Fechar
Buscar no Site

Lula fez comício em vez de dar explicações

PF LULA DEPOIS DA PF - Muita retórica, autolouvação, jogo para a plateia e nenhuma explicação

Veja – Lula ama suas plateias. As plateias de Lula o amam. Mas isso não é suficiente para apagar as evidências de prática de crimes que levaram a Polícia Federal a escoltá-lo para depor, na sexta-­feira passada, em uma delegação do órgão instalada no Aeroporto de Congonhas. Como todo populista, Lula é um defensor do igualitarismo, desde que ele seja sempre mais igual do que os outros. Um suspeito da autoria de crimes pelos quais ele é investigado, em especial o delito de ter enriquecido com repasses de dinheiro desviado de uma estatal que pertence ao povo brasileiro, é levado por policiais a depor coercitivamente. Basta que as autoridades decidam assim. Ponto. Mas Lula se acha acima da lei. Ele se sentiu no direito de debochar da Justiça e dos agentes policiais. Fez um pronunciamento depois de depor durante três horas à Polícia Federal sobre as razões pelas quais recebeu 30 milhões de reais de empreiteiras pegas na Operação Lava-­Jato por usufruírem um esquema de corrupção na Petrobras.

Lula nada explicou. Nada disse que ajudasse os brasileiros a entender por que recebeu milhões de reais de empresas condenadas por esquemas de propina na Petrobras e de lobistas traficantes de medidas provisórias no seu governo. Fez-se de vítima e encenou o número de sempre diante de sua plateia. Enalteceu as próprias qualidades e magnificou seus feitos nos oito anos em que presidiu o Brasil. Feitos, aliás, que ninguém discute. Lula foi um governante de imensa sorte, presidindo um país cuja economia recebeu mais de 200 bilhões de dólares de recursos extras produzidos por exportações de minerais e grãos que tiveram preços recordes no período. Se no lugar de Lula tivesse sido eleito um “poste”, essa massa espetacular de recursos teria sido injetada na economia brasileira da mesma maneira. Mas ter sorte não é um elemento desprezível na vida privada nem na pública. O problema para Lula é que, no âmbito da Justiça e nas encrencas que claramente ele tem com a polícia, a sorte não conta muito.

Foi louvável a tentativa de Lula de politizar os eventos de sexta-feira passada. Politizar é o instinto básico do ex-­presidente. Mas, como a sorte, esse atributo não ajuda muito Lula em suas atuais atribulações. Carlos Fernando Lima, um dos procuradores da Lava-­Jato, explicou o objetivo e a abrangência da Operação Aletheia (verdade, em uma tradução livre do grego). Disse ele: “Não temos nenhuma motivação política. A única consideração do Ministério Público é o legal versus o ilegal. Esta é apenas mais uma etapa da Operação Lava-Jato”. O procurador esclareceu que, ao levar Lula coercitivamente para depor – em vez de marcar uma hora para recebê-­lo na delegacia -, o MP quis evitar manifestações públicas de parte a parte. “Sabemos da polarização que existe no país e, para evitar maiores manifestações, procuramos fazer da maneira mais silenciosa possível.”

Com Policarpo Junior, Rodrigo Rangel, Daniel Pereira, Robson Bonin e Hugo Marques

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

6 respostas para “Lula fez comício em vez de dar explicações”

  1. Antonio Lima disse:

    Agora já não há mais desconfiança, ficou claro que estão fazendo uso das instituições para atender a interesses escusos, que como é praxe usa sempre de ardis para ocultar as reais intenções.
    Se o objetivo é eliminar a participação de Lula nas eleições de 2018 poderiam fazer uso de outro expediente, que não essa sórdida utilização das instituições da república para difama-lo… e ferir de morte a nosso incipiente democracia.
    A execração pública que ora estão submetendo o ex-presidente, Luis Inácio Lula da Silva tem endereço certo e é algo que deve ser visto com cuidado e reserva por aqueles que acreditam que num regime democrático de direito a lei é o bastião que deve nortear as decisões.
    Não se pode fazer justiça cometendo arbitrariedades.
    Hoje é o Lula que tem a sua vida e de sua família devassada, … Quem será a próxima vítima?

  2. antonio muniz disse:

    Antonio Lima: Tua análise é mesquinha e nem se baseia em fatos… a mais de 2 anos eu disse para o frei Leonardo Boff, que ninguém pode está fora do alcançar das leis…num Estado Democrático de Direito, quem comete crimes ou é suspeito deles terá que ser investigado , e se se confirmar , o cara terá que esquentar celas do xilindró.Em israel o Ex-primeiro-ministro israelense “Ehud Olmert”foi preso por corrupção, e não houve nenhum pilantra questionando o judiciário.Aqui, os crimes são cometidos, os cara investigados e posteriormente presos, e ai aparece alguém como você dando uma de cientista político , ou mesmo constitucionalista…Me compre um bode!

  3. Mandioca disse:

    É isso ai, não dá no voto, vão tentar via justiça. Não é a toa que o Brasileiro vê o Judiciário como o mais corrupto dos poderes.

  4. MAZINHO VIEIRA disse:

    ESSE LULARAPIO O LUGAR DELE É UMA CADEIA DAQUELAS CHEROSA,NÃO VAI ESCAPAR AS INVESTIGAÇÕES DA LAVA JATO J CHEGOU NELE.

  5. frederico torremolinos disse:

    Antonio Muniz, endosso suas palavras sobre o comentário infundado, mas até apelativo, do outro Antonio…

    Realmente, é uma tristeza ver gente assim tão crédula em mentiras de um líder com pés de barro. Lula não focou, como bem diz a matéria, um só minuto os objetos de sua condução coercitiva, as denúncias do Delúbio, etc, mas “elencou” seus grandes feitos para desviar a atenção do real problema, posar de vítima perseguida e deitar discurso em cima de sua plateia amestrada. Ou seja,a aquela que conta com transporte pago por nós, água para evitar desidratação, refri e coxinhas de galinha para alimentar a galera e não deixá-la perder o ânimo para agredir os que protestam contra a incompetência e corrupção dos governos petistas… É mole ou quer mais, Macaco Simão?

    Frederico Torremolinos

  6. manoel sousa disse:

    Alguem pode acreditar que esses desvios de dinheiro das Empresas Estatais incluindo aí a Petrobras para arrecadar dinheiro para eleições do Partido dos Trabalhadores e tambem para arrebanhar deputados e senadores para a base desse Governo se manter no poder,Luiz Inacio Falastrão da Silva não sabia de nada como todo mundo sabe que no PT ninguem faz nada sem o aval dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens