos dado um passo pra frente a cada corrida e, como o nosso planejamento é a longo prazo, isso me motiva cada vez mais”, completou Rafael, que volta a estar entre os 15 melhores na temporada, em 14º lugar no campeonato, entre os 40 pilotos que já correram no ano.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens