Fechar
Buscar no Site

Coroatá: cassados diplomas de prefeito e vice

A juíza Anelise Nogueira Reginato, titular da 8ª zona eleitoral, apreciando a Ação de Investigação Judicial Eleitoral número 262-79, decidiu, na segunda, 6 de agosto, com base no artigo 22, XIV da Lei Complementar 64/90 e no artigo 487, I do Novo Código de Processo Civil, declarar a inelegibilidade de Flávio Dino de Castro Costa, Marcio Jerry Saraiva Barroso, Luís Mendes Ferreira Filho e Domingos Alberto Alves de Sousa, cominando-lhes sanção de inelegibilidade para as eleições que se realizarão nos 8 anos subsequentes às Eleições de 2016; e ainda cassar os diplomas do prefeito Luís Mendes Ferreira Filho e vice Domingos Alberto Alves de Sousa de Coroatá, aplicando-lhes ainda multa de 100 mil UFIRS. Da decisão cabem recursos ao Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (em segunda instância) e posteriormente ao Tribunal Superior Eleitoral (em última instância).

A AIJE foi proposta pela Coligação “Coroatá com a força de todos” contra Flávio Dino de Castro Costa, governador do Maranhão, Marcio Jerry Saraiva Barroso, na condição de secretário estadual de Articulação Política, Clayton Noleto Silva, na condição de secretário estadual de Infraestrutura, Jefferson Miler Portela, na condição de secretário estadual de Segurança Pública, Luís Mendes Ferreira Filho e Domingos Alberto Alves de Sousa, respectivamente prefeito e vice-prefeito de Coroatá, sob os fundamentos de que, durante a campanha eleitoral para a chefia do poder executivo municipal em 2016, houve abuso de poder econômico, político e administrativo.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

6 respostas para “Coroatá: cassados diplomas de prefeito e vice”

  1. Mandioca disse:

    Essa corja da Almovelar, pai e filho, não valem absolutamente NADA, NADA.
    Só que foram ELEITOS PELO POVO, e um juízeco ou uma Juizeca de merda NÃO PODE interferir na vontade soberana do povo.
    Se houve corrupção eleitoral (tenho certeza que houve ) a impugnação dos quadrilheiros deveria ter acontecido ANTES do pleito.
    Quem colocou os bandidos na prefeitura foi o povo de Coroata e só o povo de Coroata pode defenestra-los.

  2. Já começaram ás baixarias, será que vão fazer do mesmo jeito que fizeram com o saudoso jackson Lago? esses abutres não querem largar ás mordomias, não tem competências para ganhar ás eleições como manda os bons preceitos dá moral e dos bons costumes, ficam enganando o POVO, tapeando com conversas moles, os eleitores mudam de opiniões de votos, elegendo pessoas que querem e tem coragem para trabalhar em prol dos mais carentes. Com eles é deste modelos, não ganham nas urnas, mas tentam ganhar no tapetão, será que eles não se envergonham disso? ou será que ainda pensam que os eleitores são bestas? rapaz, só muito óleo de peroba nas carapaças destes honoráveis bandidos.

  3. Capelobo disse:

    ANALFABETOOOOOOOOOOOOOOOOO
    VELHO DECRÉPITO ANALFABETOOOOOOOOO
    XIBUNGOOOOOOO
    VELHO XIBUNGO
    ANALFABETTTTTTTTTTOOOOOOOO
    VELHO ANALFABETO
    ANALFABETOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

  4. Rodrigo almeida disse:

    Ninguém está acima da lei.
    Esse governo comunista pensa que está na Venezuela

  5. carmosina disse:

    Eu soube que o codinominado capelobo (sei quem é) usa peruca de touro ?

  6. abimael disse:

    Teresinha e seu macho querem voltar a mamar. Eu sei onde eles vão mamar, numa majuba bem grande. fdp. criem vervonha já é tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens