Fechar
Buscar no Site

Redes sociais e Moro ministro são trunfos de Bolsonaro na relação com o Congresso Nacional

BRASÍLIA — O presidente eleito,Jair Bolsonaro (PSL), promete apostar em uma nova dinâmica para construir a relação do governo com o Congresso Nacional. Ainda embrionária, a estratégia é usar o peso do resultado das urnas para formar maioria e, caso seja necessário, a pressão das redes sociais para fazer avançar sua agenda.

Ao nomear o juiz Sergio Moro para a Justiça, o governo sinaliza ainda que será inflexível na proposta de não trocar apoio por cargos, ao mesmo tempo em que reforça a euforia de seus apoiadores. A aposta do novo presidente é que a nomeação de Moro ajude a manter sua popularidade em alta e lhe dê força para se sobrepor no Congresso aos interesses da velha política. Parlamentares, porém, são céticos em relação à implementação de um novo modelo que não passe pela tradicional negociação do Palácio do Planalto com os partidos.

O primeiro desafio do novo governo será votar a reforma da Previdência. Bolsonaro verbalizou que gostaria de ver aprovado algum projeto da área antes mesmo de tomar posse. Mas lideranças dizem que não há clima agora para passar o texto do governo Michel Temer.

Deputado reeleito, delegado Waldir (PSL-GO) avalia que a forma de Bolsonaro se comunicar com a população será fundamental para aprovar a reforma:

— Podemos trabalhar com as bancadas e com auxílio dos governadores e prefeitos, que também estão interessados, por exemplo, na reforma da Previdência. Mas a linha é sem negociação com partidos em troca de cargos. Isso ficou claro para todo mundo com a nomeação de Moro.

Parlamentares experientes avaliam que popularidade é um ponto importante para o governo na hora das votações. Mas, para conseguir governar, o presidente não poderá prescindir de negociar com o Congresso por meio dos partidos — ainda que em novos termos.

— Colocar o Moro é positivo para que ele mantenha a chama acesa com o povo. Isso, no entanto, de maneira nenhuma dará a ele a posição de não precisar negociar. Mas o Congresso vai ter que se enquadrar e não esperar o toma lá dá cá — pontua o deputado José Rocha (BA), líder do PR.

VANTAGEM RELATIVA
O atual líder do governo, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), concorda que as redes sociais têm um papel importante e entende que o presidente eleito deve continuar usando esse expediente para se comunicar com a população. Ele pondera no entanto que a popularidade de Bolsonaro não é absoluta e que o país vem de uma eleição em que houve alta polarização. O peso das redes como ferramenta de pressão sobre os parlamentares, avalia, é relativo:

— É natural que ele continue usando as redes sociais, que têm muita influência sobre a população. Mas o ambiente também está muito polarizado. Naturalmente haverá embates nas redes sociais sobre temas polêmicos como a reforma da Previdência. As redes têm um papel importante. Mas isso não quer dizer que o Bolsonaro vai colocar um tema e terá aderência imediata no Congresso.

No mesmo dia em que Bolsonaro venceu o segundo turno, o líder do Movimento Brasil Livre (MBL), Kim Kataguiri, eleito deputado federal pelo DEM em São Paulo, publicou um vídeo no qual pedia permanente mobilização dos eleitores. Ele disse que Bolsonaro hoje não tem maioria e “precisa do apoio popular”. E também apelou para a necessidade de se fazer “o enfrentamento midiático” para defender as pautas do novo presidente: “A gente precisa ter consciência de que todo o engajamento que a gente teve na campanha para ajudar a eleger o Bolsonaro e a renovar a Câmara precisa continuar no ano que vem”.

Filho do presidente eleito, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) deverá ter um papel central na relação do Planalto com o Congresso. Ele já disse, em entrevista ao GLOBO, que é possível usar a pressão das redes para convencer os parlamentares a votar com o governo. (O Globo)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

6 respostas para “Redes sociais e Moro ministro são trunfos de Bolsonaro na relação com o Congresso Nacional”

  1. Existem deputados e senadores, que só votam se levar o JABÁ, os dos contras ,vão fazer de tudo para que o novo presidente não consiga ter sucessos nas reformas políticas que atendem os brasileiros, os CORVOS de plantão, vão tramar de todas ás maneiras para que o presidente não consiga trabalhar para o engrandecimento do Brasil. Os raposas velhas vão tentar convencer os recém eleitos para que os mesmo obstruam ás votações de interesse popular, só que alguns se esquecem que com ás mídias vinte e quatro horas no ar, os eleitores vão ficar sabendo que é a favor do Brasil e dos brasileiros, e quem é dos contras ao Brasil e aos brasileiros. Vamos ficar atentos para os deputados e senadores que ainda usam a velha política do toma lá dá cá, os parlamentares que não contribuírem para quebrar ás amarras para que o Brasil cresça , certamente ficará nas mentes dos eleitores e em 2022 o POVÃO darão ás respostas nas urnas. Precisamos com urgência de tirar o nosso Brasil dos retrocessos, recolocar o país nos trilhos dos desenvolvimentos e progressos e dá ao POVO brasileiro ás esperanças de dias melhores.

  2. JOÃO disse:

    OS POLÍTICOS LADRÕES–LADRONA—RATÕES–RATAZANA DE BILHÕES–BILHÕES seja do povo maranhense seja do povo brasileiro —-estão em desespero—-O QUADRILHÃO DO PMDB–MDB—– ladrões de bilhões—tem alguns do quadrilhão que são MARANHENSES ……. ADIVINHA QUEM SÃO ???????———- quem acertar ganhará um …….DOCE DE ESPÉCIE ……… EM 2019 haverá tanta podridão exposta—tanta ladroagem de bilhões mostradas ao povo , que vamos VOMITAR O ANO TODO —–e ALEGRAR COM CENTENAS DE PRISÕES DOS ==ETERNOS ==CANALHAS==HONORÁVEIS BANDIDOS —LADRÕES-LADRONA DE BILHÕES DO POVO….. GRANDE HOTEL PEDRINHAS ====terá lotação ESGOTADA ==== não aceitará mais hóspedes ====QUANDO O CRIMINOSO É HONORÁVEL BANDIDO fala-se HÓSPEDE EM PEDRINHAS======= bilhões roubados imprime uma AURA DE RESPEITABILIDADE BANDIDA —–mas PODEROSOS SÃO PODEROSOS MESMO PRESOS (HÓSPEDES ) EM PEDRINHA—-aliás GRANDE HOTEL PEDRINHAS–5* –SÃO LUIS-MA.======BRASIL ACIMA DE TUDO ==DEUS==ACIMA DE TODOS-

  3. Aston Beckman disse:

    Só burro não percebeu o quanto esse sujeito foi inescrupuloso, para fazer o jogo de bola parada e goleiro amarrado, em prol de Bolsonaro. Aquelas fitas sonoras, sob sigilo que Moro vazou para midia? E, mais recentemente, às vésperas das eleições, outra vez Moro devassa uma delação; deste feita, de Antonio Palocci contra Lula, também blindada por segredo de Justiça? Quem assim procede, é homem ou canalha? Ou um erro conserta o outro?

  4. Capelobo disse:

    Justo JUMENTO, XIBUNGO analfabeto de pai e mãe, e o PPP,( PERSONAGEM PEDERASTA PASSIVO ), que dia á Maria e de Noite é João.
    Dois vagabundos que estão com os dias contados já que Bolsoanal vai mandar matar tudo quanto é viado e vai começar pelos dois pederastas.

  5. Leomar disse:

    Graças a Deus o Brasil tem 58 MILHÕES de patriotas,verde amarelo,honestos, cristãos ao lado de JAIR MESSIAS BOLSONARO PRESIDENTE do Brasil e SERGIO MORO na defesa do Brasil contra a …..eterna corrupção e os eternos Ladrões ladrona ratoes ratazana de BILHÕES do povo brasileiro.LOUVADO SEJA DEUS.

  6. Ás viúvas, choram, esperneiam, elas ás viúvas, estão choramingando , acostumados a varrerem todas ás podridão para debaixo dos tapetes, ninguém ficava sabendo, ninguém poderia falar nada dos raposas velhas, acostumados a roubarem os bilhões público, acostumados a fazer ás mutretagens nas caladas das noites, os tempos mudaram, de agora em diante, quem não entrar nos eixos, serão presos e tem que jogar ás chaves das celas em uma cisterna ou uma fossa, os puxas sacos de plantão, se acostumaram a esconder ás roubalheiras dos seus senhores, certamente, quase todos estão, sem entender , como ás coisas mudam derrepente, precisamos das mudanças mesmo, se faz necessário que os ladrões de dinheiro público, sejam todos presos e os bilhões serão devolvidos aos cofres público, enquanto eles desviavam e roubavam os bilhões público, milhares de pessoas morreram nas filas dos hospitais público, milhares de pessoas doentes, em corredores dos hospitais público , lhes faltavam, médicos, remédios, atendimentos dignos, para muitos bajuladores , isso não era nada, na visão deles os puxas sacos, tudo isso estava dentro das normalidades, os senhores deles, poderiam, desviar, roubarem os dinheiro público na maior cara de pau e tudo ficava por isso mesmo, vamos passar o nosso Brasil a limpo, trancafiar essa quadrilha de ladrões e obrigarem eles a devolverem os bilhões público, corrigidos com juros e correção monetárias, bloquearem ás contas, penhorar os bens, como, fazendas, chácaras, prédios, emissoras de rádios, TV, os cofres público, não é a casa de mãe Joana, onde os larápios metem ás mãos se imaginando que tudo são deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens