Fechar
Buscar no Site

Flávio Dino segue na liderança e vence no primeiro turno, diz nova pesquisa DataIlha/Difusora

O candidato à reeleição Flávio Dino (PCdoB) lidera a corrida pelo governo do Maranhão e deve vencer as eleições no primeiro turno com 60,47% dos votos válidos, é o que aponta nova pesquisa DataIlha encomendada pela TV Difusora e divulgada nesta segunda-feira, dia 3, no Jornal Bom Dia MA.

O levantamento aponta que se as eleições fossem hoje, Dino venceria com quase o dobro de votos de Roseana Sarney (MDB), que aparece em segundo lugar com 31,08%.

Logo atrás estão os candidatos Roberto Rocha (PSDB), com 4,4%; Maura Jorge (PSL), com 3,56%; Ramon Zapata (PSTU), com 0,6% e Odívio Neto (PSOL), com 0,25% das intenções de voto.

Na votação nominal, quando são considerados os indecisos, brancos e nulos, Dino também segue na frente, com 49,19% dos votos. Em seguida aparecem Roseana Sarney, com 25,28%; Roberto Rocha, com 3,29%; Maura Jorge, com 2,90%, Ramon Zapata, com 0,5% e Odívio Neto, com 0,20%. Brancos e nulos somaram 8,20%. Não sabem ou não responderam totalizaram 10,45%.

A pesquisa DataIlha/Difusora projetou ainda cenário onde há confronto direto entre Flávio Dino e Roseana Sarney. Aqui a vantagem de Dino é ainda maior, com 66,69% dos votos válidos contra 33,31% de Roseana.

Corrida presidencial

O estudo aferiu ainda a intenção de voto dos maranhenses na disputa pelo Palácio do Planalto. Quando foi levada a campo, a pesquisa considerou panorama com o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) como candidato, mas em sessão ordinária na última sexta-feira (39), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu barrar a candidatura do petista.

Caso fosse candidato, Lula venceria as eleições no primeiro turno com 69,41% dos votos válidos. Atrás dele aparecem Jair Bolsonaro (PSL), com 18,58%; Ciro Gomes (PDT), com 5,44%; Marina Silva (Rede), com 3,98%; Geraldo Alckmin (PSDB), com 1,83% e João Amoêdo (Novo), com 0,43%. Os candidatos Henrique Meirelles (MDB), Alvaro Dias (Podemos) e Cabo Daciolo (Patriota) obtiveram 0,11% cada um. Guilherme Boulos (PSOL) e Vera Lúcia (PSTU) não pontuaram.

DataIlha/Difusora estimulou ainda cenário onde Fernando Haddad (PT) é candidato com apoio de Lula. Nesse caso, Haddad aparece na frente com 29,84% dos votos válidos, seguido por Jair Bolsonaro, com 24,87%; Marina Silva, com 18,98%; Ciro Gomes, com 14,40%, Geraldo Alckmin, com 9,82%; João Amoêdo, com 0,52%; Henrique Meirelles, com 0,20%; Guilherme Boulos, com 0,13%; Alvaro Dias, com 0,52%; Vera Lúcia, com 0,39% e Cabo Daciolo, com 0,33%.

Registrada no TRE sob o nº MA-03940/2018, a pesquisa DataIlha/Difusora foi realizada com 2.037 entrevistados em 37 cidades do Maranhão por meio de escutas individuais entre os dias 27 e 30 de agosto de 2018. O intervalo de confiança é de 95 % e a margem de erro é de 3.3%.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

13 respostas para “Flávio Dino segue na liderança e vence no primeiro turno, diz nova pesquisa DataIlha/Difusora”

  1. Carlos Sousa disse:

    A taca no lombo dessa oligarquia DESGRAÇADA vai ser bem assim msm… igual ou pior que a de Lobinho do Mal… é 65% Dinovo pro bem do Maranhão… XÔ Rosengana e sua CORJA !!!

  2. Mandioca disse:

    Algum tempo depois de me ” instalar” no Maranhão, conheci um jornalista, Walter Rodrigues, e pela primeira vez encontrei alguém capaz, competente e INTELIGENTE neste estado.
    De lá para cá, ninguém mais me chamou a atenção pois os nativos desta terra, são invariavelmente obtusos, daí o verdadeiro motivo do Maranhão ser a escória do Brasil em TODOS os quesitos.
    Hoje, lendo por acaso um texto de um Maranhense, descobri que além do Walter que já se foi, existe mais um com cérebro .
    O texto abaixo é perfeito e mostra exatamente a personalidade e a incomensurável INCOMPETÊNCIA do Governador do Maranhão, e por tabela, daqueles néscios que o veneram.
    Vamos à leitura, claro, àqueles que sabem ler é lógico.

    “””
    Por Joaquim Haickel

    Algumas pessoas que eu respeito e considero vinham recorrentemente pedindo que eu parasse de fazer críticas ao governador Flávio Dino e a seu governo, e eu até estava disposto a atendê-las.
    . Por fim, meu bom amigo deputado Rogério Cafeteira diz que eu me excedo ao propagar minhas opiniões…

    Sabe, bem que eu até tentei, porém confesso ser um fraco no que diz respeito a controlar minha necessidade de dizer o que penso, ainda mais depois que eu vi os dois primeiros vídeos da propaganda política do governador! Em um deles usa a imagem do leão da Metro, um flagrante crime contra o direito autoral e no outro, ao invés de falar de suas propostas, ataca os adversários!…
    Como já disse antes, nestes quase quatro anos, nunca disse que Flávio Dino ou seus secretários são corruptos, nunca os acusei de malversação, de prevaricação ou de peculato. Jamais disse que eles cometeram apropriações indébitas ou desviaram recursos públicos. O que sempre comentei foi sobre a falta de coerência do governador, sobre sua dificuldade em ter um raciocínio e um comportamento dignos de um estadista. Sempre disse que ele e os seus auxiliares não conseguem até hoje se desvencilhar do palanque eleitoral nem da prática da política universitária. Sempre ressaltei sua hipocrisia, maniqueísmo, sectarismo, arrogância, prepotência e messianismo, defeitos capazes de aleijar qualquer pessoa, ainda mais um político.

    Flávio Dino passou quatro anos perdendo um precioso tempo, tentando destruir seus adversários, quando deveria ter destinado tamanha energia e empenho dispendidos no afã de perseguir a quem se opõe a ele e a suas ideias, para trabalhar pelo Maranhão e por seu povo.

    Obstinado em eliminar seus opositores, pensando que assim teria um reinado mais duradouro, mas sendo um mau aluno de história, não atentou para a lição que nos ensina que ações de extermínio político, mais que destruição moral através de discursos vazios, insultos ou até mesmo de alguns fatos, requer substituição do poder no mesmo nível do anterior, patamar que nem em dez mandatos ele conseguiria alcançar, pois o seu parâmetro de comparação é o de chefe e a pessoa a ser superada nem está no patamar de chefe, mas sim de líder, que seria, Zé Sarney! Essa inclusive é uma tarefa para a qual um mosquitinho qualquer não estaria preparado, a menos que fosse o Aedes Aegypti, vetor de quatro vírus de doenças graves, o da Febre Amarela, da Dengue, da Zika e da Chikungunya, que acometesse fatalmente um velhinho de oitenta e oito anos que ainda se movimenta no ringue político como um verdadeiro bailarino, mistura de Mohamed Ali, Joe Louis e o nosso Zulu.

    Resumindo a ópera: Flávio Dino se constituiu no maior cabo eleitoral de Roseana Sarney, que havia decidido não mais se candidatar! Tanto ele fez que a trouxe de volta! E ela veio com força! Uma força que em sua maioria não é diretamente dela, mas sim de pessoas que abominam Flávio Dino!

    Abominam até menos ele, mas abominam muito seus indissociáveis predicados e adjetivos: Hipócrita, arrogante, prepotente, sectário, maniqueísta, messiânico, tirânico e perseguidor.

    Alguém que seja assim, por mais que faça algumas escolas municipais, asfalte alguns quilômetros de ruas e estradas, e faça muita propaganda, não consegue se impor como um verdadeiro líder, quando muito será reconhecido apenas como chefe. E chefe de uma aldeia de índios em sua maioria, migrantes e sazonais, advindos de outras tribos, para onde tudo indica,terão que voltar!…

    Mudando um pouco o rumo da prosa… Haverá segundo turno e assim sendo o governador vai ter que rebolar para vencer a eleição!…

    PS: Na foto que ilustra essa matéria vemos claramente a expressão de admiração que o chefe tem pelo líder!…”””

  3. Antonio Carlos, Carlos disse:

    Nada é para sempre, o fim da era Sarney vai ser extipado do Maranhão, como se fosse um câncer. Essa familia despudorada que empobreceu o Estado deixando na miséria vamos todos jogar essa infame oligarquia no lixo da estória, que vá fazer política nos quinto do inferno. Depois de tudo consolidado vamos tomar tudo que eles roubaram do povo e cortar todos os previlégio que sufoca e envergonha. Com eles morto e sepultado a economia e o desenvolvimento vai florescer.

  4. Carlos Gustavo disse:

    kd a pesquisa pra senador… não tem pq weverton ta em quinto e não deixa vcs divulgarem …

  5. Julio disse:

    Melhor governador do Brasil é Flavio Dino.

  6. Capelobo disse:

    Extipado?
    Estória?
    Previlegio?
    John, ao analisar a HISTÓRIA desse teu blogue de merda, só encontro
    analfabetos.
    De onde tu paristes esse Antônio Carlos ?
    É parente do Justo Jumento?

  7. Mauro dias disse:

    Pesquisa é faia falço que arroz de terceira fora comunista corrupto

  8. Jonx disse:

    MANDIOCA de qual tribo do Brasil você
    Veio, se o Maranhão não tem pessoas
    Inteligentes muito menos você,
    Parece que depende da ROSEANA saiu
    De sua tribo e depende de uma maranhense para matar tua fome,

  9. Edgar disse:

    Esse MANDIOCA veio matar a fome dele
    Aqui no Maranhão, FLÁVIO DINO tem que
    Exportar esse intruso para a terra dele mais rápido possível, antes de mandar de volta furar o nariz dele e
    Colocar uma argola de ferro

  10. hosy disse:

    mentira essa carniça de flavio dino nai esta na vantagem nao

  11. RAIMUNDO BALBY disse:

    WALTER RODRIGUES FEZ ESCOLA: O CÁUSTICO E CORROSIVO TEXTO DO FILHO DE NAGIB NÃO DEIXA DÚVIDAS: ELE NÃO ENTENDE SÓ DE CINEMA.

  12. Sertao disse:

    Para os que se dizem “instalados” no Maranhão, sem visão nem conhecimento da realidade o caminho por onde veio poderá servi-lo no seu retorno, e que seja em breve. O Maranhão é de todos nos.

  13. LAMPIÃO disse:

    Tu é da panela tambem? O “Johnny” eu sei que é. Recebe seu gordo jabazinho pra ficar sentado debaixo da mesa do mentiroso falador…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens