Fechar
Buscar no Site

Palocci incrimina Lula em depoimento a Sergio Moro

Em depoimento ao juiz federal Sergio Moro nesta quarta-feira, o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci, preso pela Operação Lava Jato, incriminou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na ação penal em que o petista é suspeito de ter recebido propinas da Odebrecht por meio de um apartamento vizinho ao do ex-presidente, em São Bernardo do Campo, ABC paulista, e da compra de um terreno que abrigaria a sede do Instituto Lula.

“De fato, queria dizer a princípio que a denúncia procede, os fatos narrados nela são verdadeiros. Diria apenas que os fatos dizem respeito a um capítulo de um livro um pouco maior do relacionamento da empresa em questão, da Odebrecht, com o governo do ex-presidente Lula e da ex-presidente Dilma que foi uma relação bastante intensa movida a vantagens dirigidas a empresa a propinas pagas pela Odebrecht para agentes públicos em forma de doação de campanha, em forma de benefícios pessoais, em forma de caixa um, caixa dois. Esse foi um episódio desse conjunto de práticas que envolveu essa empresa em relação ao governo do ex-presidente Lula e da ex-presidente Dilma. Eu tenho conhecimento porque participei de boa parte desses entendimentos, na qualidade de ministro da Fazenda do presidente Lula e ministro da Casa Civil da presidente Dilma”, afirmou Palocci ao magistrado, logo no início da oitiva.

O ex-ministro ponderou a Moro que a relação entre os governos petistas e a maior empreiteira do país não era “linear” e “permanentemente pacífica”, mas que o relacionamento era “fluido” e envolvia favorecimentos à empresa e doações de campanha. “A Odebrecht, em particular, tinha uma relação fluida com o governo em todos os aspectos. Partindo de aspectos de realização de projetos, assim como participação em campanhas. A participação em campanhas se dava de todas as maneiras, a maior parte com caixa um, mas o caixa um muitas vezes originário de atitudes e contratos ilícitos”, disse Antonio Palocci, antes de confirmar que “quase todos” contratos da empreiteira com a Petrobras geraram “créditos” ao PT.

Neste processo, Lula é acusado pelo Ministério Público Federal dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por supostamente ter recebido propinas de 13 milhões de reais da Odebrecht.

Parte do dinheiro, 12,4 milhões de reais, sustentam os procuradores, teria sido gasta na compra de um terreno para abrigar a sede do Instituto Lula em São Paulo – o instituto acabou sendo construído em outro endereço. Outros 504.000 reais teriam sido usados na compra da cobertura contígua à de Lula no edifício Hill House, em São Bernardo do Campo (SP). As duas compras teriam sido feitas por meio de laranjas: no caso do terreno, o empresário Demerval Gusmão; no caso da cobertura, Glaucos da Costamarques, primo do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula.

Serão julgados nessa ação penal o ex-presidente, Antonio Palocci, Gusmão, Costamarques, o empreiteiro Marcelo Odebrecht, o ex-assessor de Palocci Branislav Kontic, e o advogado de Lula, Roberto Teixeira.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

5 respostas para “Palocci incrimina Lula em depoimento a Sergio Moro”

  1. Benigno Dias disse:

    Todos os petistas, aqueles que em tudo usam PeTa, se você for um arguto observador, já deve ter verificado que cada qual carrega um DNA em comum. Que cacoete liga Lula, Vicentinho, José Eduardo Dutra, Jair Menguelli, Antônio Polocci e tantos mais? Isso mesmo, adivinhou: eles fazem um articulação forçada ao pronunciarem palavras contendo o fonema “S”. Sai um som aspirado como do (teta) grego; do mesmo jeito como os gays pronunciam NOSSA, NÓFSA! Empurram o lábio superior com a linguinha, num esforço linguolabial tremendo!

  2. Eumaximiliano disse:

    …, papai Lula. E agora ?

  3. HÉRCULES disse:

    MAIS PODRES-CARNIÇAS-DO LULA/DILMA/PT E PTRALHAS—–CONFIRMOU TUDO QUE OUTROS COLABORADORES DISSERAM——GENTE, não vamos estressar, ficar com raiva desse CANALHA/LADRÃO –LULA/DILMA/AÉCIO/…. E MAIS 10 000 IGUAIS ……VAMOS DAR O TROCO —–EM 2018 ……VOTAR FICHA LIMPA—-FICHA LIMPA—–FICHA LIMPA

  4. Manoel Sousa disse:

    Lula,não adianta nem cola mais essa história de é mentira, não foi a Globo nem as oligarquias que inventaram, foi simplesmente Palocci que revelou, aquele Palocci que era o todo poderoso de seu Governo e de Dilma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens