Fechar
Buscar no Site

João Alberto diz que “Fake News passaram a ser uma das maiores ameaças à democracia”

Para o segundo vice-presidente do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), as fake news se tornaram grande ameaça à democracia, impulsionadas pelas redes sociais. Na avaliação do vice-presidente, a propagação de boatos e notícias falsas deve acontecer de forma intensificada nas Eleições de 2018. O senador defendeu maior punição a quem espalha notícias falsas.

— O indivíduo que espalha notícia falsa comete crime de difamação, a punição deve ser agravada porque o prejuízo passar a ser de toda a sociedade. O princípio básico da comunicação social está na verdade da notícia. A divulgação de fato inverídico tem efeito danosos. A fabricação de notícias é crime que deve ser combatido com a responsabilidade e firmeza. Mancha numa figura pública não se conserta com uma simples retratação.

Alberto participou nesta terça-feira (12) da abertura do Seminário Fake News e Democracia, promovido pelo Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional representando o presidente do Senado, Eunício Oliveira.

Para o presidente da Abratel (Associação Brasileira de Rádio e Televisão), Márcio Novaes, que participou de um dos paineis do seminário, é importante combater as fake news.

— Os instrumentos estão dados,  precisamos combater as fake news na prática. É assim que a gente constrói uma imprensa, não só livre, mas com credibilidade.

“Vimos nas eleições dos EUA que as fake news alcançaram um nível grave, chegando a influenciar o resultado das urnas. As mídias sociais contribuíram para a produção de informações falsas naquele país”, disse o segundo vice-presidente do Senado, João Alberto (PMDB-MA).

Para o senador, as “fake news” “passaram a ser uma das maiores ameaças à democracia, impulsionadas pelas mídias sociais”.

“Sem dúvida, a inclusão digital é algo positivo e não vejo possibilidade de retrocesso. Mas existe um lado da inclusão que precisa ser aprimorado. A fabricação de notícias é um crime que tem que ser combatido com responsabilidade e muita firmeza”, afirmou João Alberto.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

2 respostas para “João Alberto diz que “Fake News passaram a ser uma das maiores ameaças à democracia””

  1. Ze Renato disse:

    O próprio senador já é uma ameaça a democracia. Com seu mandato quase vencido vai ser uma Vitória para o povo e a democracia. Vassalo de uma oligarquia, de uma fidelidade canina esse senador INCITATUS de Sarney, é o que se tem de pior na politica brasileira.
    Reacionário obediente, servical imundo é a cara da decepção envergonhada.

  2. Armando Pinto disse:

    Resta saber o que João Alberto entende como verdade e mentira?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens