Fechar
Buscar no Site

Gastão Vieira pede voto em pesquisa para o Senado

Foto: Reprodução

O ex-deputado federal e ex-ministro Gastão Vieira (PROS) utilizou as redes sociais nesta sexta-feira (16) para pedir o voto dos eleitores em uma pesquisa que está sendo realizada para o Senado. A consulta, a qual Gastão se refere, deve ser a do instituo Escutec, encomendada pelo grupo Sarney e que servirá de parâmetro para definir os nomes do clã que concorrerão em 2018. Veja no vídeo acima o pedido de voto de Gastão.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

3 respostas para “Gastão Vieira pede voto em pesquisa para o Senado”

  1. jonas vaquer disse:

    COMO?

    DEPOIS DE TEMER AUMENTAR IMPOSTOS DA NETFLIX A PEDIDO DA GLOBO, NETFLIX FICARÁ MAIS CARA NO MÊS QUE VEM. A assinatura do Netflix será reajustada no Brasil a partir deste mês. A mudança dos valores foi comunicada em um email enviado aos assinantes, e apenas os planos Premium e Padrão sofrerão com as alterações. Segundo o serviço de streaming, os novos valores foram alterados “para continuar oferecendo um serviço cada vez melhor, desenvolvendo novas funcionalidades como downloads”.
    O reajuste mais pesado será na modalidade Premium, que oferece quatro telas simultâneas e resolução 4K – ele custava R$ 29,90, e a partir de julho serão cobrados R$ 37,90.
    O aumento da versão Padrão, que permite assistir em duas telas simultâneas e com resolução HD é menos pesado: passa de R$ 22,90 para R$ 27,90.
    Enquanto o modo Básico, que dá direito a uma tela e não tem conteúdo em HD continuará custando R$ 19,90.
    https://falandoverdades.com.br/wp-content/uploads/2017/06/treme-netflix-660×330.jpg

  2. jonas vaquer disse:

    SUJOU.

    AH !!! MENTIU PARA CÁRMEN LÚCIA? NÚMERO DE REUNIÕES ENTRE MICHEL TEMER E CHEFE DA ABIN DISPAROU NA CRISE. Acusado de mobilizar a Abin para espionar o ministro Edson Fachin, conforme VEJA revelou, Michel Temer intensificou seus encontros com Sérgio Etchegoyen, ministro do Gabinete de Segurança Institucional, a quem a Abin é subordinada, nos últimos tempos. Entre janeiro e abril, eles se encontraram apenas 3 vezes (menos de uma vez por mês). Em maio foram 7 os encontros. Na primeira semana de junho, mais quatro. Em janeiro, Temer recebeu o general em apenas uma oportunidade, no dia 6. Eles só voltaram a se encontrar oficialmente no dia 13 de março, em reunião com Eliseu Padilha, Raul Jungmann e Osmar Serraglio, e no dia 14 de março, sozinhos novamente.
    CLICK POLÍTICA

  3. Observador de corruptos disse:

    Se no Estado cada cidadão/eleitor na escolha para o senado terá direito a dois votos , caso possa , eu darei os meus dois para o ex-Ministro do Turismo Gastão Vieira, havendo impedimento o outro darei a um outro desde que não seja Waldir, Rocha e Reinaldo…Gastão , vá em frente, enfrente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens