Fechar
Buscar no Site

Saiba quais são as cidades mais ricas do Maranhão, segundo o IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados do Produto Interno Bruto dos municípios com números referentes a 2016. No Maranhão, os índices revelam uma forte concentração da renda, já que apenas seis cidades produzem mais da metade das riquezas de todo o estado.

Veja o ranking da concentração de riquezas no MA:

  1. São Luís – 33,3%
  2. Imperatriz – 8,2%
  3. Balsas – 2,8%
  4. Açailândia – 2,3%
  5. São José de Ribamar – 2,2%
  6. Caxias – 1,9%

Segundo o IBGE, as seis cidades com maior PIB no Maranhão têm setor de comércio e serviços puxando a economia, além de uma cadeia produtiva bem definida. Por outro lado, 109 municípios maranhenses concentram apenas 10% da riqueza do estado. Nessas cidades vivem 19,2% da população, que é dependente de recursos da administração pública e previdenciária. Do G1 MA

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

3 respostas para “Saiba quais são as cidades mais ricas do Maranhão, segundo o IBGE”

  1. Mandioca disse:

    O que tu esqueceste, foi de veicular a notícia completa,
    Vai aí pra te lembrar que dos 5700 municípios, 46 mais pobres estão no MARANHÃO.
    Lembrando que em 2015, o Maranhão tinha ” apenas” 31 mini cílios entre os 100 piores.
    O QUE ACONTECEU NESSES 4 ANOS?

    ####Ranking nacional
    Dos 100 menores PIBs brasileiros, 46 estão no Maranhão e 23 na Bahia. Já entre as cidades com maior PIB per capita (Divisão do PIB por habitante), o município maranhense mais bem colocado é Santo Antônio dos Lopes com rendimento de R$ 86.606,91 devido a investimentos privados na área de energia na região.
    Já em São Luís, o PIB per capita ocupa o 5º lugar no estudo do IBGE, atrás de Santo Antônio dos Lopes, Tasso Fragoso, Davinópolis e Imperatriz.

  2. José Mendes disse:

    Grande verdade.
    Até 2014 ( relatorio de 2015, coincidententemente último ano de governo de Roseana Sarney) o Maranhão, talvez até de maneira expontanea ( sem ações governamentais) vinha saindo da faixa da EXTREMA POBREZA, pois já em 2012 o Maranhão possuía 36 municípios na lista dos 100 mais pobres.
    Este levantamento em baila disponibilizado pelo IBGE refere-se ao final do ano de 2016.
    O referente ao final de 2017 nos trará uma surpresa mais desagradável ainda, pois nele apareceremos com mais de CINCOENTA municípios na fatídica lista ( as informações, ainda não totalmente consolidadas JÁ ESTÃO disponíveis no IBGE).
    Se acompanharmos a curva EVOLUTIVA dos dados, podemos afirmar que hoje, final de 2018, temos mais de 60% das cidades mais miseráveis do Brasil.
    Uma pena.

  3. Mandacaru disse:

    Cala a boca Mandioca !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens