Fechar
Buscar no Site

Primeiro patrão de Aécio, Sarney cultiva uma velha e sólida amizade com o tucano

Foto: Reprodução

O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) mantém, ao longo dos anos, uma sólida amizade com o ex-senador José Sarney (PMDB). No aniversário do político maranhense, comemorado no último dia 24, Aécio fez questão de comparecer e tirar fotos ao lado do velho amigo. Presentes também o aliado de primeira hora, Michel Temer e a filha Roseana.

Aécio está no centro de um escândalo de corrupção. Os donos e executivos da JBS contam que o senador tucano recebeu em 2014 valores próximos a 63 milhões de reais para defender interesses da J&F, a holding da qual faz parte a JBS. Aécio ajudaria, por exemplo, a liberar créditos de ICMS devidos à empresa. Joesley Batista cita ainda o repasse de 2 milhões ao tucano “em razão da aprovação da lei de abuso de autoridade e anistia ao caixa dois”.

As denúncias contra Aécio não devem afetar sua amizade com José Sarney. Os dois cultivam um excelente relacionamento pessoal e político.

Na última eleição presidencial, por exemplo, José Sarney chegou à sala de votação com o terno enfeitado com adesivos da presidente Dilma Rousseff, mas apertou nas urnas o número 45, de Aécio. Mesmo se declarando aliado de Dilma, Sarney votou em Aécio em um gesto de fidelidade à amizade que mantém com o senador mineiro.

Vale lembrar que a ligação entre Sarney e Neves vem de família.

Sarney foi vice de Tancredo Neves, avô de Aécio. Com a morte do presidente mineiro antes de tomar posse, Sarney exerceu o mandato presidencial.

Antes da missa de 30o. dia de Tancredo, no dia 14 de maio de 1985, o Diário Oficial da União publicava decreto do então presidente José Sarney nomeando um jovem recém-formado de 25 anos para Diretor de Loterias da Caixa Econômica Federal. Era Aécio Neves.

De lá para cá o vínculo entre Aécio e Sarney só se fortaleceu, embora o ex-senador maranhense não tenha dado até agora nenhuma declaração em apoio ao amigo tucano.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “Primeiro patrão de Aécio, Sarney cultiva uma velha e sólida amizade com o tucano”

  1. Mandioca disse:

    Sarney foi o primeiro patrão e Dino o último aliado de Aécio no Maranhão, é só ver a memorável foto de Flávio Dino abraçando ( dizem que houve até beijos) Aécio sob os olhares de Madeira, Castelo, Brandão, Evangelista e outros facínoras. Naquele instante O PSDB através de Aécio Neves apoiava em definitivo Flávio Dino. Dizem que a relação entre os dois aprofundou-se através da JBS que naquele ano “deu mais de R$ 750 000,00 em propin…, ops “doações” à campanha de Flávio Dino.
    Eu, como não tenho BANDIDOS DE ESTIMAÇÃO, quero que Sarney, Aécio, Temer e Flávio Dino se ….

  2. doralice machado disse:

    Aécio Neves teve 51.041.155 votos (48,36%) e hoje em dia você não encontra uma pessoa que votou nele
    Tem até celebridade apagando foto sorridente ao lado de Aécio
    Hoje, no Globo Repórter
    (@kallilolv)
    https://www.facebook.com/poserra/photos/a.342385002570439.1073741865.329170453891894/950324321776501/?type=3&theater

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens