Fechar
Buscar no Site

‘Quando atingir 2 dígitos, ele liga para mim’, diz Bolsonaro sobre Alckmin

O pré-candidato Jair Bolsonaro (PSL) desdenhou o convite feito pelo pré-candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, para debaterem sobre segurança pública. O deputado federal ironizou o mau desempenho do ex-governador de São Paulo nas pesquisas de intenções de votos e disse que “tem mais o que fazer” e “não tem tempo a perder” com o tucano.

“Ele está perdendo para mim até em São Paulo. Não tenho tempo para ficar discutindo essas coisas com ele. Não tenho tempo para perder com Alckmin. Quando ele tiver na minha frente em São Paulo, ou atingir dois dígitos, ele liga para mim”, disse Bolsonaro, que cumpre agenda em Aracaju, Sergipe, nesta quinta-feira, 7.

Na quarta-feira (6), Alckmin disse em um evento no Rio de Janeiro e, depois, em sua página no Twitter, que gostaria de debater com Bolsonaro sobre suas propostas para a área de segurança. O tucano apresentou suas propostas para a área de segurança a uma plateia esvaziada e aproveitou para dizer que não conhecia as propostas de Bolsonaro e propôs o debate. “Até faço o convite a ele, se ele quiser, para fazer o debate sobre Segurança Pública, seja pela televisão, internet ou rádio, para conhecer melhor as propostas e a gente aprofundar o tema”, afirmou.

O deputado federal afirmou que, se o tucano quiser, mandará o Major Olímpio (deputado federal, presidente do PSL paulista) para lhe representar no suposto debate. “Se ele aceitar, o Major Olímpio, que é policial militar, está a sua disposição”, sugeriu. Sobre a estratégia de presidenciáveis mirarem em seu nome durante a pré-campanha, Bolsonaro justificou que “o patinho feio está ficando bonito”. “Eles estão desesperados, coitados”, afirmou.

Novamente em seu Twitter, o tucano rebateu a provocação do deputado federal. ”Bolsonaro foge dos debates porque não tem o que dizer. Convido a imprensa a procurar propostas sobre segurança pública em seu site. Nada até agora”, diz a publicação. No mesmo tuíte, critica a postura do pré-candidato do PSL. ”Covardia, leviandade ou os dois?”, questiona.

Bolsonaro foge dos debates porque não tem o que dizer. Fugiu também da sabatina da Folha. Convido a imprensa a procurar propostas sobre segurança pública em seu site. Nada até agora. Me acusa de ser o “santo” quando sabe que se trata de fake news. Covardia, leviandade ou os dois?

No evento de quarta, o ex-governador de São Paulo também apresentou sua equipe de segurança que tem o ex-comandante do Comando Militar do Sudeste, general João Campos, o ex-secretário Nacional de Segurança Pública, coronel José Vicente da Silva e a ex-delegada da Polícia Federal, Raquel Lyra.

Entre suas propostas, ele destacou a criação de uma guarda nacional, militar e federal para cobrir emergências de segurança em qualquer ponto do território, o aumento do tempo máximo de internação de adolescentes no caso de crimes hediondos de três para oito anos, a ampliação das prisões federais e a liberação do porte de arma dentro de casa em áreas rurais, além da criação de uma agência nacional de inteligência.

(com Estadão Conteúdo)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “‘Quando atingir 2 dígitos, ele liga para mim’, diz Bolsonaro sobre Alckmin”

  1. Mandioca disse:

    BOLSOBIXA, também conhecido como BOLSOGAY ou BOÇALNATO, NUNCA enfiou um prego numa barra de sabão, nunca trabalhou, SEMPRE foi um inutil.
    O Pederasta em questão mamou nas tetas do exercito brasileiro numa “carreira” cheia de CRIMES, tentou explodir o clube dos oficiais, tentou explodir adutoras e inclusive CHEGOU A DESVIAR DINHEIRO da caixa de fundo Fixo do quartel em que mamava.
    Sempre foi um BANDIDO, BANDIDO, PEDERASTA e preguiçoso.
    Depois, apoiado e alavancado por MILICIANOS e ANALFABETOS, elegeu-se deputado pelo Rio de Janeiro, iniciando uma carreira medíocre, e hoje, com 7 mandatos no costado, ou seja, 28 anos mamando nas tetas daquela pocilga, NUNCA, repito, NUNCA aprovou uma emenda ou projeto.
    O VAGABUNDO é um pária, mas que, vivendo num país de analfabetos e pederastas, consegue apoio e voto, mostrando apenas que o Brasil é um vira latas entre as nações e o Brasileiro é um vira latas entre os homens.

  2. jonas Batista Durans disse:

    Mandioquinha eu já te falei, seja homem e pare de usar do anonimato e use seu nome, se é que você é homem para isso. tua patroa rosengana não vai voltar a ter o cofre deste estado novamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens