Fechar
Buscar no Site

“A intenção do poder público não é multar, mas sim garantir um trânsito mais seguro”, diz Canindé Barros

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, anunciou nesta quarta-feira (21) o cancelamento das autuações emitidas em duplicidade e as autuações geradas em um trecho da faixa da Avenida Colares Moreira, nas imediações da saída da Lagoa da Jansen, no Renascença. A Consórcio VL, empresa responsável por prestar o serviço, foi notificada pela secretaria. Em coletiva de imprensa, o titular da SMTT explicou a importância do monitoramento eletrônico.

Canindé Barros explicou que os condutores não precisam se preocupar em relação às multas registradas de forma inadequada. “A infração existiu, mas por conta desse problema técnico com a impressão das multas, determinamos o cancelamento de todas as multas que foram geradas em duplicidade. Até o início da próxima semana, as infrações serão automaticamente retiradas do sistema”, esclareceu o titular da SMTT.

As outras multas canceladas dizem respeito àquelas identificadas por equipamento instalado na saída da Lagoa da Jansen, que foi transferido para as proximidades do Planta Tower. Na saída da Lagoa da Jansen o equipamento, que verificava o uso da faixa de ônibus, estava flagrando, de forma inadequada, condutores no espaço tracejado.

“A própria população cobra o poder público acerca da fiscalização, pois esse é o modo de fazer com que os condutores respeitem as leis do Código de Trânsito Brasileiro. A multa é uma consequência das infrações identificadas no trânsito. O sistema implantado garante um trânsito mais seguro, já que, dessa forma, os condutores observam melhor o cumprimento das regras previstas no CTB”, acrescentou Canindé Barros.

O sistema de fiscalização eletrônica instalado em São Luís é um dos mais modernos do país. Os fotossensores observam o uso incorreto das faixas de ônibus, a ultrapassagem da velocidade permitida e o avanço de sinal vermelho em dezenas de pontos dos principais corredores urbanos da cidade. “O cumprimento dessas leis é uma postura que contribui para a promoção de um trânsito mais seguro para todos”, concluiu o secretário.

O secretário lembrou, ainda, que os condutores que desejarem recorrer de multas autuadas em outras situações pela Prefeitura de São Luís podem apresentar recurso na Secretaria Municipal de trânsito e Transporte, que será julgado pela Junta Administrativa de Recursos de Infrações (JARI) – órgão colegiado responsável pelo julgamento de recursos interpostos contra penalidades impostas pela SMTT.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

4 respostas para ““A intenção do poder público não é multar, mas sim garantir um trânsito mais seguro”, diz Canindé Barros”

  1. Mandioca disse:

    É fundamental que se investigue a autenticidade do diploma de Engenheiro desse imbecil, pois, mesmo a UEMA sendo uma arapuca ( das piores), não acredito que esse debil mental tenha conseguido PELO menos passar no vestibular ,
    Seguramente é uma das figuras mais incompetentes do quadro de incompetentes que mamam nas tetas ressecadas da Prefeitura de São Luís.
    Dizem que o que “corroeu” o minúsculo cérebro desse beócio foi o mesmo “produto” que o fez quase ficar aleijado.

  2. nonato disse:

    o brasileiro só respeita a sinalização de trânsito se houver a possibilidade de multa , caso contrario faz horrores nas vias , isso em qualquer cidade do Brasil , é da natureza do brasileiro burlar, transgredir, fazer e acontecer . Com radares e sinalização o transito fica ordeiro . NÃO É INDUSTRIA DA MULTA—-segue as normas da via e NÃO SERÁ MULTADO —

  3. ELEITOR disse:

    Na Ciência da Administração encontra-se a palavra: POLC.
    PLANEJAR, ORGANIZAR, LIDERAR E CONTROLAR, quando uma ação de tirar o projeto do papel e colocar em pratica, temos que ter TOTAL SEGURANÇA.
    Com os problemas aparentes e reais na fiscalização do trânsito em SÃO LUÍS, podemos concluir que se preocuparam em multar e esqueceram do princípio básico da Administração para poder EXECUTAR as tarefas. Portanto, não se trata de atitude acertada ou respeitosa e sim de corrigir os erros. Nada mais do que uma obrigação para com o povo de São Luís.
    Mais uma INJUSTIÇA na GESTÃO DA PREFEITURA DE SÃO LUIS.

  4. Jonas Batista Durans disse:

    Essa incompetente secretaria Municipal de transito está fazendo uma obra lá no bairro bequimão, mais precisamente em frente ao atacadão, que não vai dar certo, pois cerca de 70% dos veículos que fazem o retorno naquele semáfaro, entram na direção do cantinho do céu, portanto vai dá um nó no transito daquela localidade. prestem bem atenção no que eu estou dizendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens