Fechar
Buscar no Site

Bolsonaro diz que não vai convidar Maduro e Cuba para cerimônia de posse

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL-RJ) afirmou neste domingo, 16, que o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, não serão convidados para a sua posse na Presidência da República por serem ditadores. Bolsonaro deu entrevista quando saiu de casa para ir ao banco e a encerrou quando foi questionado sobre Fabrício Queiroz, o assessor de Flávio Bolsonaro, investigado pelo Ministério Público em um esquema de “mensalinho” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão em sua conta bancária de 2016 a 2017.

“Ele (Maduro) com certeza não vai receber (um convite para a posse). Nem ele, nem o ditador que substituiu Fidel Castro… Fidel Castro, não, Raúl Castro”, disse Bolsonaro, em rápida entrevista concedida ao parar em um quiosque, na Praia da Barra, na zona oeste, para tomar água de coco – pouco antes ele havia ido ao banco. Ao ser questionado sobre as razões, o presidente respondeu: “Porque é ditadura, não podemos admitir ditadura. O povo lá não tem liberdade.”

Antes de Bolsonaro, o futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, havia afirmado que Maduro não havia sido convidado para a posse em 1.º de janeiro, em Brasília. Na opinião de Araújo, “não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira”. A declaração foi dada em sua conta no Twitter. “Todos os países do mundo devem deixar de apoiá-lo e unir-se para libertar a Venezuela”, escreveu.

Bolsonaro voltou a questionar o programa Mais Médicos e disse novamente, sem apresentar provas, que muitos profissionais cubanos do programa eram agentes infiltrados no Brasil. Também afirmou que eles trabalhavam como “escravos”.

O acordo com Cuba para o fornecimento de mão de obra para o Mais Médicos previa o pagamento de R$ 11,5 mil, dos quais 70% ficavam com o governo cubano e 30% (R$3,45 mil) com os médicos daquele país.

“Os cubanos foram embora por quê?”, questionou, se referindo aos médicos. “Porque sabiam que eu ia descobrir que grande parte deles, ou parte deles, era de agentes e militares. E não podemos admitir o trabalho escravo aqui no Brasil com a máscara de trabalho humanitário.”

Sobre a boa aprovação da população, Bolsonaro afirmou que “isso reflete com certeza o bom ministério escolhido”. Segundo ele, a escolha dos ministros não seguiu um critério político, mas sim técnico. “Isso dá uma esperança para o povo.” / COLABOROU ANDRÉ ÍTALO ROCHA. Estadão

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

7 respostas para “Bolsonaro diz que não vai convidar Maduro e Cuba para cerimônia de posse”

  1. José Iran disse:

    Está correto presidente.E o cocalero da Bolívia vai ser convidado?então mandem em anexo,para ele devolver nossa refinaria que Lula deu pra ele.Ela é nossa.

  2. Mandioca disse:

    Por este princípio ele JAMAIS será convidado para eventos internacionais, já que o mundo não aceita mais NAZISTAS E FASCISTAS.

  3. antonio muniz disse:

    Constitui vexame não convidar desafetos para nossas festas?
    Ora, convidar o presidente de Cuba e da Venezuela é legitimar os constantes abuso que seus governo causam aos direitos humanos , tão bem criticado durante a campanha do deputado Jair Bolsonaro quando candidato à presidência república.Um convite à esses cidadãos seria como se “Donald Trump” tivesse convidado” Kim Jong-un ” para sua posse.Quem elegeu “Bolsonaro” presidente da república , assim fazendo estava discordando de tudo o quanto tenha sido adotada por governos anteriores.Quem votou em Bolsonaro , espera que as mazelas da corrupção sejam de fato banidas da legalidade na administração pública. Como se sabe , a corrupção tem se constituído como sendo um dos fores de atraso para o desenvolvimento do país como um todo.O ineditismo que é apresentado pela revista “Veja”, perece ser um enorme descortesia, mas se justifica diante de fatos concretos quer no contexto histórico , quanto na atualidade. No caso em particular, Cuba praticamente rompeu relações unilateral com o Brasil no caso envolvendo o “Programa mais Médico” já que Cuba ordenou a volta de seus profissionais de saúde do Brasil, em vez de ter procurado resolver esse impasse por via das negociações. Já no caso da Venezuela, é necessário que esse país reveja sua política de repressão política contra seus cidadãos. Convidá-los seria reconhecer e legitimar os atos desses ditadores. _É claro que a revista Veja e outros veículos de comunicação existentes _aqui e no exterior_ esteja sendo ameaçados em seus interesses…Bolsonaro tem dado sinais de que quem foi eleito para governar foi o cidadão Jair Bolsonaro e não Itamarati.O governo Bolsonaro tem dado sinais de que quer romper com certos paradigmas , que por si só é capaz de lhe render críticas. Tem sido constante as críticas de que seu governo se militarizou, mas , se essa militarização for no sentido de moralizar o país, que mais militar faça parte do governo. Quem no Brasil se sente seguro? Então , até aqui, críticas em nada fere nossa liberdade de consciência , de imprensa e de opinião…

  4. DELCÍDIO disse:

    Teria que ter muita CARA DE PAU para convidar os DITADORES SANGUINÁRIOS DE CUBA E VENEZUELA——-muita cara de pau—-o PT–LULA–LADRÃO E DILMA FALA GROSSO ENVIARAM PARA ESSES PAÍSES BILHÕES DE DÓLARES que nunca serão pagos ……. prejuízo para o povo brasileiro—- pois o LULA -LADRÃO E A DILMA ANTA ENVIARAM DINHEIRO DO POVO BRASILEIRO…….. e ainda convidar esses —-TRASTES—ESCÓRIAS —-QUE ENVERGONHA TODO O MUNDO CIVILIZADO—- O POVO DE CUBA E VENEZUELA PASSAM FOME—MATAM CACHORROS NAS RUAS PARA COMER A CARNE E VENDER……..UMA VERGONHA …..e ainda encontra os LIMPA BUNDA DE DITADORES—LIMPA BUNDA DE PT—LIMPA BUNDA DE LULA-LADRÃO –DILMÃO ——não falta LIMPA BUNDAS nesse país para o que não presta.

  5. Capelobo disse:

    Resumindo: Quem votou no BOLSANAL É VIADO, Simples, claro como água da fonte.

  6. Miguelangelo pensador disse:

    Capimerda: Sem resumo sem nada! Você é sem dúvida o maior idiota de todos os que escrevem resposta neste diário. Eu como qualquer pessoa que conhece história universal e depois de ter consultado as teses do Psiquiatra “Doutor Palomba”, cheguei a conclusão de que tu tenha sofrido abuso sexual masculino quando de tua infância… Esse teu comportamento é próprio daqueles que odeiam aqueles que temos mesmo distúrbios de personalidade que ele…Na história,sabe-se que Hitler era bicha e como não conseguia ser macho, odiava homossexuais…Se minhas pesquisas estiverem certas , esse teu arroubo de “Macho como H” é apenas um disfarce… Votei em Bolsonaro,mas não te odeio por serem um macho frustrado…Num estado democrático de Direito, até pessoas com distúrbios de personalidade terão que ser respeitados… Olha, te confesse homossexual …Calce as sandálias da humildades e deixe de ser idiota.

  7. Capelobo disse:

    Miguelangelo, o CHUPADOR, é mais um dos viária que será exterminado a mando do BOLSOANAL.
    Um tiro só, no miolo do fiofo do cagante para não estragar o couro.
    Coro de vida tá valendo uma nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens