Fechar
Buscar no Site

Maranhão inova e distribui uniformes com inscrição em Braille para estudantes

Numa experiência de educação inclusiva pioneira, o Governo do Maranhão vai distribuir uniformes com inscrição em Braille para estudantes com deficiência visual da rede estadual. O uniforme foi projetado com supervisão do Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CAP), especializado em material didático e impressão Braille.

“Após dialogar com representantes dos conselhos da pessoa com deficiência, tenho a alegria de apresentar o uniforme escolar da rede estadual maranhense em Braille. Mais uma iniciativa do governador Flávio Dino para promoção da inclusão”, diz o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

O modelo será apresentado aos Conselhos Regionais da Pessoa com Deficiência nesta segunda-feira (5). Na próxima etapa, haverá distribuição de uniformes para os estudantes do Liceu Maranhense, em São Luís. Gradativamente, as fardas serão disponibilizadas para os demais estudantes da rede estadual.

Para a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Maranhão, Beatriz Carvalho, a iniciativa contribui para a autonomia dos estudantes: “O Sistema Braille, na educação inclusiva, proporciona ao aluno maior independência na escrita e na leitura. Consideramos muito relevante a postura da Secretaria da Educação, pois observamos que mesmo diante de outras e novas tecnologias, o Braille ainda é a forma de escrita a partir da qual o cego escreve e lê de forma independente”.

A secretária adjunta de Gestão das Unidades Regionais de Educação, Rosyjane Paula Farias Pinto, destaca a importância da parceria entre a Seduc e o Ministério Público do Maranhão (MPMA) na implantação do projeto. “Dialogamos com o Ministério Público sobre a importância da oferta desse tipo de uniforme para os estudantes. Foi uma ideia que o secretário Felipe Camarão acatou imediatamente e que se soma a outras ações de educação inclusiva que temos implantado”, explica.

O Governo do Maranhão contratou professores especializados em educação inclusiva, realizando encontros permanente para ampliar e fortalecer as políticas para o setor. Na parceria com o MPMA, são criados ainda mais instrumentos para universalização de direitos das pessoas com deficiência.

“Nós sugerimos ao secretário Felipe Camarão a adoção da inscrição em Braille nos uniformes dos estudantes da rede estadual como parte de um programa de parceria para projetos de inclusão que já mantemos com o Governo do Estado. A sugestão foi prontamente aceita e nós agradecemos muito essa iniciativa do governo”, diz Marco Amorim, promotor público e secretário de assuntos institucionais do MPMA.

Mais inclusão e igualdade

Na parceria com o Ministério Público do Maranhão, a Secretaria de Educação leva aos jovens palestras sobre a importância da Lei Brasileira de Inclusão (LBI). Na próxima fase do projeto, nove escolas da rede estadual receberão a visita de membros do Ministério Público.

“É o fortalecimento de uma parceria muito importante que temos com o Governo do Estado para reflexão e socialização das ações da educação inclusiva”, explica o promotor Marco Amorim.

O Ministério Público do Maranhão promove ações voltadas para a inclusão no Estado por meio do Centro de Apoio Operacional de Proteção ao Idoso e Pessoa com Deficiência, criado em 2011.

Tecnologia para inclusão familiar

Em 2017, o Governo do Estado iniciou um Sistema de Comunicação Escola-Família, com distribuição de mais de 1.500 uniformes inteligentes para alunos das unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) na capital e interior do Estado.

Com o projeto, os uniformes passaram a ter o registro de entrada e saída das unidades registrado.

O programa foi bem recebido por pais de alunos, que tiveram oportunidade de maior aproximação com a vida escolar dos filhos, ajudando a reduzir a infrequência e a evasão escolar.

Em 2018 , o programa será ampliado com fornecimento de uniformes especiais para estudantes das novas unidades plenas do IEMA.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

4 respostas para “Maranhão inova e distribui uniformes com inscrição em Braille para estudantes”

  1. Mandioca disse:

    Quanto?
    A PROPINA foi de quanto?
    Provavelmente cada uniforme desse custou o dobro de um uniforme da ASTRONAUTA, aque modelo Buck Rogers que os astronautas passeiam no espaço sem o ” cordão umbilical”.

  2. Lordelo Sales disse:

    Se o propósito do Flávio Dino for retribuir a gentileza de todos os cegos que votaram nele, o Estado fará uma despesa faraônica. Embora se resuma numa operação matemática trivial. Basta multiplicar o número de votos do governador pelo valor de cada uniforme. Se o preço não for superfaturado, é óbvio!

  3. Carlose disse:

    O cotovelo tá em brasas em e vai ficar muito mais. teremos mais quatro anos de trabalho e respeito aos maranhenses com o melhor GOVERNADOR do Brasil Flávio Dino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens