Luiz Gereba, exemplo de educação para formação do atleta/cidadão

IMG-20160723-WA0071

O desejo de ser um jogador de futebol profissional de grandes equipes é o sonho da maioria das crianças. No entanto, por uma série de fatores, poucos conseguem realizar esse sonho. Talento, oportunidade, dedicação e um bom empresário podem colaborar para a concretização desse sonho. A caminhada é longa, árdua e muitos desistem ficando pelo meio do caminho.

Uma das condições que facilita ao garoto chegar a se transformar em um jogador profissional são as categorias de base dos clubes profissionais. Porém, existem burocracias que impedem jovens talentos de ingressarem nesses clubes. Políticas internas que matam os sonhos de milhões de jovens. Existem ainda, profissionais que se aproveitam dos desejos dessas crianças e fazem propostas de relacionamento sexual e até mesmo chegam a extorquir financeiramente aos familiares com a promessa de colocá-los no clube.

Contrariando as más condutas e pensando em oportunizar as crianças a realizar o sonho de ser um jogador de futebol e principalmente de se formar um cidadão conhecedor de seus deveres e obrigações – independente da posição social, raça e cor – o professor Luiz Gonzaga dos Santos (Luiz Gereba) vem desenvolvendo, ao longo de seus 64 anos, por meio do futebol um trabalho sério, de responsabilidade e acima de tudo de total confiança.

Professor Luiz Gereba comandou várias equipes de futebol

Professor Luiz Gereba comandou várias equipes de futebol

Priorizando a formação do ser humano, enfatizando o discernimento necessário no mundo atual com muita oferta de vícios e modismos da vida que prejudicam ao convívio social, Luiz Gereba sempre se preocupou com a postura adequada dos seus alunos nas diversas situações e ambientes, a exemplo dos modismos associados ao corpo humano (roupas, corte de cabelo, acessórios diversos) que venham representar algo negativo do que realmente seria o comportamento a vida do garoto.

Luiz Gereba já esteve à frente de vários clubes amadores, com destaque para a Sociedade Esportiva Dejas, no bairro da Vila Embratel. Desempenhou trabalho marcante nas categorias de base dos grandes times do futebol maranhense, tendo atuação nos clubes profissionais como Vitória do Mar, Maranhão Atlético Clube, Sampaio Correia e Sociedade Esportiva Tupan.

Durante toda a sua carreira conseguiu fazer de seus atletas, cidadãos do bem que estão distribuídos em diversas profissões como advogados, funcionários públicos, militares, professores, motoristas, vendedores, médicos, operadores de máquinas, jornalistas, entre outras. Alguns também se tornaram jogadores profissionais como Mimica (Sampaio Correia), Márcio Araújo (Flamengo/RJ), Raí (Paysandu/PA), Curuca (Moto Clube), Abuda (ex-Corinthians), Wamberto (ex-Ajax/HOL), Fuzuê (ex-Sampaio Correia), Maranhão (Chapecoense/SC), Jean Maranhense (ex-River/PI), Aldinho (ex-Sampaio Correia), Hélio Maranhense (ex-Moto, Paysandu e Remo) e outros jogadores.

Gereba dando instruções aos seus atletas

Gereba dando instruções aos seus atletas

Atualmente coordena a Escolinha de Futebol Tupan com vários garotos de 08 a 16 anos de idade, ajudando a lapidar e garimpar os talentos para o futebol maranhense, com treinos às quartas-feiras pela manhã e a tarde nos estádios Barretão (Barreto) e Ecológico da Veneza (João Paulo/Alemanha). Aos sábados e domingos disputa jogos amistosos e de campeonatos. Além disso, promove viagens às cidades do interior do Estado, como premiação aos pequenos atletas que tiraram boas notas ou foram aprovados no ano letivo.

Amistoso – Neste fim de semana (23 e 24 de julho), a Escolinha de Futebol Tupan disputa jogos amistosos no município de Trizidela do Vale-MA, distante 282 Km da capital. A excursão faz parte da premiação e um incentivo aos estudos para os alunos que tiraram boas notas no primeiro semestre de 2016. Nesta viagem haverá uma partida especial com uma categoria adulta, tendo o reforço dos jogadores Jean Maranhense e Davis.

Batista e Gonçalves Dias seguem firmes na Copa Escolar de Voleibol

Equipe do Colégio Batista

Equipe do Colégio Batista

Dois jogos movimentaram na noite da última segunda-feira (18), a rodada da Copa Escolar de Voleibol, competição promovida pela Federação Maranhense de Voleibol (FMV).  No primeiro jogo da noite pelo torneio feminino, a equipe do Colégio Batista derrotou o Cefran por 2 sets a 0, com parciais de 25×16 e 25×20. No masculino, o Gonçalves Dias venceu a equipe do Master por 2 sets a 0.

Com a vitória conquistada, o Batista e o Gonçalves Dias, carimbaram vaga na semifinal da competição. Outras equipes que já estão classificadas são os times masculinos do Colégio Augusto Batista de Timon, Colégio Batista e Liceu Maranhense. No feminino, as equipes do Crescimento e Upaon Açu, já garantiram vaga nas semifinais. A competição faz uma parada em função do feriado prolongado e retornará no dia 28 de abril, com os últimos jogos da fase classificatória.

FUTEBOL: OAB/MA viaja para disputar competição em Fortaleza-CE

Advogado e goleiro Artur Carvalho com o técnico Hiltinho Soares

Advogado e goleiro Artur Carvalho com o técnico Hiltinho Soares

JONNY FIGUEIREDO –

A delegação maranhense de futebol dos advogados formada pelos times Máster e Super Máster da OAB/MA embarca nesta quarta-feira (20) para cidade de Fortaleza (CE), onde participa da 3ª Copa das Caixas de Assistência dos Advogados do Nordeste, no período de 21 a 24 de abril.

A competição foi disputada pela primeira vez no ano de 2014 no estado do Rio Grande do Norte, e em 2015, em Alagoas. A Copa é uma iniciativa da Coordenação Nacional das Caixas de Assistência dos Advogados (Concad) / região Nordeste, com o apoio do Conselho Federal da OAB. Equipes do Maranhão, Ceará, Goiás e Piaui estarão na disputa.

No comando das equipes maranhenses está o ex-jogador profissional e atualmente técnico de futebol Hilton Soares (Hiltinho). A equipe máster da OAB-MA é bicampeã da competição e vai em busca do tricampeonato. Já a Super Máster disputará pela primeira vez o torneio. No elenco Maranhense estarão os advogados Artur Carvalho, Felipe Franco, Daniel Palácio, Raimundo Nonato, Gabriel Guará, Gilson Júnior, ítalo Brown, Layonan, Luis Paulo, Marcilio Ribeiro, Mauricio Lacerda, Paulo Renato, Pedro Ivo, Pedro Sá, Rodrigo Figueiredo, Ronaldo Ribeiro, Victor Vidigal, Carlos Seabra, Diego Menezes e Cayro.

Advogados que representarão o Maranhão

Advogados que representarão o Maranhão

O elenco maranhense conta com os advogados Artur Carvalho, Felipe Franco, Daniel Palácio, Raimundo Nonato, Gabriel Guará, Gilson Júnior, ítalo Brown, Layonan, Luis Paulo, Marcilio Ribeiro, Mauricio Lacerda, Paulo Renato, Pedro Ivo, Pedro Sá, Rodrigo Figueiredo, Ronaldo Ribeiro, Victor Vidigal, Carlos Seabra, Diego Menezes e, Cayro. Os advogados do Maranhão contam com o apoio do Vereador Rômulo Franco, Playcar,  Vital Saúde, Grupo Poty – Locação e Transporte e Posto Ana Terra.

A competição foi disputada pela primeira vez no ano de 2014 no estado do Rio Grande do Norte, e em 2015, em Alagoas. A Copa é uma iniciativa da Coordenação Nacional das Caixas de Assistência dos Advogados (Concad) / região Nordeste, com o apoio do Conselho Federal da OAB. Equipes do Maranhão, Ceará, Goiás e Piaui estarão na disputa.

“Fadinha do Skate” visita secretário Márcio Jardim

O secretário de Estado do Esporte e Lazer, Márcio Jardim, recebeu a visita da atleta mirim do município de Imperatriz, Rayssa Leal, conhecida nacionalmente como “Fadinha do Skate”. A skatista esteve na capital para participar do “Festival X- Point”, dos Jogos Maranhenses de Verão.

“Fadinha” ganhou destaque em todo Brasil ao fazer uma manobra radical com um toque charmoso usando uma fantasia de fada. A atleta maranhense já detém os títulos de 1º lugar no Campeonato Brasileiro de Skate Mirim, no Campeonato Chorão de Skate, na Taça Santa Catarina Mirim e no Jam Session/Imperatriz – MA; 2º lugar no ranking geral Open; e 3º lugar no Campeonato Rei do Nordeste.

CORRIDA ROSA SHOK MPMA e Ampem participam de evento de combate à violência contra a mulher

Com o apoio do Ministério Público do Maranhão (MPMA), por meio das Promotorias de Justiça da Mulher da capital, e da Associação do Ministério Público do Maranhão (Ampem), foi realizada,  domingo, 6, na Avenida Litorânea, em São Luís, a 5ª edição da Corrida Rosa Shok.

foto-41

Cerca de 1.500 pessoas, entre apoiadores e atletas, participaram do evento esportivo, organizado anualmente, no mês de março, pela empresa “Eu Corro Assessoria Esportiva”, como uma das manifestações de combate à violência contra a mulher na capital.

Além da titular da 2ª Promotoria de Justiça da Mulher de São Luís, Selma Regina Souza Martins, também representaram o MPMA no evento os promotores de justiça José Augusto Cutrim Gomes e Justino da Silva Guimarães (integrante da Assessoria Especial da PGJ).

“Temos que aproveitar todas as oportunidades para abordar o combate à violência contra a mulher. Devemos sair dos gabinetes e interagir com a sociedade. É necessário nos unir para combater esse problema”, destacou a promotora de justiça Selma Martins, coordenadora e idealizadora da campanha Maria da Penha em Ação, que também aborda a temática.

Copão da BR 2016

Teve sequencia no último final de semana, com a realização da terceira rodada a Copa da BR 2016, competição promovida pela Liga do Alto Turi (LIAT). No total, sete jogos, movimentaram os principais estádios pelo interior do Maranhão.

Flamengo vence na cidade de Governador Nunes Freire

Flamengo vence na cidade de Governador Nunes Freire

No sábado (5), o Sorriso enfrentou o Guarany na cidade de Zé Doca e perdeu pelo placar de 1×0, o Bucarest encarou o Barcelona em Miranda do Norte e foi derrotado pelo placar de 4×2, o Benfica perdeu para Bom Jardim na cidade de Pindaré Mirim por 3×2 e o Atlético jogou contra o Flamengo na cidade de Governador Nunes Freire e perdeu por 3×2. No domingo (6), foi a vez do PSG jogar contra o Gurupi em Maranhãozinho e vencer pelo placar de 3×1, o Águia enfrentou o Aston Vila em Presidente Medice e empatou em 1×1, e o JUEMA enfrentou o Barcelona na cidade de Governador Nunes Freire e venceu por 2×0.

No próximo final de semana, serão realizados os jogos da quarta rodada da competição. No sábado (12), o Barcelona enfrenta o Sorriso em Santa Luzia do Paruá, o Gurupi encara o Atlético em Maranhãozinho e Aston Vila joga contra o JUEMA na cidade de Presidente Médici. No domingo (13), será a vez do Flamengo enfrentar o Águia na cidade de Maranhãozinho, o Barcelona jogar contra o PSG em Presidente Médici, o Guarany jogar contra o Benfica na cidade de Santa Luzia e o Cruzeiro enfrentar o Bucarest na cidade de Santa Inês.

Morre o goleiro Enemer

FOTO 6

Faleceu na última terça-feira (12), o ex-jogador de futebol, Enemer Carlos Portela. Como goleiro defendeu as equipes profissionais do Ferroviário, Sampaio Corrêa e MAC; jogou ainda em vários times amadores do Maranhão na década de 50. Enemer nasceu no bairro do Desterro, onde deus seus primeiros passos para o futebol. Atualmente morava no bairro Bequimão e faleceu aos 79 anos.  Que Deus venha confortar toda a família.

ATRASO EM EMISSÃO DE LICENÇAS AMBIENTAIS GERA PREJUÍZOS MILIONÁRIOS PARA INDÚSTRIA BRASILEIRA

Leandro Mello Frota

Leandro Mello Frota


Por Bruno Viggiano ([email protected])

Diz o ditado que é impossível agradar a gregos e troianos, no entanto, nenhum dos dois lados estaria satisfeito com o atual processo de licenciamento ambiental no Brasil. Todas as partes envolvidas no processo têm do que reclamar. É o que afirma o especialista em direito ambiental Leandro Mello Frota. De acordo com o advogado, a administração pública critica a falta de pessoal para atender as demandas, enquanto a iniciativa privada agoniza à espera dos documentos necessários para início das atividades. Além disso, numa terceira ponta os ambientalistas veem deficiências que podem ampliar a degradação ambiental. O setor de óleo e gás é extremamente dependente de tais licenças para suas atividades e a demora para a emissão dos papéis pode significar perdas de milhões de dólares. O especialista critica ainda a opção brasileira por resolver questões ambientais aumentando o número de legislações, ao invés de buscar investir em processos mais eficientes de fiscalização, e revela que hoje há cerca de 300 mil normas ambientais em todas as esferas governamentais do Brasil. “Ninguém consegue advogar com um escopo regulatório de 300 mil normas. O problema é que estamos focando na burocratização, quando deveríamos buscar a fiscalização extensiva”, afirma Frota.

Quais as maiores dificuldades encontradas pelas empresas do setor de óleo e gás na área de licenciamento ambiental?

Há uma questão muito séria quanto ao tempo para a obtenção das licenças necessárias. Temos a portaria 422 de 2011 do Ministério do Meio Ambiente dando o passo a passo para se obter uma licença ambiental e quanto cada etapa vai demorar a ser ultrapassada, tanto pela administração pública, como pelo empreendedor. No entanto, a própria administração pública falha em cumprir seus prazos. No setor de óleo e gás, o tempo é muito importante, com a necessidade de um planejamento complexo para avaliar rentabilidade, início de produção, equipamentos a serem importados e etc. Uma licença atrasada ou negada representa perdas que podem ser de milhões de dólares. Esse tipo de problema, no entanto, não é exclusivo a um setor nacional, com casos parecidos com licenciamento para hidrelétricas, por exemplo.

Existem projetos de mudanças nesse sentido?

Alguns projetos de lei estão em pauta, apoiados pela indústria, que buscam facilitar e desburocratizar o processo de licenciamento ambiental. É importante ressaltar que facilitar esse processo não significa que não se importa com o meio ambiente; todos concordamos com a necessidade de mantê-lo sadio para as próximas gerações. O licenciamento veio para que o Estado controlasse as ações danosas ao meio ambiente, mas o atual modelo sofre críticas de todos os lados. Os ambientalistas veem falhas porque não foi possível acabar com a degradação ambiental, como pôde ser visto na pauta da COP 21, em dezembro, com apelos para reverter o aumento de temperatura no planeta. Os empresários enxergam um processo lento, burocrático, no qual a administração pública não segue a própria lei. A administração pública, por sua vez, diz que não  tem condição de acompanhar e conceder o licenciamento por falta de funcionários. Muitas vezes os processos também ficam emperrados por decisões pessoais do funcionário responsável. No meio disso tudo, nenhuma das três partes se entende, e o licenciamento acaba como grande vilão, demorando anos para ser emitido.

Como se dá essa questão do funcionário da administração pública agir por conta própria?

A questão é que a licença ambiental é um ato que deveria ser vinculado, ou seja, ato administrativo em que o administrador deve olhar a lei, ver se os procedimentos estão sendo respeitados e conceder a licença. No entanto, vem sendo um ato discricionário, ou seja, o servidor olha a lei e ao bel prazer entende que faltam determinadas questões, variantes, que acabam atrasando a obtenção de licenças. Cumprir a lei não tem sido suficiente. Isso em todas as esferas em que são necessários licenciamentos ambientais.

Quais órgãos são responsáveis por esses licenciamentos?

O Ibama, através da portaria 422 de 2011 e de algumas outras, é responsável pela elaboração do que é necessário para a obtenção das licenças, os prazos e outras questões. A Agência Nacional do Petróleo (ANP) se responsabiliza pelo processo fiscalizatório, mas muitas vezes também acaba dando “pitacos” nas resoluções do Ibama.

O setor de óleo e gás é o que tem maiores dificuldades para obter licenças ambientais?

O segmento tem sorte por ser da união, não tendo que passar por procedimentos semelhantes nas esferas estadual e municipal. Cada estado teria seus regulamentos específicos, tornando ainda mais difícil o entendimento do que é necessário e atrasando ainda mais os processos. De qualquer maneira, ainda é um processo bastante lento.

O atual sistema de licenciamento ambiental resguarda o país de possíveis desastres ambientais?

Não. Aqui no Brasil temos uma cultura, principalmente na área ambiental, na qual achamos que para melhorar ou defender determinado setor basta criar leis. Surgem então diversos novos códigos, resoluções, quando o certo seria cumprir o que já temos. Estão em vigor atualmente cerca de 300 mil normas ambientais no Brasil. Ninguém consegue advogar com um escopo regulatório de 300 mil normas. União, estados e municípios podem legislar, gerando um arcabouço jurídico extenso. O problema é que estamos focando na burocratização, quando deveríamos buscar a fiscalização extensiva.

As leis ambientais brasileiras estão em conformidade com a dos principais países produtores de petróleo?

Não, nós somos muito mais burocráticos. No exterior, a lógica já é de fiscalizar, ao invés de legislar.

Há uma saída viável para melhorar o processo de licenciamento?

É preciso que o Estado sente com ambientalistas e empresários para que os três tentem de fato resolver esses gargalos, ou viveremos eternamente em uma crise de infraestrutura. É preciso diminuir esses gargalos para deixar a iniciativa privada produzir, com fiscalização, sem degradar o meio ambiente. Ser sustentável e ganhar dinheiro, ao mesmo tempo, é possível. 

67 jornalistas perderam a vida no exercício da atividade em 2015

FOTO 1 (1)

Sessenta e sete jornalistas foram mortos em todo o mundo em 2015 no exercício da profissão, de uma lista de 110 profissionais que perderam a vida em circunstâncias pouco claras, segundo balanço divulgado na última semana pela organização internacional Repórteres Sem Fronteiras (RSF).

Os dados mostram que, além desses, também morreram 27 blogueiros e outros sete colaboradores de meios de comunicação social, elevando para 787 o número de profissionais de comunicação mortos na última década.

O Iraque teve o maior número de jornalistas mortos em 2015 (nove confirmados de 11 possíveis), seguido da Síria (nove confirmados de dez possíveis), ambos palco de conflitos armados e com a presença do grupo extremista Estado Islâmico (EI). A França subiu ao terceiro lugar (oito vítimas), após o atentado terrorista contra a redação do jornal satírico Charlie Hebdo, em 7 de janeiro. A lista negra segue com o Iémen, o Sudão do Sul, a Índia e o México.

Ao contrário do que aconteceu em 2014, a maioria das vítimas neste ano era jornalista local (97%) que trabalhava fora de zonas de conflito (64%). No ano passado, a maior parte dos 66 jornalistas mortos foi assassinada em áreas de guerra.

“É fundamental adotar um mecanismo concreto para a aplicação do direito internacional sobre a proteção dos jornalistas”, declarou o secretário-geral da organização, Christophe Deloire. Neste sentido, considera fundamental que as Nações Unidas designem um “representante especial” para a proteção dos jornalistas.

A Repórteres Sem Fronteiras também recordou que duas jornalistas mulheres foram assassinadas em 2015: a francesa Elsa Cayat (que morreu no ataque jihadista contra o Charlie Hebdo) e a somali Hindia Mohamed, vítima da explosão de um carro bomba pela milícia Shebab, no dia 3 de dezembro.

Dados da RSF divulgados há três semanas indicam que em 2015 54 jornalistas foram sequestrados – alta de 34% na comparação com 2014; e 153 presos – queda de 14% na comparação com o ano anterior.

Os reféns encontram-se na Síria (26), Iémen (13), Iraque (10) e Líbia (5); enquanto os presos estão sobretudo na China (23), no Egito (22), Irã (18) e na Turquia (9). Os 66 restantes estão presos pelo resto do mundo.  (Agência Lusa)

Sabiá perde para o Bahia e fica fora da Copa São Paulo

O outro representante maranhense o Sabiá foi derrotado por 5 a 3 na tarde desta terça-feira, 5, em Taubaté, pelo Bahia. O Sabiá chegou a empatar o jogo por duas vezes (2 a 2 e 3 a 3). Mas não segurou o empate nos minutos finais. Com o resultado, o time baiano  assume a liderança do Grupo 21, com seis pontos e sete gols de saldo. O Taubaté, que mais cedo venceu a Desportiva Aliança-AL, fica em segundo. Ambos os times estão classificados para a segunda fase.  As equipes voltam a entrar em campo na próxima quinta-feira, 7. O Bahia encara o Taubaté, donos da casa, às 16h. Antes, às 14h, Sabiá-MA e Desportiva Aliança-AL fazem o jogo dos eliminados.

Página 1 de 1712345...10...Última »