Fechar
Buscar no Site

PT insiste em Lula e critica Judiciário no programa eleitoral

Horas depois da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que negou o registro da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva – condenado e preso na Lava Jato –, o PT usou o primeiro programa eleitoral na TV das eleições 2018 para fazer críticas ao Judiciário e insistir na postulação do ex-presidente. No palanque eletrônico do partido, Lula dividiu o protagonismo com o candidato a vice na chapa, Fernando Haddad, sem que ficasse indicado claramente quem é o presidenciável petista.

A propaganda da sigla foi aberta com uma mensagem que classificava a decisão do TSE como “mais um duro golpe” contra “a vontade do povo”. “A coligação ‘O Povo Feliz de Novo’ vai entrar com todos os recursos pelo direito de Lula de ser candidato.”

Em uma declaração exibida no programa, o ex-presidente também atacou, sem especificar casos, as decisões judiciais. “Sei como vou passar pela história. Não sei como eles vão passar. Se eles vão passar como juízes ou algozes.”

Em sessão extraordinária que durou mais de dez horas e terminou nesta madrugada, o TSE barrou o registro da candidatura de Lula e deu um prazo de dez dias para a troca da cabeça de chapa. A Corte, porém, autorizou a veiculação do programa presidencial do PT no horário eleitoral, desde que o ex-presidente não apareça como candidato.

Por 5 a 2, os ministros haviam determinado que o partido não veiculasse a propaganda eleitoral até a troca do presidenciável, mas, ao fim da sessão, a Corte Eleitoral, em reunião fechada, reviu a decisão e liberou o horário eleitoral da legenda.

No programa do rádio, veiculado a partir das 7h de ontem, Lula foi apresentado como presidenciável porque a decisão do TSE ocorreu num prazo inferior ao mínimo de seis horas de antecedência para a veiculação.

Lula foi condenado no ano passado pelo juiz federal Sérgio Moro por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do triplex do Guarujá (SP). A sentença foi confirmada, em janeiro deste ano, pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), que ampliou a pena para 12 anos e 1 mês de prisão. Ele foi preso em abril e, em agosto, o PT registrou a candidatura do ex-presidente no TSE.

Com boa parte das imagens gravadas na frente da sede da Polícia Federal em Curitiba, Haddad disse no programa que fazia “um juramento de lealdade a Lula”.

O PT ainda avalia como encaminhar as questões jurídica e eleitoral. Duas reuniões da coordenação da campanha estão marcada para amanhã. Um conselho político será formado para analisar os próximos passos. Ontem, a executiva do partido mandou recolher todos os materiais publicitários que mostravam o ex-presidente Lula – cerca de 1,5 milhão de folhetos foram impressos. Os programas de TV também começaram a ser adaptados.

“Como não há comunicação com ele no fim de semana, não há expediente da PF, temos que conversar com ele na segunda-feira de manhã e vamos levar o quadro jurídico do que é possível fazer”, disse hoje Haddad em Garanhuns (PE), terra natal de Lula.

Na estreia do horário eleitoral, candidatos adotaram estratégias distintas. Líder nas pesquisas de intenção de voto sem a presença de Lula, candidato do PSL, Jair Bolsonaro– com poucos segundos disponíveis – disse apenas estar “rumo à vitória” e defendeu “a família e a Pátria”.

Com o maior tempo de exposição – 5,32 minutos – a coligação formada pelos partidos PTB, PP, PR, DEM, SD, PPS, PRB, PSD e PSDB, que tem como candidato o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, fez críticas a Bolsonaro.

O horário eleitoral foi iniciado por Marina Silva (Rede) que, também com tempo de exposição exíguo, exaltou as mulheres. “Juntas somos fortes. Essa luta é nossa”, afirmou. Ciro Gomes (PDT) falou em mudança e Henrique Meirelles (MDB) se apresentou citando e mostrando uma imagem de Lula. (Estadão)

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

13 respostas para “PT insiste em Lula e critica Judiciário no programa eleitoral”

  1. Milson disse:

    RECLAMRAM PORQUE SÃO TODOS IGUAIS.ESSE NEGOCIO DE LULA FICAR NA HISTORIA VAI SIM,COMO LADRÃO E CONDENADO.JA FICOU NA HISTORIA.ESSE NEGOCIO DE GOLPE NUNCA COLOU NEN VAI COLAR,OS MINSTROS FIZERAM O CORRETO. NÃO ADIANTA CHORAR, MAS SE QUISER PODE CHORAR.ACABOU O ABUSO,E SÓ ESPERAR 8 ANOS.ACABOU LULINHA PAZ E AMOR.

  2. Newton disse:

    PT…nojento… asqueroso… câncer do Brasil….luladrao… inelegível…. inelegível… inelegível…. Graças a Deus….fora PT..Ptralhas…..adeus Lula….santo luladrao… BOLSONARO… PRESIDENTE do BRASIL….

  3. Fora Corruptos disse:

    O PT é uma quadrilha q assaltou o Brasil e agora agoniza rumo ao esgoto da história. Xô ladrões!!!

  4. Mandioca disse:

    Flávio dino é LULA e LULA é
    flavio .
    Dois iguais em tudo, na “cumpetenca”, e PRINCIPALMENTE NA HONESTIDADE.
    Dino é o maior cabo eleitoral de LULA e LULA tem em dino seu maior aliado no Nordeste.

  5. Major Pinto. disse:

    O QUE é que esses BANDIDOS QUEREM?
    BANDIDO BOM É PRESO OU MORTO.
    BOLSONARO PRESIDENTE
    E ESSA PALHAÇADA VAI ACABAR.
    PT, PDT e COMUNISTAS SÃO IGUAIS E DEVEM SER EXPULSOS DO BRASIL.
    VÃO PRA VENEZUELA, VÃO PARA CUBA.
    BOLSONARO VAI ACABAR COM A BANDEIRA VERMELHA DE PETISTAS e COMUNISTAS.
    Aqui no MARANHÃO O GOVERNADOR DEFENDE LULA. UM PRESO, UM CRIMINOSO.
    VOTE MAURA JORGE.
    Não vote na família de Bandidos dos Sarneys e MUITO MENOS no COMUNISTA FLÁVIO DINO.
    MAURA JORGE É CANDIDATA DE BOLSONARO.
    E BOM JAIR SE ACOSTUMANDO.
    VAMOS AJEITAR O BRASIL NEM QUE SEJA NA BASE DA BALA.
    BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO OU PRESO.
    COMUNISTA E PETISTAS É A MESMA COISA.

  6. Jonx i7 disse:

    Dino é o maior aliado do LULA no nordeste e ROSEANA quer ser o LULA do
    Maranhão, palavras da família Sarney
    Não compensa ficar criticando A ou B
    ROSEANA X FLÁVIO DINO é trocar 6 por
    Meia dúzia, pior ainda ROSEANA que já
    Foi divulgado Ela Lobão na lava jato,
    Roubaram junto com PT, porque MDB é
    O PT disfarçado

  7. Edgar disse:

    Engraçado o MDB de ROSEANA passou
    12 anos comendo no mesmo prato de LULA, o partido que participou maia
    Do governo Petista, tinha a maior
    Quantidade de ministérios, tem mais
    Muitos dos ministros indicados por
    O senhor excelentíssimo JOSÉ SARNEY,
    Exemplo, LOBÃO,PEDRO NOVAIS, GASTÃO VIEIRA, nessa história toda agora só
    Aparece um culpado no Maranhão chama se FLÁVIO DINO, parece piada o núcleo
    Político da época sumiram, vamos ser mais coerente,

  8. Pedro Paulo Mochel. disse:

    A posição de Flávio Dino é coerente.
    O PC do B sempre foi aliado do PT e do Lula.
    O PC do B participou de forma ativa dos governos do PT com indicações de ministros e outros cargos de relevância, o próprio Flávio Dino ocupou a presedencia da Embratur indicado por Aldo Rabelo, Orlando Silva e com o AVAL de Sarney.
    Não vejo incoerência de Dino ao apoiar o projeto de Lula.
    Vejo sim INCOERÊNCIA nos eleitores de Flávio Dino que manifestam a intenção de votar em Bolsonaro, já que o programa de governo de BOLSONARO é diametralmente oposto àquele proposto e defendido por Flávio Dino.

  9. Aston Beckman disse:

    Nessa frustração de Lula, com a negativa a sua candidatura, ele provou de dois venenos de sua própria safra: o voto do pupilo petista, Luís Roberto Barroso; e a desqualificação ao Comitê dos Direitos Humanos da ONU por parte dos ministros do TSE, de cuja Entidade o Brasil tornou-se signatário pelos punhos do Lula presidente.
    Recentemente, este Blog divulgou um artigo, abordando a indignação do PT, por seus membros entenderem que, dos presidentes tachados de corruptos, “somente o Luis Inácio da Silva teria sido preso”.
    A figura do “exemplo didático ou jurisprudência pedagógica” parece ser mais uma jubuticaba made in Brazil. Quaisquer Lulas da vida se perguntaria: “Pô, se nenhum presidente infrator foi punido, por que eu tenho de ser o primeiro?”
    O certo seria retroagir à lei a todos os ex-presidentes vivos! E dos familiares dos extintos, confiscar os bens oriundos da roubalheira.
    Esse tipo de escolha punitiva, para surtir efeito dissuasivo, assemenha-se à tática de caça ao caititu ou queixada: ao se deparar com uma vara (coletivo de porco e congêneres) o caçador, na tocaia, atira sempre no último animal da fila. Assim há maiores chances do atirador sair ileso e indene, já que ele não fica tangente aos olhos dos bichos que vão à frente.
    Mas se o propósito do mutirão que “ferrou” o líder petista for mesmo deixá-lo fora do processo eleitoral, não será novidade se alguns dias após a eleição ele seja liberado!

  10. Jose disse:

    Sim o PC do B é aliado Do PT e nunca
    Pulou do barco diferente do MDB comeu
    13 anos no mesmo prato roubaram juntos com o PT, depois pularam do
    Barco covardes

  11. Edgar disse:

    Estou me referindo não é Flávio Dino
    A falta de coerência e sim dos adversários dele

  12. Pericles disse:

    “Vamos acabar com o comunismo no Brasil, não quero votos de comunistas, não quero votos de quem vota em comunistas, os estados que forem governados por comunistas receberão apenas as verbas constitucionais previstas em lei,vão se transformar numa Venezuela dentro do Brasil”
    A frase acima foi proferida pelo Capitão Jair Bolsonaro, futuro presidente do Brasil.
    Como ficam os eleitores de Flávio Dino que votam em Bolsonaro?

  13. Pedro disse:

    O Maranhão antes do FLÁVIO DINO parecia uma capitania hereditária,de
    Pai para filho, parecia tambem com
    A Venezuela, muita terras férteis, potencial turístico, portos de Itaqui
    Construído não pelo governo mas sim
    Pela VALE, povo trabalhador, e o povo
    Afogado em uma pobreza extrema, índice de analfabetos muito alto,
    Baixo IDH, mas não teve nenhum presidente da república para intervir
    No estado, FLÁVIO DINO no governo
    Melhorou bastante, os ingênuos sem noção ficam falando besteiras,parece
    Até quê o Bolsonaro vai governar uma
    Monarquia,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens