Fechar
Buscar no Site

Sarney e a briga que existe entre o diretor-geral da PF Fernando Segovia e o delegado que investiga Temer

O delegado da Polícia Federal Cleyber Lopes, encarregado do inquérito sobre o porto de Santos, é desafeto histórico do diretor-geral da instituição, Fernando Segovia.

(Correção: após a publicação desta reportagem, a agência Reuters corrigiu informação sobre arquivamento de inquérito contra Temer, mas manteve que diretor da PF diz não haver indício de crime nem de pagamento de propina. A informação foi corrigida à 1h23 de 11/2).

Quando Segovia era superintendente no Maranhão, Cleyber presidiu um inquérito envolvendo a família Sarney. Que por isso não gosta de Cleyber. Mas gosta de Segovia, a quem Sarney apoiou para assumir a diretoria-geral.

entrevista dada ontem por Segovia à agência Reuters tinha um propósito: deixar registrado em público que Cleyber seria alvo de um processo disciplinar por ter feito perguntas supostamente duras a Michel Temer no inquérito do porto de Santos. Na entrevista, Segovia sugeriu que Cleyber não reunia indícios suficientes para tal interpelação.

A expectativa do Palácio do Planalto era que a entrevista abrisse caminho para afastar Cleyber da investigação que paira sobre a cabeça de Temer. Vide as declarações dadas logo em seguida pelo titular da Secretaria de Governo, Carlos Marun. Para o ministro, o inquérito conduzido por Clayber seria “mais uma flecha saindo pela culatra”.

Mas o efeito foi contrário ao esperado pelo entorno de Temer. Neste sábado, o ministro Luís Roberto Barroso, que cuida desse inquérito no Supremo, cobrou explicações de Segovia.

No Ministério Público e na própria Polícia Federal, muitos se perguntam como Segovia vai explicar tamanho conhecimento sobre um inquérito em curso e presidido por outra pessoa. Fora seus encontros frequentes com Temer.

Para completar, no bastidor do governo se discute uma medida provisória que daria “autonomia” à PF, com um mandato de três anos para o diretor-geral. Ou seja, o próximo presidente da República, querendo ou não, “herdaria” Segovia.

Renata Lo Prete é âncora do Jornal da Globo

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

5 respostas para “Sarney e a briga que existe entre o diretor-geral da PF Fernando Segovia e o delegado que investiga Temer”

  1. Ze Renato disse:

    Esse vagabundo desse Sargovia faz parte da quadrilha que tomou de assalto o Brasil, indicado pelo não menos, ladrão e corrupto Ze Sarney que faz parte do quadrilhão do PMDB. Quer por que querem proteger de qualquer maneira a horda de bandidos que hoje desgoverna o país bananeiro. Bando de canalhas hipócrita, o pais todo dominado por ladrões e corruptos, como bem disse um dos bandido, “com o supremo, com tudo”, bando de golpista descarados.

  2. joaquim disse:

    os MILITARES ASSISTEM A TUDO PASSIVAMENTE —E OS HONORÁVEIS BANDIDOS DEITAM E ROLAM ……INTERVENÇÃO MILITAR URGENTE– PRISÃO PARA TODOS OS LADRÕES E LADRONAS DE DINHEIRO PÚBLICO—PRISÃO PARA OS HONORÁVEIS BANDIDOS-

  3. Santos disse:

    Esse diretor já foi nomeado com esse propósito livrar esses bandidos do colarinho branco.

  4. Jonx disse:

    Quando está próximo de desmontar uma quadrilha de ladrão e ladrona
    Aparece o Segóvia fazendo vista grossa,foi secretário do sarney no Maranhão, está espricado,foi de encomenda para MDB,o sarney faz acontecer, não desenvolveu o Maranhão mais ele sabe fazer manobras para o presidente fazendo
    Lambança atrapalhado,

  5. KLEITON disse:

    o pior que os ratões e ratazanas da politica adquire IMUNIDADE E IMPUNIDADE —-uma raça longeva , nada os abate , nem o câncer consegue abatê-los , espoca em vários órgãos, opera dezenas de vezes e nada, firmes e fortes para A LADROAGEM de dinheiro público —A LEI NÃO OS ALCANÇA – são impunes –inocentes para sempre —OS MILITARES DORMEM O SONO ETERNO —–então estamos perdidos , no mato sem cachorro – NOSSA ÚNICA FORÇA NOSSOS VOTOS EM FICHA LIMPA EM 2018— nada mais a fazer —-VOTAR FICHA LIMPA 2018 —-mas ainda há risco de CORRUPÇÃO NAS URNAS ELETRÔNICAS —– estamos no mato sem cachorro MESMO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens