Fechar
Buscar no Site

Marcelo Tavares diz que cassação contra Dino não prosperará e torce por reconciliação de Zé Reinaldo com Flávio

Foto: Reprodução

Em entrevista ao programa Resenha da TV Difusora (vai ao ar todos os sábados às 9h), apresentado pelo blogueiro John Cutrim, o deputado licenciado e secretário-chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB) afirmou que não há nenhum tipo de ilegalidade cometida pela chapa do governador Flávio Dino na eleição do ano passado diante da acusação do grupo Sarney de abuso de poder econômico e político. “Essa história de tapetão deu certo uma vez para o grupo deles e não dará certo a segunda vez. Não tivemos os tais convênios eleitorais, eu chego a dizer que essa tenha sido talvez a mais limpas das eleições do Maranhão nas últimas décadas. Eleição se ganha na urna”, disparou Tavares. (veja a entrevista completa no vídeo acima ou clicando AQUI)

Durante a entrevista que durou cerca de uma hora, Marcelo Tavares falou sobre outros assuntos. Questionado sobre a provável ida para o governo do prefeito de Ribamar, Luis Fernando – deve ser anunciado no próximo dia 11 pelo governador Flávio Dino como secretário de Programas Estratégicos -, o chefe da Casa Civil ressaltou, caso se confirme a nomeação, a importância de ter LF na equipe e negou que haja qualquer acordo político e eleitoral. “Não há nenhuma questão política, a única questão é você ter um quadro experiente ajudando o governador e os demais secretários na execução das políticas públicas definidas no plano de governo”, frisou.

Quanto a uma futura candidatura à Presidência da República do governador Flávio Dino, Marcelo Tavares ponderou que isso não passou de uma brincadeira do governador. “Falar sobre isso agora é uma precipitação sem tamanho”, alertou. No que concerne as eleições em São Luís em 2020, o secretário entende que possa haver vários palanques de aliados do grupo do governador. “Acredito que no primeiro turno cada partido lance um candidato e no segundo vamos unificar nossa base e enfrentar no segundo turno se houver um candidato realmente de oposição. Do outro lado não vejo espaço para outro nome que não seja o que foi posto do deputado Eduardo Braide, que é uma candidatura forte, mas também não é uma candidatura imbatível”, pontuou. (veja a entrevista completa no vídeo acima ou clicando AQUI)

O titular da Casa Civil também falou ainda do rompimento do ex-governador José Reinaldo Tavares com Flávio Dino. Marcelo revelou que espera um dia uma reconciliação entre os dois. “Eu torço muito pra que mais adiante a gente consiga estar juntos. Nosso grupo estaria melhor se nós tivéssemos um ambiente harmônico deles dois, infelizmente não aconteceu”, assinalou.

Veja, abaixo, trechos da entrevista.

Cassação do governador

“Eles têm que aprender ou reaprender a ganhar nas urnas, essa história de tapetão deu certo uma vez para o grupo deles e não dará certo a segunda vez, por uma razão muito simples, não cometemos nenhum tipo de abuso econômico, as obras que eles citam, por exemplo, do Mais Asfalto, elas até se iniciaram no governo Roseana, que fez as primeiras licitações e não concluiu absolutamente nada. O programa foi criado por lei e que não parou, foi até o final do ano passado e vai continuar. Essas obras não têm nenhum tipo de conexão com a questão eleitoral. Nós não fizemos basicamente nenhum convênio, não tivemos os tais convênios eleitorais, eu chego a dizer que essa tenha sido talvez a mais limpas das eleições do Maranhão nas últimas décadas. Eleição se ganha na urna”.

Luis Fernando no governo Dino

“É importante você ter quadros experientes, quadros dispostos a ajudar o Maranhão a crescer de forma rápida porque o Maranhão tem pressa e não podemos desperdiçar um quadro com tamanha experiência como o Luis Fernando. Não há nenhuma questão política, a única questão é você ter um quadro experiente ajudando o governador, os demais secretários na execução das políticas públicas definidas no plano de governo. E o Luís Fernando é um quadro experiente que pode, sim, ajudar bastante. Ele deixando mesmo a prefeitura de Ribamar isso não o impede de trabalhar pelo município. Ele não está apegado aos cargos, mas sim a missões, a funções”.

Flávio Presidente

“O governador Flávio Dino falou isso em tom de brincadeira, porque ele já tinha perdido cinco quilos. O foco do governador Flávio Dino é governar novamente o Maranhão de uma forma ainda melhor que no primeiro governo. Eu não sei se ele será candidato a Presidente algum dia, mas pelo que eu conheço do governador Flávio Dino uma coisa eu posso dizer, se fosse Presidente faria um grande governo no Brasil, é um dos melhores quadros da política brasileira, um homem correto, honesto, extremamente inteligente, competente e com uma enorme determinação de trabalhar hoje pelo povo do Maranhão e, quem sabe um dia, do Brasil. Como eleitor que sou posso dizer que se um dia o governador Flávio Dino for candidato a Presidente eu não tenho nenhuma dúvida de que será um dos melhores Presidentes da história do Brasil. Porém, falar sobre isso agora é uma precipitação sem tamanho”. (veja a entrevista completa no vídeo acima ou clicando AQUI)

Eleições 2020 em São Luís

“Às vezes você não estar no mesmo palanque não quer dizer que você esteja desunido. Uma eleição em São Luís exige uma estratégia, nós vamos ter provavelmente vários palanques de aliados políticos do nosso governo. O PSB via ter candidato, o DEM vai ter candidato, o PDT muito provavelmente vai ter candidato, que tem um prefeito de São Luís, o PCdoB tem excelentes quadros, e do outro lado não vejo espaço para outro nome que não seja o que foi posto do deputado Eduardo Braide, que é uma candidatura forte, mas também não é uma candidatura imbatível. Longe disso! E o governo tem excelentes quadros, acredito que no primeiro turno cada partido lance um candidato e no segundo vamos unificar nossa base e enfrentar no segundo turno se houver um candidato realmente de oposição”.

Rompimento de José Reinaldo com Flávio Dino

“Faltou um pouco de paciência para o Zé Reinaldo. Faltou um pouquinho mais de compreensão, os dois tinham visão diferente da política nacional e isso acabou atrapalhando a política local, mas quem sabe um dia a gente possa novamente dividir os palanques porque o Zé Reinaldo foi um instrumento pra essa mudança política do estado do Maranhão, ele foi muito importante e tem seu lugar na história. Eu torço muito pra que mais adiante a gente consiga estar juntos. Nosso grupo estaria melhor se nós tivéssemos um ambiente harmônico deles dois, infelizmente não aconteceu, não nos cabe mudar o passado mas vamos torcer pra que o futuro seja mais harmonioso”.

Veja a entrevista completa no vídeo acima ou clicando AQUI

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

7 respostas para “Marcelo Tavares diz que cassação contra Dino não prosperará e torce por reconciliação de Zé Reinaldo com Flávio”

  1. Adalmair Ribeiro / DAMA disse:

    O senhor Marcelo Tavares é um grande homem político de primeira linhagem que entrevista maravilhosa palavras sábias ele soube com muita inteligência colocar as palavras certas em cada frase da entrevista.
    Tiro o chapéu para o secretário da casa civil Marcelo Tavares.
    Me orgulho de ser seu amigo!

  2. Abigail disse:

    “O governador Flávio Dino falou isso em tom de brincadeira, porque ele já tinha perdido cinco quilos. O foco do governador Flávio Dino é governar novamente o Maranhão de uma forma ainda melhor que no primeiro governo”. Quem mente mais? MT ou o JP? Um diz que será candidato a presidência com o apoio do PSOL e PSB (pausa para rir) – link: http://jornalpequeno.blog.br/johncutrim/notinhas-quentes-por-oswaldo-viviani-e-lourival-bogea-no-jp/ – e esse palhaço diz que não. O MA está f* e mal pago.

    Resposta: Você não leu que o Marcelo disse? Ou seja, que o Flávio falou em tom de brincadeira? Foi pq o Flávio então falou não, é? Aqui ninguém mente, publica apenas os fatos.

  3. cesar disse:

    homem extremamente sensato, inteligente, agregador, conciliador
    nao sou seu eleitor mas admiro o deputado marcelo tavares

  4. Santos disse:

    Vocês não mentem. Só propagam as mentiras esfarrapadas, descaradas e insustentáveis do governo (840 escolas contruídas, contrução de hospitais, crescimento do MA,etc. Quando wellington do curso pede as provas, as negam veementemente). Isso é ser cúmplices ou idiotas. Escolhe qual dos dois vocês são.
    E o representante do governo ainda os desmentem.

  5. sergio henrique disse:

    Ou eles não se entendem ou não colou essa estória de presidente sendo muito mal recebida. Agora, covarde como sempre, manda outro desmentir. Ou então, as duas coisas juntas.

  6. Aston Beckman disse:

    Essa ameaça da quadrilha Sarneta, em querer cassar Flávio Dino, pode ser apenas uma experiência, para constatar se os comparsas do Judiciário ainds atendem ao açular do inimigo número UM d Maranhão, Zé Sarnê.

  7. Reynaldo Aragão Pinto Filho disse:

    Eu acredito em milagre,mas esse milagre com Zé,só imitando o São Tomé.”Preciso ver para crer”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens