Fechar
Buscar no Site

Edivaldo entrega obra de intervenção nas avenidas Guajajaras e Lourenço Vieira

Um trânsito mais organizado, com mais fluidez e segurança. Um novo traçado geométrico e ações de sinalização modificaram o tráfego do Complexo Viário do São Cristóvão, com a interligação das avenidas Guajajaras e Lourenço Vieira da Silva. A obra, realizada pela Prefeitura de São Luís, soluciona os problemas de congestionamento naquela área. As alterações que melhoraram um dos principais corredores viários da capital já foram sentidas pelos pedestres e condutores. Neste domingo (8), o trânsito foi totalmente liberado com as novas modificações. O prefeito Edivaldo esteve no local, acompanhado de secretários e avaliou os benefícios que a reorganização trouxe para a mobilidade urbana.

“Esta é mais uma obra realizada pela nossa gestão e que deu certo, a exemplo de outras várias que vêm sendo executadas ao longo dos quase cinco anos que estamos à frente da Prefeitura de Sâo Luís. São medidas com fins a melhorar a mobilidade urbana e garantir mais fluidez ao trânsito da capital. Estamos substituindo modelos que geravam engarrafamentos e com isto, qualificando o tráfego”, afirmou o prefeito Edivaldo. A obra é feita em parceria público-privada com o grupo Pitágoras.

O secretário de Trânsito e Transportes (SMTT), Canindé Barros, ressaltou a importância da obra.  “Essa intervenção descongestiona o trânsito neste que é um dos principais corredores da cidade. Neste ponto havia uma concentração muito grande de veículos. Com obras deste porte, estamos acabando com o problema de engarrafamentos, a exemplo de outros pontos da cidade que foram contemplados. É mais uma obra que o prefeito Edivaldo entrega para a cidade melhorando a vida de pedestres e condutores”, destacou o secretário.

A rotatória foi eliminada, pois somava para congestionar o trânsito das avenidas, dando lugar a um conjunto semafórico de dois tempos. A modificação alterou o acesso do tráfego que vai para a Cidade Operária, a partir da Guajajaras. Agora, os condutores devem seguir pela Avenida 2 para os veículos no sentido Santos Dumont – BR 135, a partir de retorno de quadra, passando na rua por trás do Banco do Brasil. A via se tornou de mão única do terminal de integração do São Cristóvão até a Avenida Guajajaras.

“Para fazer a travessia neste trecho era complicado e com essa alteração e a modificação geométrica com novo conjunto de sinalização, favorece o pedestre e o condutor. O projeto garantiu nova visibilidade ao trecho”, avaliou Canindé Barros. Sinalização vertical e horizontal com modernas e mais visivéis faixas de pedestres também integram o projeto de reestruturação do Complexo Viário do São Cristóvão.

Outra alternativa de acesso é pela Interbairros da Rua 21, no Jardim São Cristóvão, com a Rua 38, no Jardim São Cristóvão II. O caminho interliga Cidade Operária, Jardim São Cristóvão com saída direta para o São Bernardo. Nos próximos 30 dias, agentes de trânsito se concentram no trecho para informar e orientar pedestres e condutores, além de organizar o tráfego na nova configuração.

AÇÕES DE DRENAGEM

Para que fosse executada a ampla obra do Complexo Viário do São Cristóvão, ações de drenagem profunda e superficial promovidas pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) prepararam a área. O titular da Semosp, Antonio Araújo, enfatiza que este foi um trabalho parceiro, conjunto e de preparação da área viabilizando as ações de reorganização do trânsito.

A drenagem restaurou a rua por trás do Banco do Brasil que antes não era utilizada, mas estava se tornando um depósito de lixo a céu aberto. “Com essa ação de mobilidade, a via agora é liberada para o trânsito e o Complexo Viário do São Cristóvão está com mais fluidez e sem os gargalos de engarrafamento”, destacou Araújo. A drenagem garante mais durabilidade ao asfalto, uma vez que possibilita o correto escoamento das águas evitando desgate precoce do pavimento.

Marcaram presença na liberação oficial da via os secretários municipais de Saúde (Semus), Lula Fylho; da Habitação e Urbanismo (Semuhr), Mádison Leonardo Andrade; da Fazenda (Semfaz), Delcio Rodrigues; da Paisagem Urbana (Impur), Luiz Carlos Borralho; e de Desporto e Lazer (Semdel), Rommeo Amin.

TRAVESSIA FACILITADA

A conversão das pistas de duplo sentido da Avenida Lourenço Vieira da Silva – em via de mão única com quatro faixas de rolamento – no sentido Cidade Operária-Centro vai garantir maior condição de trafegabilidade e mais segurança aos pedestres. Para quem utiliza o trecho como caminho regular, a mudança e a melhora são visivéis.

“Eu moro aqui mesmo no bairro e já vejo que esses serviços estão dando resultado, pois o trânsito está melhor. Aqui era engarrafamento qualquer dia, qualquer hora. Ações como estas são muito boas e saber que não vou mais enfrentar trânsito parado aqui me alegra, pois passo aqui diariamente”, disse o funcionário público Fernandes Sousa, 52 anos.

A dona de casa Maria José Rodrigues, 54 anos, pontuou a precocupação com o pedestre nos serviços. “A sinalização está ótima e dá para todos verem. Agora motorista não tem desculpa para não obedecer. Sempre atravesso na faixa e ver uma avenida enorme dessa melhorada e bem sinalizada é muito bom”, enfatizou.

Um conjunto de semafóros ficou no lugar da antiga rotatória. O equipamento de dois tempos garante mais fluidez ao trânsito. O projeto de intervenção contemplou o trecho com pavimentação, rampas de acessibilidade, sinalização horizontal e vertical e instalação de faixas de pedestres.

MOBILIDADE URBANA

A Prefeitura realiza alterações no trânsito com intervenções em outros corredores de tráfego da cidade, desafogando pontos de estrangulamento. Como exemplos, a Avenida Jerônimo de Albuquerque, em obra iniciada esta semana e que compreende da rotatória da Cohama ao cruzamento do Bequimão. As melhorias foram promovidas em mais de 30 pontos de congestionamentos da cidade.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

3 respostas para “Edivaldo entrega obra de intervenção nas avenidas Guajajaras e Lourenço Vieira”

  1. cesar disse:

    Obra muito boa
    Resolveu
    Vontade de saber do canindé se é possível substituir as rotatórias existentes nos viadutos de são luis por cruzamentos

  2. felipa disse:

    obra bastante importante para o transito daquela regiao. edivaldo de parabens

  3. Benigno Dias disse:

    Em verdade, onde está precisando de uma INTERVENÇÃO emergencial, é nas aldeias GUAJAJARAS. Ali falta: saúde, educação, merenda escolar; saneamento básico, enfim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens