Fechar
Buscar no Site

Temer volta a criticar Alckmin em vídeo e diz que PSDB apoiou seu governo

Foto: Reprodução

O presidente Michel Temer voltou a criticar o candidato do PSDB à Presidência naseleições 2018, Geraldo Alckmin,em um novo vídeo divulgado em suas redes sociais na manhã desta quinta-feira. 6. Um dia depois de ir a público dizer que os partidos que apoiam o tucano fazem parte de seu governo, o presidente disse que o próprio PSDB participou da gestão desde o começo. Nos últimos dias, Alckmin tem criticado o emedebista e disse que sua gestão foi um fracasso em áreas como saúde e educação.

“Candidato Geraldo Alckmin, eu volto a falar com você. Vários que apoiam a sua candidatura foram e são do meu governo”, disse o presidente. “Agora, eu volto a falar com você para dizer como o PSDB me ajudou no governo e como fez parte do governo.”

Temer citou os ministros José Serra (Relações Exteriores), Bruno Araújo (Cidades) eAntonio Imbasahy (Secretaria de Governo) como exemplos da proximidade do PSDB e sua gestão. Segundo o presidente, esses ministros o ajudaram muito durante o mandato. “Não faça como aqueles que mentem para conseguir votos”, acrescentou. “Seja realista e conte a verdade.”

No primeiro vídeo, divulgado na noite de quarta-feira, Temer ressaltou que os partidos que compõem a coligação do tucano na campanha eleitoral são os mesmos que integram a base do seu governo e que, inclusive, comandaram os ministérios em áreas criticadas. O presidente diz ainda que, se Alckmin for eleito, ele terá a mesma base partidária para governar e pede para que o tucano pare de ouvir seus marqueteiros.

Na Sabatina Estadão-Faap com os presidenciáveis, na manhã desta quarta, Alckmin disse que não votou em Temer. “O PSDB votou naquilo que acredita e não é por ser do governo”, disse. “Na época defendi não participar do governo. O problema não são os ministros é o presidente, que não tem a liderança que precisa ter nem a legitimidade que precisa ter.”

No primeiro vídeo, o presidente citou os ex-ministros Mendonça Filho (DEM), que comandou a Educação, Ricardo Barros (PP), que esteve à frente da Saúde, Marcos Pereira (PRB), que foi da Indústria e Comércio e, sem citar nomes, diz que o PTB comandou o Ministério do Trabalho. Temer afirma que estas áreas foram bem administradas em seu governo e lembra que os partidos de seus ex-ministros apoiam a candidatura de Alckmin.

As críticas da campanha do tucano estão sendo incentivadas por dirigentes do chamado centrão, bloco partidário que engloba as siglas citadas por Temer. A avaliação do PSDB, no entanto, é a de que Alckmin precisa se descolar do governo Temer para não perder as eleições presidenciais. (Estadão)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

4 respostas para “Temer volta a criticar Alckmin em vídeo e diz que PSDB apoiou seu governo”

  1. Leomar disse:

    TEMER.. Alkimin Aécio, Sarneys, Meirelles, Renan, Romero Jucá, Barbalho,LULA, DILMA,….todos FARINHA DO MESMO SACO….da mesma raça….da mesma ESPÉCIE…..fazem jogo de cena para tapear os BURROS ,BOBOS……. VAMOS VOTAR EM ….. BOLSONARO…. PRESIDENTE do BRASIL…..vamos mudar o Brasil….. BOLSONARO… PRESIDENTE do BRASIL.

  2. Mandioca disse:

    Não só o PSDB, mas também os outros partidos que apoiaram o GOLPE que afastou Dilma.
    Dentre esses apoiadores de Temer está a SRA. ELIZIANE GAMA, que, dissimulada como sempre, foi figura de proa no afastamento da Sra. Rousseff, mas qué, hoje recebe “apoios” de CANALHAS do PT e PC do B em sua luta insana e nada gloriosa para consiguir uma utópica cadeira no Senado.

  3. Miguel disse:

    Esse vampiro TEMER em janeiro SEM foro privilegiado….3 processos no STF….vai para SÉRGIO MORO…..TEMER será condenado e preso….mais um ex presidente preso.

  4. Carlos Sousa disse:

    Dois vagabundos miseráveis… Temer e Alckmin… Deus livre o Brasil desses canalhas!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens