Autor: John Cutrim

Dilma trai Dino para cair no conto de Lobão e João Alberto

Resultado de imagem para dilma sarney joão alberto lobão

Dilma continua mais perdida do que nunca. A decisão de ceder ao pedido dos senadores Lobão Filho e João Alberto, ambos do PMDB, e Roberto Rocha (PSB) para que a cúpula do PT interviesse em cinco cidades do Maranhão é mais uma prova de que a presidente afastada é um fiasco não só em termo de gestão, mas politicamente continua faltando-lhe habilidade.

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, o comando do PT interveio em Codó, determinando que os petistas rompesse a aliança com o PC do B, na qual ocuparia a vice da chapa, para apoiar o candidato do PSDB. Em Timon, terceiro maior município do Maranhão, a direção petista decidiu que o partido saísse de uma chapa composta por PSB e PC do B de Luciano Leitoa em favor de outra integrada por PSD e PMDB, do sarneisista Alexandre Almeida.

O mais grave é que mesmo cedendo aos pedidos dos três senadores maranhenses, Dilma dificilmente poderá contar com os votos de Lobão, João Alberto e Roberto Rocha no Senado. Eles sabem que são mínimas as chances do processo de impeachment ser revertido no cenário. O presidente Michel Temer (PMDB) tem ampla maioria dos senadores.

Essa não é a primeira vez que Dino é traído pelo PT. O Diretório Nacional já interveio outras vezes e obrigou o PT a apoiar Roseana Sarney. Em 2014 o PT esteve na chapa de Lobão Filho (PMDB) fazendo campanha contra Flávio. Lula pediu votos a Lobinho.

O ponto positivo é que o governador Flávio Dino descola da turma de corruptos e larápios do PT, partido que no Maranhão adora ficar do lado adversário ao comunismo (Sarney, Roseana, Lobão, João Alberto). Desconectando-se de Lula, Dilma, PT, Dino agrega a simpatia e apoio da maioria dos brasileiros, inclusive para voos mais altos.

Sarney, a sombra da eleição em Macapá e a ‘aliança frankenstein’

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), recebeu nesta terça-feira alta médica do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo

Uma aliança frankenstein em busca da reeleição. É assim que aliados e desafetos definem em Macapá a parceria da Rede Sustentabilidade, partido criado pela ex-senadora Marina Silva sob o discurso de “nova política”, com legendas como DEM, PSC e PSDB. Clécio Luís, candidato à reeleição na cidade, já havia colocado o refratário Psol, partido a que era filiado, no mesmo balaio dos democratas nas eleições que o levaram pela primeira vez à chefia do Executivo municipal, em 2012. “Clécio fez a opção por uma aliança conservadora para ter sustentação na Câmara”, justifica o ex-aliado João Capiberibe (PSB-AP), senador e ex-governador do estado.

Novamente de braços dados com o DEM, Clécio tenta nas eleições de outubro manter distante da principal cidade do estado a sombra do oligarca mais longevo da história brasileira, o ex-presidente e ex-senador José Sarney, há não muito tempo alvo de um pedido do Ministério Público para que usasse tornozeleira eletrônica por suspeitas de atuar para atrapalhar a Operação Lava-Jato. Sarney, que desgastado no Maranhão teve de recorrer ao Amapá para tentar perpetuar sua influência política, não aparece mais na região que lhe deu três mandatos como senador. Mas mesmo com a onipotência em xeque, continua dando as cartas no caciquismo local.

Ausente de palanques públicos, o coronel está longe de amargar o ocaso político a que aparentemente estava submetido desde 2014, quando anunciou que deixaria a vida parlamentar. Depois de retornar ao noticiário político em uma gravação do ex-presidente da Transpetro Sergio Machado, na disputa pela prefeitura de Macapá José Sarney operou à distância para a consolidação da candidatura do eterno aliado Gilvam Borges (PMDB). Dono de um poderoso conglomerado de rádios e televisões no estado, Borges é o candidato orgânico da oligarquia Sarney, aliado do também sarneysista Waldez Góes, governador do estado, e potencialmente o único capaz de fazer frente ao favoritismo de Clécio, ainda que também disputem a prefeitura a ex-vice governadora Dora Nascimento (PT), a vereadora Aline Gurgel (PRB), Promotor Moisés (PEN), o ex-deputado estadual Ruy Smith (PSB) e o sindicalista Genival Cruz (PSTU).

O arranjo político costurado à distância por Sarney para a disputa de outubro colocou lado a lado Gilvam Borges e o empresário Adiomar Veronese, como candidato a vice. Veronese é o mesmo que anos antes havia sido acusado pelo governador Waldez Góes de “tramar” para que ele, Waldez, e a primeira-dama Marília Góes fossem presos na Operação Mãos Limpas, da Polícia Federal. Gilvam e Waldez são a personificação de Sarney no Amapá. Veronese hoje compõe o mesmo grupo. As alianças frankenstein não são exclusivas de Clécio. (Veja)

Fábio Macedo denuncia violência de grupo político

thumbnail_546845f68553fb1f35a8034b9f784f4d

O deputado estadual e líder da bancada do PDT na Assembleia Legislativa, Fábio Macedo, subiu a tribuna para denunciar a onda de violência que se instalou em Igarapé Grande, por parte do grupo governista da cidade contra o grupo político de Erlânio Xavier.

O parlamentar refutou a fala do deputado Vinícius Louro em defesa do prefeito Bruno Galvão e do ex-prefeito Breado, onde denuncia que a agressão tem partido justamente por parte desse grupo político, onde tem se comportado como verdadeiros coronéis, espalhando o medo e agredindo os cidadãos que não votam com eles.

“Acho muito pertinente o pedido do deputado Vinícius Louro, que solicita segurança para Igarapé Grande, pois realmente o processo eleitoral lá tem sido de uma forma muito agressiva. Mas o que não se pode, deputado Vinícius Louro, é inverter as coisas, dizer que o grupo da oposição é arruaceiro. Quem mora naquela cidade, quem conhece a realidade de lá sabe que isso não é verdade e quem é conhecido como arruaceiro, é o pai do prefeito Bruno Galvão, o seu Breado. Ele que inclusive, agrediu uma senhora de 52 anos, dando-lhe um tiro nos pés; boletim de ocorrência foi até registrado e esse meus senhores não é único caso na cidade”, disse o pedetista.

Fábio ainda citou outro episódio na cidade, que aconteceu nesta manhã, onde mais uma vez, o ex-prefeito Breado manifestou seu comportamento truculento, agredindo o comerciante, Antônio Sales. “Igarapé Grande tem vivido tempos ruins, de intimidação, agressões e abandono por conta de seus governantes mas agora, mais precisamente no dia 2 de outubro o povo dará sua resposta nas urnas para mudar a realidade vivida ali, elegendo quem de fato tem respeito e seriedade para trabalhar, que é o Erlânio Xavier e a Dra. Diene”, finalizou.

Ingratidão: Dilma e PT apunhalam Flávio Dino e PCdoB

IMG-20160415-WA0159

Um pedido da presidente afastada, Dilma Rousseff, abriu uma crise entre o comando do PT e do PCdoB.

Na expectativa de conquista de votos contrários a seuimpeachment no Senado, Dilma pediu que a cúpula do PT interviesse em cinco cidades do Maranhão em atendimento a reivindicações dos senadores maranhenses João Alberto (PMDB) e Roberto Rocha (PSB).

O comando do PT interveio em apenas dois municípios. Em Codó, quinta maior cidade do Estado, determinou que o PT rompesse a aliança com o PC do B, na qual ocuparia a vice da chapa, para apoiar o candidato do PSDB.

Em Timon, terceiro maior município do Maranhão, a direção petista decidiu que o partido saísse de uma chapa composta por PSB e PC do B em favor do outra integrada por PSD e PMDB.

Segundo petistas, a operação também contemplaria o senador Edison Lobão (PMDB-MA).

A Folha apurou que o presidente do PT, Rui Falcão, atendeu parcialmente as solicitações de Dilma. Em respeito aos pedidos do governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), não houve intervenção também em São Luís, Imperatriz e Balsas.

As concessões foram, porém, suficientes para incomodar a cúpula do PC do B, que procurou a cúpula do PT e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A mobilização foi também para evitar novas intervenções.

Presidente nacional do PC do B, Luciana Santos diz não querer acreditar nas decisões do partido. “Depois de todos gestos que o Flávio [Dino] fez [contra o impeachment], isso não é brincadeira”, reclama Luciana Santos, que é candidata à Prefeitura de Olinda (PE) sem apoio do PT.

Deputado federal pelo PDT do Maranhão, Weverton Rocha diz que seu partido terá que dar uma resposta ao PT.

O secretário de Organização do PT, Florisvaldo Souza, minimizou, por sua vez, o impacto das medidas do Diretório Nacional.

Ele argumenta que o PT manteve a aliança com o PC do B nas principais cidades do Maranhão, atendendo às orientações do governador. Florisvaldo diz que foi responsável pelas intervenções.

Questionado se esse era um pedido da presidente afastada, limitou-se a dizer: “Eu me reservo o direito de não não falar sobre isso. Não vou responder”.

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) nega que tenha exigido alianças no Estado em troca de um voto contrário ao impeachment no Senado Federal. Ele admite ter conversado com Dilma e com o presidente interino, Michel Temer (PMDB).

“Quem disse que posso mudar meu voto? Eu ainda não disse qual será. Minha tendência é seguir a decisão do partido, que não tomou decisão”, disse o senador.

Esse não é o único atrito recente entre PT e PC do B. Petistas reclamam, por exemplo, de um aliança dos comunistas com o DEM em Fortaleza. Integrantes do comando do PT culpam o PC do B por sua derrota na eleição para a presidência da Câmara.

Afirmam que o candidato apoiado pelo PT, Marcelo Castro (PI), não teria sido derrotado caso o PC do B o apoiasse. Mas, em vez disso, comunistas lançaram o deputado Orlando Silva (SP), que, mais tarde, apoiou o vencedor Rodrigo Maia (DEM-RJ) para o cargo. Silva, que conversou com Lula antes da decisão, rebate: “O PC do B não é um acessório do PT”. (Folha de SP)

Waldir Maranhão ameaça ao Planalto para indicar cargo na CEF

16195323

O deputado federal Waldir Maranhão (PP) mandou recados ao Planalto. Ou o governo nomeia um indicado seu para uma vice-presidência da Caixa, ou pode causar problemas. Ele voltará a assumir a presidência da Câmara quando Michel Temer estiver no exterior.

A sinecura cobiçada por Maranhão é a vice-presidência de Gestão de Ativos de Terceiros, cargo que mexe com dinheiro de fundos de pensão, por exemplo. (Painel, Folha)

Informe JP – Factóides impugnados

le

A Justiça Eleitoral pôs fim, ontem, a uma série de especulações que vinham sendo feitas a respeito da candidatura à reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Na tarde desta segunda-feira, a juíza Ana Célia Santana, da 1ª Zona Eleitoral de São Luís, deferiu a candidatura de Edivaldo, sendo esse, inclusive, o primeiro deferimento de candidatos que disputarão a Prefeitura Municipal de São Luís, no próximo mês de outubro.

“A Justiça prevaleceu”, reagiu a coordenação da campanha de Edivaldo, ressaltando: “No fim das contas, impugnados mesmo foram os vários factóides espalhados contra o prefeito, jogando por água abaixo a tentativa de colocar medo e tensão em volta de sua reeleição, tida como certa”.

À frente nas últimas pesquisas de intenção de votos realizadas na capital e bem recebido nas caminhadas até aqui realizadas, Edivaldo Holanda Júnior, conforme avaliou a sua coordenação de campanha, “recebeu a fúria em forma de conluio para tentar tirá-lo de cena da disputa eleitoral”. Na verdade, ao longo de toda a semana que passou, a campanha do prefeito de São Luís foi bombardeada por especulações que não se sustentaram.

Houve até quem publicasse que o PDT cogitava substituí-lo por sua esposa, Camila Braga, fato rapidamente desmentido. Antes disso, que o vereador Ivaldo Rodrigues seria o novo candidato pelo partido; assunto também prontamente desmentido pela legenda. Resultado é que todo esse cenário montado precariamente acaba agora com o deferimento da candidatura de Edivaldo por meio da juíza Ana Célia Santana. E foi o primeiro deferimento confirmado na tarde desta segunda-feira (22), o que não deixa de ser mais um ponto para o prefeito, que, assim, mantém-se à frente dos adversários; desta vez, no registro de candidatura.

Agenda dos candidatos – terça-feira

Edivaldo

MANHÃ – REÚNE COM LIDERANÇAS

TARDE – CAMINHADA NA ILHINHA
Concentração as 16:0h na Praça da Igreja de São Francisco (em frente ao Abevile)
INÍCIO : As 17h na Rua 05
Dispersão na Av. Ferreira Gulart (Campo de Futebol)

Eliziane Gama

09h – Compromissos Parlamentares em Brasília

15h – Compromissos Parlamentares em Brasília

18h – Compromissos Parlamentares em Brasília

Wellington do Curso

MANHÃ
8h – Reunião com Coordenação Geral de campanha

TARDE
14h – Reunião com cada líder dos partidos da Coligação

NOITE
20h – Grava programa eleitoral

Fábio Câmara

MANHÃ: 10h00
Expediente na Câmara Municipal de São Luís.

TARDE: 14h30
Gravação do guia eleitoral.

NOITE: 19h30
Reunião com a coordenação geral da campanha.

Eduardo Braide

Manhã:

Gravação de programas eleitorais

Tarde:

12h – Entrevista ao programa Na Hora D (TV Difusora)
15h – Caminhada no bairro do João Paulo

Noite:
Reunião com lideranças comunitárias

Rose Sales

MANHÃ

– Corpo a Corpo TUDO ROSE (Aurora)

– Sessão Plenária na Câmara Municipal

TARDE

– Presença na abertura do Congresso de Mulheres

NOITE

– Reunião com donos de Bares no Olho D’Água

Valdeny Barros

12h00min – Valdeny Barros participa de entrevista ao vivo em TV local (TV Brasil – Repórter Maranhão)
16H00min – Valdeny Barros grava programa para TV e rádio

Nota: As agendas devem ser enviadas pelas assessorias nos emails [email protected], [email protected], [email protected] ou no WhatsApp (98) 98297-8499

Eleição confirma descrédito da oligarquia Sarney em São Luís

Blog do Jeisael Marx – Passados 40 anos desde que o grupo liderado por José Sarney iniciou uma ousada campanha rumo a tomada do poder político no Maranhão, a oligarquia implantada pelo ex-presidente hoje agoniza e, apesar do ainda influente sobrenome Sarney em prédios públicos, ruas e praças, se restringe a poucas regiões do Estado.

Dentre essas regiões, aliás, São Luís há muitos não é mais reduto políticos dos Sarneys. Com um histórico de prefeitos eleitos que se opuseram à oligarquia, a capital percebeu cedo que as promessas inflamadas por José Sarney durante a sua posse como governador do Estado, em 1966, estavam longe de serem cumpridas.

E se ainda restava alguma dúvida desse distanciamento político ludovicense, essa relação fica clara quando se analisa o cenário da eleição de outubro na capital.

Nenhum dos três principais candidatos à prefeitura de São Luís nas eleições deste ano recebeu, abertamente, apoio do PMDB, partido liderado pela ex-governadora Roseana Sarney. Aliás, o nome lançado pelo partido, o vereador Fábio Câmara não deslanchou e aparece bem atrás dos principais nomes.

Mesmo Roseana, uma das principais articuladoras do partido no Estado, não conseguiu melhorar as condições Fábio. A ex-governador aliás, que no começo das escolhas das pré-candidaturas agia intensamente em prol da legenda, hoje se limita a discutir as estratégias para o PMDB de forma mais velada.

Em pesquisas de boca de urna já divulgadas sobre as intenções de votos, Fábio aparece sempre nas últimas colocações, o que o coloca ainda mais distante da tão sonhado cargo de prefeito.

O vereador, na verdade, não foi um nome cogitado desde o início pelo PMDB. O partido chegou a ensaiar alianças com outros partidos, como o PP, do deputado Wellington do Curso, que enfrentou dificuldades em fechar alianças e Eliziane Gama, outra candidata que também teve de recorrer algumas vezes à sigla depois da demora em definir uma legenda, para lançar sua candidatura.

Caema faz recomposição do asfalto da Rua Rio Branco

No sábado, este blog alertou para a necessidade da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão fazer a recomposição do asfalto novo colocado na Rua Rio Branco. É que fizeram um serviço no local e deixaram buracos abertos na via recém asfaltada pela Prefeitura de São Luís em parceria com o Governo do Estado.

Hoje, segunda-feira (22), a Caema foi ao local e recompôs a camada asfáltica. O anúncio foi feito pelo presidente Davi Telles. O mesmo procedimento seja feito nas demais ruas e avenidas.

ANTES

caema 3

DEPOIS

Edivaldo começa a semana com caminhada na Vila Riod

thumbnail_Caminhada no Monte Castelo (100)

Disposto a se reeleger e avançar nas ações realizadas em São Luís, o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) inicia a semana participando de mais uma caminhada “Todos com Edivaldo”. Agora foi a vez dos moradores e lideranças comunitárias da Vila Riod que, na tarde desta segunda-feira (22), no encontro com o candidato à reeleição, demostraram gratidão pela gestão que Edivaldo vem realizando na cidade.

De acordo com Edivaldo, as caminhadas são momentos muitos importantes, porque se trata de um encontro com o morador, eleitor – uma espécie de prestação de contas. Nelas, o atual prefeito de São Luís escuta, discute sobre as ações e programas que podem se feitos no bairro.

“Na nossa gestão temos o programa Todos por São Luís, no qual reunimos os moradores na ‘Mesa de Diálogo’. As caminhadas representam momentos de celebração, reconhecimento e de firmar novos compromissos. Temos várias ações aqui na Vila Riod. Aqui, sempre sou recebido com carinho”, disse Edivaldo.

Como tem ocorrido nas caminhadas já realizadas, os moradores saem de suas residências e vão ao encontro de Edivaldo. Um breve bate-papo se estabelece e logo em seguida vem o abraço, seguido de um carinhoso beijo. Sem falar dos pedidos de fotos com o candidato.

“Edivaldo é carismático, honesto, um político que gosta de ouvir a população. Único prefeito que vai aos bairros e olhou para a Vila Riod. Tem que governar São Luís de novo! ”, disse a moradora Maria Edileuza, 58 anos.

No bairro da Vila Riod, a atual gestão da Prefeitura de São Luís realiza obras de urbanização que envolvem 33 ruas, sendo 28 ruas asfaltadas e cinco ruas com pavimentação do tipo bloquete. O pacote de serviços inclui também a drenagem superficial, com meio fio e sarjeta, e a construção e recuperação de drenagem profunda – galerias e bocas de lobo. Os serviços se estendem também pela Santa Clara e Janaína.

Rubens Jr. apresenta PEC para diferenciar contas

thumbnail_Rubens_Jr_05

O deputado federal e vice-líder do PCdoB na Câmara, Rubens Pereira Jr. (MA), apresenta Proposta de Emenda à Constituição que objetiva diferenciar contas de governo e contas de gestão. A proposta está em fase de coleta de assinaturas, precisando de no mínimo 171 assinaturas dos parlamentares da Casa.

O objetivo dessa proposta é definir expressamente na constituição do que trata contas de governo e do que trata contas de gestão.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu recentemente que só o legislativo municipal pode julgar as contas de um prefeito. Caso seja rejeitado o torna inelegível, promovendo assim uma confusão entre o que é conta de governo (que deve realmente ser julgada pelo legislativo), do que é conta de gestão (cuja competência para julgamento é exclusiva dos Tribunais de Contas).

Para Rubens Jr. essa PEC vem normatizar a matéria para que todas as dúvidas decorrentes da polêmica e recente decisão do Supremo sejam sanadas.

“Estamos colhendo as assinaturas para essa PEC a fim de atribuir às Câmaras Municipais o poder de apreciar as contas de governo. E aos Tribunais de Contas, as contas de gestão”, explicou.

Novas aquisições levantam audiência da Difusora em todo o MA

jeisael marx

As contratações feitas pelo Sistema Difusora alavancaram a audiência da televisão e rádio em todo o Estado. Nesta nova fase, sob a coordenação do diretor de jornalismo, Tiago Soares, nomes de peso como Jeisael Marx, Leandro Miranda, Clodoaldo Corrêa, Jorge Vieira entre outros deram uma nova formatação a emissora da Camboa. Jornalismo com qualidade, crítica inteligente e boa informação foram agrupados à programação do conglomerado.

Grande sucesso com o “Qual é a Bronca?” na TV Cidade (Record) durante quatro anos, o jornalista e blogueiro Jeisael Marx chegou à Difusora (SBT, canal 4) e apresenta o programa ‘Na Hora D’, de segunda a sexta-feira, ao meio dia. Em cinco meses, Marx, de talento e versatilidade indiscutíveis, conseguiu atrair telespectadores fiéis que o acompanham ao longo da carreira para a Difusora. Em pouco tempo o programa alcançou enorme popularidade e disputa, em pé de igualdade com a concorrente, a liderança do horário.

clo e jo

Ainda na TV outra inovação é o ‘Resenha’, apresentado pelos conceituados blogueiros Clodoaldo Corrêa e Jorge Vieira (dupla Clô e Jô todos os sábados das 9h às 10h). É o único programa hoje de debates ao vivo na televisão maranhense. A primeira entrevista foi com o governador Flávio Dino, fato que gerou repercussão em todo o estado. A qualidade, perspicácia e expertise dos entrevistadores fazem a diferença.

pp

Já na rádio (94.3 FM) quem chegou com tudo foi o blogueiro Leandro Miranda, do polêmico blog Marrapá. Na companhia dos primorosos radialistas Marcelo Minard, Paulo Negrão, diretamente de Imperatriz, e o maestro Mauro Blug, o ‘Ponto e Vírgula’ liderado por Miranda caiu no gosto popular. Na faixa das 18h às 19h, na volta do trabalho, a cidade toda fica ligada nos últimos acontecimentos e bastidores da política do Maranhão. Notícias em primeira mão, conteúdo e análise qualificada torna o programa líder disparado de audiência no rádio maranhense.

E quem só ganhou com isso foi a Difusora por agregar excelentes profissionais à sua programação.

Farsa contra Edivaldo não prospera; jornal dos Sarneys é envergonhado

mentira

A MENTIRA

ema

A VERDADE, PUBLICADA NESTA SEGUNDA-FEIRA NO MESMO JORNAL

Cartilha do jornalismo manipulado, tendencioso e imoral, o jornal da família Sarney teve mais uma vez que se redimir diante de notícias falsas e caluniosas publicadas por conta dos interesses de seus donos.

Na edição desta segunda-feira, o folhetim sarneisista publicou na coluna Estado Maior que não há, até o momento, impugnação de candidaturas em São Luís. O prazo para que candidatos, partidos e coligações entre com pedido de impugnação de registros de candidaturas termina amanhã, terça-feira (23).

Na semana passada, o mesmo grupo de comunicação do clã maldosamente (des)informou que o prefeito Edivaldo (PDT) e candidato à reeleição teve sua candidatura impugnada por não ostentar uma ou mais condições de elegibilidade ou por existência de alguma causa de inelegibilidade.

Horas depois a mentira foi desmascarada por uma certidão da justiça eleitoral garantindo que Edivaldo está apto a disputar a eleição, sem problema jurídico algum que o impeça. Em toda a gestão do pedetista, não existe indício de corrupção envolvendo a pessoa do prefeito de São Luís.

Feio para o jornal dos Sarneys, que coleciona, no hall do que há de pior no jornalismo maranhense, mais um deprimente desserviço aos seus leitores. A credibilidade que quase já não existia, foi ao fundo do poço.

União da esquerda e direita contra José Sarney

Sarney e seu candidato, Gilvan Borges

Igor Gadelha,
O Estado de S. Paulo

A eleição deste ano em Macapá (AP) terá uma aliança inusitada entre partidos da esquerda e da direta. O atual prefeito, Clécio Luís (Rede), tenta se reeleger em uma chapa cuja candidata a vice, Telma Nery, é do DEM e em coligação de siglas com espectros ideológicos diferentes, como PCdoB, PSDB e PSC. O PSOL o apoia informalmente.

É a primeira vez que esses partidos se aliam formalmente na cidade. O objetivo é derrotar o grupo do ex-senador José Sarney (PMDB), que lançou Gilvam Borges (PMDB) como candidato. Borges terá como cabo eleitoral o atual vice-prefeito, Allan Sales (PPS), que rompeu com o prefeito em julho.

A aproximação entre as siglas que hoje apoiam Clécio em Macapá começou na eleição de 2012. Na época, ele era do PSOL. No 2.º turno, o então candidato do DEM a prefeito de Macapá, o hoje senador Daniel Alcolumbre, declarou apoio informal a Clécio, assim como parte dos integrantes do PSDB.

Em 2014, foi a vez do grupo de Clécio apoiar Alcolumbre na sua eleição ao Senado. Com isso, conseguiram derrotar Gilvam Borges, candidato de Sarney. “Nossas alianças têm o objetivo de derrotar o grupo dos Sarney”, disse o atual prefeito de Macapá.

Agenda dos candidatos – segunda-feira

Edivaldo

MANHÃ- REUNIÃO COM LIDERANÇAS

TARDE- CAMINHADA NO BAIRRO VILA RIOD
HORÁRIO: 17H-Concentração às 16h

Eliziane Gama

09h – Reunião Coordenação de Campanha

15h – Compromissos Parlamentares em Brasília

18h – Compromissos Parlamentares em Brasília

Wellington do Curso

MANHÃ
8h – Gravação de programa eleitoral

TARDE
14h – Reunião com Coordenação Geral de campanha

16h – Assembleia Legislativa

NOITE
19h – Reunião com liderança do Itaqui Bacanga

Fábio Câmara

MANHÃ
Hora: 10h
Expediente na Câmara de São Luís

TARDE

Hora: 16h
Atividades internas

NOITE

Hora: 19h
Gravação de programa eleitoral para a TV

Eduardo Braide

Manhã:

Café da manhã com pastores da Igreja de Aliança, Olho d’Água

Tarde:

Caminhada no bairro do João Paulo

Noite:

Reunião com equipe de coordenação de campanha

Os demais candidatos não enviaram.

Nota: As agendas devem ser enviadas pelas assessorias nos emails [email protected], [email protected], [email protected] ou no WhatsApp (98) 98297-8499

Colunaço do Pêta

É meu amigo, como diria um experiente causídico da região dos Cocais, “tá se acabando tudo, tá se acabando tudo…”!!! As Olimpíadas chegam ao fim, o impeachment de Dilma bate à porta, o ‘túnel’ do PT não tem mais nem luz para enxergar, e o grande ‘líder das massas’, Luiz Inácio Lula da Silva, não resta nenhuma dúvida, está tomado pelo pavor de ser preso!!! Ainda mais agora, depois que o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque fechou acordo de delação premiada e vai citar Lula, Dilma e PT nos ‘rolos’!!! Condenado na Operação Lava Jato a mais de 50 anos de prisão como braço do PT no esquema de propinas na Petrobras, e preso há um ano e cinco meses em Curitiba, Duque retomou as negociações para um acordo de colaboração premiada com o Ministério Público Federal!!! Entre os temas negociados, de acordo com reportagem de ontem do jornal O Estado de S. Paulo, estão informações sobre o PT, Dilma e Lula!!! Duque promete apontar a participação deles na sistemática de cartel e corrupção na estatal – com rombo reconhecido até aqui de 6,2 bilhões de reais!!! E Lula é um dos pontos centrais das ‘tratativas’ com a força-tarefa da Lava Jato!!! Renato Duque se compromete a apresentar provas documentais de que o ex-presidente sabia do esquema!!!

A propósito, abordado por uma repórter da BBC, que perguntou se tinha medo de ser preso, Lula respondeu: “Não. Não tenho medo de ser preso. Tenho a consciência de que eles não têm acusação; (tenho consciência) da minha inocência. Vamos aguardar com a maior tranquilidade possível. Eu não sou o primeiro ser humano a ser vítima de um processo de calúnia e não serei o último. A história da humanidade está cheia desse tipo de processo. Eu só encontro uma explicação para tentarem fazer o que estão fazendo comigo: é tentar tirar o Lula da vida política desse país. Eu que fiz tão bem”!!!

Ainda na mesma entrevista à BBC, Lula explicou sua estratégia!!! “Então, graças a Deus, foi através da imprensa estrangeira que a gente conseguiu fazer com que líderes importantes no mundo inteiro se dessem conta de que o país está rasgando a sua Constituição, está rompendo com a nossa democracia incipiente. É isso que eu quero, que haja um debate no mundo sobre o que está acontecendo no Brasil”!!! Ao noticiar a entrevista, o site Antagonista ‘mandou bala’: “Tire Deus do meio, Lula. E cai fora rápido”!!!

É…, e com essa aí, da deleção do ministro Toffoli, parece que vamos ter, agora, a “Operação Lava Toga”!!!

Bom, mas vamos lá para as ‘notícias’ aqui da ‘terrinha’!!! E olha que a campanha já começou a dar o que falar!!!

Rapaz, a ‘tropa cibernética’ do Edivaldo ‘caiu matando’ em cima do secretário Neto Evangelista, nas redes sociais, por ter anunciado apoio à candidatura de Eliziane Gama à Prefeitura de São Luís!!! Pior é que na saraivada de críticas ‘rolou’ até total desinformação!!! Disseram, por exemplo, que Evangelista tinha construído o Restaurante Popular do São Francisco para beneficiar um comerciante, parente dele, que tem uma frutaria bem em frente!!! Marrapá…, pois é justamente o contrário!!! Depois da inauguração do restaurante do Governo do Estado as vendas na frutaria fizeram foi cair…, os clientes do pequeno comércio não têm mais onde estacionar, porque a rua, agora, vive ‘entupida’ de gente em fila, bicicleta, moto…!!! Nem a porta da frutaria ‘nego’ consegue mais enxergar por causa do movimento intenso do restaurante!!! Grande benefício…!!!

Meu amigo, o ‘pau cantou’, terça-feira, numa reunião no Sindicato da Construção Civil (Sinduscom)!!! Tudo por conta de uma divisão de obras das licitações que vão acontecer do ‘Mais Asfalto’ nas regionais no Maranhão!!! Com 11 regionais (11 obras) e mais de 15 construtoras querendo, a confusão foi inevitável!!! Pense numa ‘bagaceira’!!! Agora, cá pra nós, como pode dividir obras se as licitações ainda vão ser realizadas???!!! É, meu amigo, tudo como dantes no quartel de Abrantes!!! Pior é que é o mesmo grupo de outrora querendo manipular!!! Valor médio de cada obra: 110 milhões!!! Tá explicada a ‘briga’!!!

Marrapá, e não é que o Waldir Maranhão vai voltar à ‘crista da onda’!!! Pois é…, vai reassumir a presidência da Câmara dos Deputados…, interinamente, mas vai!!! Vice-presidente da Casa, Waldir, inclusive, já esteve, terça-feira, no Palácio do Planalto, com o presidente interino Michel Temer!!! No início de setembro, quando Temer viajar para a China e Maia assumir temporariamente a Presidência da República, o polêmico “Waldir/ guerreiro do povo brasileiro” voltará ao comando temporário da Câmara!!! Pior é que alguns petistas e deputados do PCdoB já começam a pressioná-lo para colocar em pauta assuntos polêmicos…, entre eles o impeachment de Temer!!! É, tá explicada a convocação de Waldir ao Planalto pelo Michel!!!

Meu amigo, olha só a mais nova que a galera do “Clube da Pontinha da Ponta da Areia” descobriu!!! Intrigados com umas ‘idas e vindas’ diárias de um certo associado ao clube, funcionários comentaram o fato numa das movimentadas noites esportivas de quarta-feira do Iate!!! Mais intrigada ainda, a ‘galera do mal’ resolveu ‘investigar’!!! E descobriu não só quem era o tal associado como o motivo de suas aparições diárias no clube!!! O personagem: “Papai Smurf”; o motivo…, ah, esse motivo é que é o ‘bicho’!!! Recém saído de uma cirurgia de redução de estômago, ‘Papai Smurf’, que mora na Península, ali pertinho do “Clube da Pontinha da Ponta da Areia”, anda ‘daquele jeito’!!! Quando vai ao banheiro, “sai de perto”!!! Decidida, a ‘cara-metade’ proibiu – isso, mesmo, proibiu – o ‘dito-cujo’ de usar o banheiro do apartamento!!! Resultado: todo dia, o ‘cabra’ desce e vai usar o banheiro do Iate!!! Só que agora descobriram…, pense numa gozação!!! ‘Rapá’, essa ‘galera do mal’ não perdoa!!!

Rapaz, ô ‘povo’ que gosta!!! Diz que outro dia estava uma ‘roda’ animada, de comunicadores e amigos, num bar e restaurante da ‘Grande Ilha’, quando um conhecido blogueiro resolveu pedir uma dica de como aumentar as vendas na galeteria que ele tinha aberto no primeiro semestre deste ano!!! Gozador e assíduo leitor do Dr. Pêta, conhecedor, portanto, de muitas ‘historinhas’, um dos amigos ‘mandou bala’: “Rapaz, só tem um jeito: em vez de botar no celular Carlos chamando, Carlos chamando…, coloca Galeto assando, galeto assando!!! Com certeza vão aumentar as vendas!!! Perigo é a ‘cara-metade’ descobrir de novo e querer uma ‘penosa assada’ no ‘espeto’!!! Já pensou!!!

O jornal Folha de S. Paulo publicou, essa semana, que uma das linhas de investigação sigilosa da Polícia paulista associa os ataques a empresas de transporte de valores às eleições municipais!!! Há suspeita de motivação política na série de assaltos a empresas de valores na grande SP nos últimos meses!!! Esses assaltos seriam realizados por facções criminosas que desejam financiar candidatos a vereadores no estado e até no Nordeste!!! O cenário contribui; afinal, a crise tirou dinheiro de circulação e a lei agora proíbe doações de empresas, o que mixou o caixa de candidatos bandidos!!! “O crime organizado que financia campanhas então saiu do varejo – a explosão de caixas – e passou para o atacado: ataque a carros-fortes e cofres das empresas”, escreveu a Folha!!! Taí uma boa linha de investigação para a Polícia do Maranhão, onde, em períodos eleitorais, aumenta bastante o índice de assaltos a banco!!! Recentemente, pelo menos três cidades – Barreirinhas incluída – tiveram agências bancárias explodidas por bandidos!!! Só uma dica!!!

Meu amigo, dirigentes de empresas filiadas ao Sinduscon andam irritados com a ‘chefe maior’ de uma certa secretaria da ‘Grande Ilha’!!! Tão irritados, que já deixaram claro que não vão aceitar a conduta da ‘chefe maior’, responsável pelo ‘Edital de Chamamento Público’ para construção de 2.048 apartamentos em terreno doado para funcionários públicos!!! Alegam que o ‘dito-cujo’ está recheado de artimanhas para beneficiar uma empresa da qual ela era funcionária, numa forma de agradar o ex-chefe, que, tal qual o ‘gênio’ da lâmpada, fez com que ela chegasse ao cargo que hoje ocupa!!!

E não é que tem um ‘funcionário-laranja’ atuando no palácio Clóvis Bevilacqua!!! Genro de uma conhecida ‘togada’, o ‘dito-cujo’, ainda universitário, recebe mais que um concursado!!! Pior é que se ausenta do trabalho para viajar, enquanto os concursados trabalham ‘duro’!!! E pode genro de ‘togada’ trabalhar na ‘casa’???!!! ‘Don Cleonon’ nele!!!

E tem ‘togada’ que não pode ver visita de membro do STF ou do CNJ ao TJMA que ‘se escafede’, ‘toma doril’, ‘some’ mesmo!!! Essa semana, por exemplo, durante a visita da ministra Cármen Lúcia ao TJMA, a ‘dita-cuja’ zarpou de lá!!! Tá com medo de quê, ‘gente’???!!! Os processos ainda não transitaram em julgado!!!

E sobre o tratamento que as cidades recebem quando aniversariam, nosso leitor Hélio Costa lembra que São Paulo, quando fez 400 anos, foi brindada com o Parque Ibirapuera, centro de recreação, lazer e exercício para elevar o nível da saúde…, e tudo mais!!! Já São Luís, ao completar a mesma idade, só ganhou inócuos shows na Lagoa da Jansen, onde até o ‘perfume’ não combina com a comemoração!!! A ‘essência’ está longe de ser a de um legítimo francês, mesmo com a presença colonizadora do país europeu em nossos primórdios!!!

A audiência concedida pelo governador Flávio Dino aos sindicatos mostrou certo descompasso entre o centro do governo e a periferia!!! A existência de proposta de criação de “Mesa Permanente de Diálogo do Governo” com as representações dos servidores públicos foi dada como desconhecida pelo chefe do governo, embora anunciada, há meses, pela Secretaria de Gestão e Previdência!!! A manifestação criou desconforto durante a audiência e deixou no ar certo descompasso no centro palaciano!!!

Na semana em que o ministro Gilmar Mendes referiu-se, deselegantemente, aos idealizadores da Lei da Ficha Limpa, um dos líderes do movimento, agora advogado Márlon Reis, representou contra o prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior, numa ação que parece mais atender interesse eleitoreiro que denunciar situação de risco administrativo!!! Estaria o nobre causídico induzido por interesses não tão nobres???!!!

Acometido por um problema de saúde essa semana, ‘nosso’ ‘Pantaleão-Mor’ não perdeu a ‘pose’!!! “Sou primo e sobrinho de todos os donos de hospitais de São Luís, e minha família tem hospitais no interior do Estado, em São Paulo e Recife”!!! É mentira, ‘Terta’???!!! Menos, ‘Panta’, menos…!!!

Rapaz, essa está bem aí, na coluna Esplanada, na página 4!!! ‘Nitro’ pura!!! Uma enfermeira de origem humilde, um filho de dois anos, e um renomado causídico de conhecida família do Judiciário de Cuiabá, pai da criança!!! A mulher acusa o advogado de abusar sexualmente do próprio filho!!! O MP e uma delegacia especializada investigam o caso, sob segredo de Justiça, e três juízes já declinaram da decisão de reverter o direito da guarda à mãe, diante da liminar do pai em ficar com o filho!!! Sem ajuda, a mulher viajou para Brasília e visitou autoridades, às quais apresentou suas provas!!! Pior é que, depois da acusação, começou guerra judicial entre os pais!!! Ele alega alienação parental e até fez B.O. de rapto de incapaz quando a mãe viajou para Brasília com o filho!!! A mãe também tem um B.O. em Cuiabá contra o pai, onde detalha o que descobriu das agressões, informa a Esplanada!!! “Jesus/Maria/José”!!!

Quarta-feira, passando de meio-dia, dois ‘rábulas’, como de costume, dirigem-se para ‘matar’ quem os estava ‘matando’, ali pras bandas do Mercado Central!!! Na ‘entrada’ do ‘come em pé’, um dos ‘rábulas’– o mais ‘rechonchudo’– é ‘interceptado’ por um candidato a prefeito, que, prontamente, estende-lhe a mão e ‘cobra’ um voto!!! Os cumprimentos prosseguem e o outro, que estava lavando as mãos, ‘dispara’: “Dá a mão aqui, garoto”!!! Quando o rábula – o mais ‘fininho’– levanta a cabeça, com certeza sem reconhecer o deputado-candidato, dispara: “Garoto, não; seu garoto”!!! Rapaz, pense num ‘cabra’ que ficou sem jeito, com a cara pior que o vice, que tava ‘injuriado’ por ter acordado, ainda mais pra ir almoçar no MC!!! Só na ‘Grande Ilha’!!!

Mistérios

Qual foi a conhecida família aqui da ‘Grande Ilha’ que internou, como louco, numa clínica psiquiátrica, o patriarca do clã, ex-procurador da Cemar e ex-juiz eleitoral de dois mandatos???!!!

Rapaz, por que será que nenhum candidato a prefeito quer o apoio de Waldir Maranhão em São Luís???!!! Nem mesmo o candidato do partido do ‘dito-cujo’!!! Será por que, hein???!!! ‘Rapá’, o WM tá voltando para a presidência da Câmara!!! Olha, olha!!!

Qual sindicato de trabalhadores, outrora respeitado pela coerência nos seus posicionamentos, atualmente tem se esmerado em mandar imensas delegações para encontros em grandes centros do país???!!! Nada demais, se os tais debates não se resumissem a ‘esclarecer’ as diferenças filosóficas fundamentais entre o ‘nada’ e a ‘coisa nenhuma’!!! Será que os associados concordam com essa forma etérea de mudar a vida???!!!

Quem é o frequentador assíduo do ‘Bar da Rosa’, na ‘Tríplice-Fronteira’, que “mete o cacete’ em ‘todo mundo’, mas esquece das ‘bagaceiras’ que protagonizou em empresa estadual e das ‘armações ilimitadas’ de sentenças do rebento???!!!

Quem é o morador da Península, que, depois de uma redução de estômago, foi proibido pela ‘cara-metade’ de ‘arriar o barro’ em seu apartamento, e agora anda usando, todo dia, o banheiro do “Clube da Pontinha da Ponta da Areia”???!!!

Qual foi a ‘figura’ da ‘São Geraldo’ que ‘caiu’ em ‘deprê’ depois de ser flagrado em caso de emissão de várias NFs ‘geladas’, e agora vive ameaçando um procurador???!!!

Quem foi o ‘teacher’, integrante do Simproesemma, que agrediu um jornalista durante um evento público nas ‘imperosas’???!!!

Qual foi o frequentador quase que diário da ‘Tríplice-Fronteira’, que, depois do desalojamento do ‘Kanto A’, mudou de ‘mala, cuia e cavalo branco’para o ‘Bar da Rosa’???!!!

Gil e Glalbert Cutrim participam de ato em apoio a Beto Pixuta

thumbnail_DSC_0229

O prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, e o deputado estadual Glalbert Cutrim, ambos do PDT, participaram, neste último sábado (20), de um grande ato em apoio à reeleição do prefeito de Matinha, Beto Pixuta (PDT).

A caminhada, seguida da inauguração do comitê da coligação “Unidos Por Matinha”, reuniu milhares de pessoas, que também confirmaram o desejo em ter Beto novamente no comando do município a partir de 2017.

“Beto Pixuta vem realizando um grande trabalho. Já executou centenas de importantes obras em todos os setores. Levou mais saúde, educação e infraestrutura para os povoados mais distantes da região da sede da cidade. É por isso e muito mais que o povo matinhense quer que Beto continue no comando da prefeitura”, afirmou Gil Cutrim.

Glalbert também destacou o trabalho do prefeito e candidato à reeleição. De acordo com o deputado, mesmo diante das dificuldades financeiras pelas quais passam os municípios, Beto conseguiu vencer as adversidades; trabalhou e continua trabalhando por Matinha e sua população.

“Foram 80 quilômetros de estradas abertas e que deram acesso aos povoados mais distantes; sistemas de abastecimento d´água; construção de novas Escolas Municipais; implantação de quadras poliesportivas; ampliação do sistema de saúde. E ainda estão em andamento várias outras obras. Beto tem trabalho e é por isso que conta com o apoio da classe política e do povo”, disse o parlamentar.

Representando Flávio Dino (PC do B) no evento, Júlio Guterres, assessor especial do governo do estado, foi categórico ao confirmar que o governador apoia à reeleição de Beto Pixuta.

“Além do proveitoso trabalho executado, o prefeito Beto é do PDT, partido aliado do governador. O Flávio reconhece essa conjuntura e o seu desejo é de que Beto seja reeleito para continuar governando Matinha”, disse.

Pixuta agradeceu o apoio da população; da classe política; do governador; e, em especial, de Gil e Glalbert.

“São dois jovens políticos que têm sangue de baixadeiro nas veias. O Gil governa bem a terceira maior cidade do Maranhão e é um gestor comprometido com o fortalecimento do municipalismo. Glalbert é um parlamentar que se destaca, justamente, por estar sempre nas cidades e trabalhando por elas. Me sinto honrado em contar com o apoio e amizade de Gil e Glalbert Cutrim”, destacou.

Salários de juízes no Brasil superam os dos EUA e da Inglaterra

Alexa Salomão,
O Estado de S.Paulo

O salário dos juízes no Brasil tem um teto. Não pode ultrapassar o salário de ministros do Supremo Tribunal Federal, o STF, hoje em R$ 33.763. Na prática, já se sabe há um tempo, não é bem assim. Um levantamento conseguido em primeira mão pelo Estado mostra que a correlação é bem mais desproporcional. Um desembargador (como é chamado o juiz de segunda instância nos Estados) em Minas Gerais ganha, em média, líquido, R$ 56 mil por mês. Em São Paulo, R$ 52 mil. No Rio de Janeiro, R$ 38 mil.

ctv-x8b-eco magistradossalarios

Esses valores superam os pagos a um juiz similar no Reino Unido, que recebe cerca de R$ 29 mil, e até dos Estados Unidos, cujo salário mensal médio é de R$ 43 mil. Chega a ser superior a juízes da Suprema Corte de países da União Europeia, como Bélgica e Portugal.

Os salários básicos são engordados por adicionais legais, sustentados por interpretações da legislação. Mas formam vários andares acima do teto. Como disse a ministra Cármen Lúcia numa audiência no STF: “Além do teto, tem cobertura, puxadinho e sei mais lá o quê”, numa referência ao fato de que o limite vale mesmo apenas para os 11 ministros do Supremo.

Segundo economistas que já passaram pelo poder público e profissionais da área de direito, os salários dos juízes, acima do teto, são um alerta para o ajuste fiscal em discussão no País. Mostram que a batalha para a implementação de um limite para o crescimento dos gastos públicos, peça-chave do ajuste, tende a ser bem complexa e dura do que a simples fixação de um limite dentro de uma PEC, a Proposta de Emenda Constitucional.

ctv-h6r-eco salariojuizdesembarga

Os juízes são o topo da cadeia de servidores públicos, diz o responsável pelo levantamento, Nelson Marconi, coordenador Executivo do Fórum de Economia da Fundação Getúlio Vargas. Segundo Marconi, quando há uma demanda por qualquer tipo de benefícios no funcionalismo, os juízes costumam abrir o ciclo de negociações. Na sequência, diz, vêm Polícia Federal, Receita, advogados do Executivo, Banco Central e Tesouro Nacional, numa fila que se estende até funcionários administrativos e professores.

Este ano, o poder de mobilização do Judiciário já foi visto. Foi a primeira a defender o seu reajuste salarial, tão logo o governo interino assumiu. Na negociação do pacote de ajuda de União aos Estados, foi a primeira categoria que se opôs à contabilização dos ganhos adicionais como parte dos salários, para fins de adequação aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal.

“Todas as categorias vão atuar contra o ajuste fiscal, basta ver que depois que os juízes conseguiram o reajuste as demais entraram pedindo o seu também”, diz Marconi. “O verdadeiro desafio será vencer o corporativismo de inúmeras categorias que vão se mobilizar para pressionar o Congresso e escapar da tesoura”, diz o economista Marcos Lisboa, presidente do Insper e ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda.

Adicionais. Marconi explica que o teto do Judiciário é rompido por uma série de verbas adicionais. Há diferentes abonos e gratificações – por tempo de serviço, por dupla função e substituição de colegas em férias ou em licença. Também existem os auxílios – auxílio pré-escolar, auxílio-saúde, auxílio-moradia. Os ganhos adicionais são legais e uma parte deles são até eventuais – como gratificações natalinas ou por férias ou mesmo por ganhos em processos judiciais movidos pelos próprios juízes.

Os especialistas lembram que, em 1998, quando foi feita uma emenda da reforma da administração pública, o princípio era incluir todo o subsídio (termo usado para definir o salário de juízes) dentro do teto, mas auxílios, abonos e gratificações acabaram ficando de fora.

“Tudo deveria estar dentro do subsídio, mas ficou difícil conseguir aumentos no subsídio e vieram os penduricalhos”, diz Janaina Penalva, professora de direito constitucional da Universidade de Brasília. Por causa dos “penduricalhos”, diz, a transparência fica prejudicada. Mesmo os dados divulgados são “restritos” e “obscuros”. “Como o ganho depende de várias verbas sobre as quais não temos clareza, não é possível dizer, de maneira consistente, quanto os desembargadores ganham.”

Para Janaina, a fixação de um teto para os gastos públicos é uma oportunidade: “Se de fato a proposta do ajuste é cortar despesas de todos, precisamos saber quem gasta mais e como gasta. Assim, é extremamente importante que, aproveitando este momento, o Judiciário abra as suas contas.” As circunstâncias políticas, porém, em que o Judiciário é protagonista, principalmente na área criminal com a Operação Lava Jato, não são, para ela, consideradas favoráveis: “Há um desinteresse estratégico neste momento por pressionar o Judiciário.”

Governador Flávio Dino precisa tomar uma atitude com a Caema

Chegou ao limite a tolerância com a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão. É inaceitável que ninguém tome providência sobre os absurdos cometidos pela Caema em São Luís. A cidade está sendo arruinada pela Companhia sem que nenhuma autoridade a detenha. Desta vez, o estrago foi feito na Rua Rio Branco, asfaltada ontem, sexta-feira (19), pelo Governo do Estado e Prefeitura de São Luís.

Não durou 24h após o serviço ser concluído para que a Caema fosse ao local e, como de costume, destruísse tudo. A Companhia abriu várias crateras no pavimento novo colocado e não fez a recuperação devida, sem dúvida um desrespeito ao povo ludovicense, já que se trata de um dos principais corredores de São Luís.

Coincidência ou não, toda vez que a Prefeitura asfalta uma rua ou avenida na capital, logo depois a Caema vai e arruína o pavimento, sob a justificativa de um serviço de correção que poderia ter sido feito antes.

A Rio Branco foi uma das últimas vias do Centro a receber asfaltamento. Isso implica em dizer que a Caema poderia ter ido antes realizar o trabalho. Entretanto, como o que está por trás de tudo é pura maldade, a companhia esperou primeiro a rua ser asfaltada para depois fazer a lambança de sempre. Um total descalabro. O governador Flávio Dino precisa tomar uma atitude, já que é o dinheiro do cidadão sendo jogado no ralo por culpa da Caema.

Resposta da Caema: Vazamento de água na rede velha da Rio Branco. Por conta do serviço de pavimentação, os rolos compactadores racham as redes muitas das vezes. Foi o que aconteceu. Já foi determinado que seja recomposto amanhã de modo adequado.

caema 1

caema 2

caema 3

Lula comemora: Teori não remete inquérito a Moro

O ex-presidente Lula, durante o Seminário Nacional do Sistema Financeiro e Sociedade, em São Paulo (SP) - 29/07/2016

Lula conseguiu escapar – mais uma vez – das mãos do juiz Sergio Moro. Depois de ter uma de suas acusações, a de que atuou com o ex-senador Delcídio do Amaral para travar as investigações da Operação Lava-Jato, enviada para a Justiça em primeira instância em Brasília, o ministro Teori Zavascki, relator do petrolão no Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu enviar também para o mesmo tribunal outro inquérito em que o ex-presidente é suspeito de tentar atrapalhar a apuração do esquema de corrupção na Petrobras. Num despacho sigiloso, obtido por VEJA, Teori sustenta que os indícios de crime envolvendo o líder petista não têm conexão direta com os processos em andamento em Curitiba.

De acordo com o pedido de instauração de inquérito feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR), Lula tentou influenciar lideranças do Senado para esvaziar a Lava-Jato. A suspeita se baseia na delação do ex-senador Delcídio do Amaral, que diz ter se reunido com o ex-presidente e os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR) no Instituto Lula, em São Paulo, em meados de 2015. Nesse encontro, Lula “tentou persuadir os congressistas, que estão entre as mais ascendentes lideranças senatoriais, a criar, no Senado Federal, comissão de acompanhamento da Operação Lava-Jato, com a finalidade explícita de miná-la”.

Apesar de se tratar de um suposto complô armado contra a Lava-Jato, Teori Zavascki entendeu que o assédio de Lula aos parlamentares teria se “consumado no âmbito do Senado Federal, em Brasília”. “Nesse contexto, evidencia-se, em princípio, a inexistência de conexão necessária com os processos em trâmite na 13ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Curitiba”, escreveu o ministro em seu despacho de seis páginas assinado no último dia 8 de agosto. Essa é a segunda vez que Teori discorda da PGR num caso envolvendo o ex-presidente. Em junho, o ministro do STF mandou uma denúncia contra Lula, também por obstrução da Lava-Jato, para a Justiça Federal de Brasília. Os procuradores queriam que o processo fosse conduzido pelo juiz Sergio Moro. O ex-presidente se tornou réu por ter feito parte de um esquema para subornar o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, numa tentativa de evitar a delação premiada do ex-dirigente.

Além de Lula, também são suspeitos de tentar frear a Lava-Jato a presidente afastada Dilma Rousseff, os ex-ministros José Eduardo Cardozo e Aloizio Mercado, os ministros Francisco Falcão, presidente do Superior Tribunal de Justiça, e Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, além do ex-senador Delcídio do Amaral. Todos se tornaram alvos de um inquérito no STF.

No caso de Dilma, há duas suspeitas de crime. A primeira é a de que a petista teria blindado Lula contra o juiz Sergio Moro ao nomear o ex-presidente como ministro da Casa Civil. A segunda está relacionada com a tentativa de Mercadante de tentar evitar a delação de Delcídio. Segundo a PGR, essa investida “baseou-se, ainda, na invocação parcialmente cifrada, mas suficientemente clara, do respaldo da senhora presidente da República, Dilma Rousseff”. Os envolvidos negam ter praticado qualquer irregularidade.

Em sua decisão, Teori também determinou que sejam realizadas as 18 diligências propostas pelos procuradores. Dentre elas, estão o acesso às imagens dos circuitos de segurança do Palácio do Planalto, o depoimento do pecuarista José Carlos Bumlai e a análise no processo e no termo de posse do ex-presidente Lula na Casa Civil. O prazo para a coleta dessas provas varia de cinco até 90 dias, podendo ser estendido por mais tempo. (Veja)

Micale conseguiu o que técnicos consagrados não fizeram

SÉRGIO RANGEL
DO RIO

Desconhecido pela maioria dos torcedores até o início da Rio-2016, o baiano Rogério Micale, 47, decidiu ousar e entrou para a história do futebol brasileiro.

Com um time no ataque desde o início do torneio, ele conquistou na noite deste sábado (20) o inédito ouro olímpico para o futebol masculino no Maracanã. Com isso, fez o que uma série de treinadores mais consagrados que ele no futebol não conseguiram.

Zagallo, Vanderlei Luxemburgo, Dunga e Mano Menezes foram alguns dos que tentaram subir ao ponto mais alto do pódio olímpico, mas fracassaram.

Chamado às pressas pela CBF em junho após Tite recusar o convite, Micale costuma dizer que se preparou ao longo dos seus 47 anos de vida para ter o sucesso reconhecido no Maracanã lotado.

Ele foi goleiro, estudou educação física, trabalhou por anos no futebol de base e se aprimorou em cursos no exterior.

Fã de Pep Guardiola, ex-técnico do Barcelona e hoje no Manchester City, e de Paulo Autuori, com passagens por São Paulo e Cruzeiro, o baiano de Salvador é uma lufada de frescor no futebol brasileiro.

Micale armou a seleção sempre em busca do gol durante o torneio e terminou a Olimpíada com um time com quatro atacantes. Ao explicar a sua estratégia, ele definiu como “caos” no futebol. Chegou a comparar com a movimentação do seu time ao trânsito das grandes cidades da Índia.

” Você olha aquela movimentação constante e parece uma loucura. Mas tem um sentido. Se não tivesse, todos estariam mortos no final do dia”, afirmou Micale.

TREINOS COM LOUSA

Nos treinos, ele chamou também a atenção por comandar trabalhos fora da rotina.

O técnico colocava fitas por todo o campo e ensaiava o time por setores. As marcações oficiais eram ignoradas. Nos intervalos, o treinador levava uma lousa e detalhava o esquema tático para os atletas.

Nas entrevistas, Micale é franco e não foge de polêmicas.

Em entrevista à Folha, antes do início do torneio, ele afirmou que não achava justo o Brasil gastar R$ 35 bilhões para realizar os Jogos do Rio.

“Sou contra. É minha opinião. Por tudo que penso da sociedade, do nosso momento político. Não preciso agradar ninguém”, disse o treinador, que é fã de Nelson Mandela.

FUTURO

Funcionário da CBF desde 2015, quando aceitou substituir Alexandre Gallo próximo do início do Mundial sub-20, da Nova Zelândia, Micale deverá seguir nas categorias de base da confederação. Ele terá como missão montar uma equipe para o Sul-Americano sub-20, no Equador, em janeiro de 2017. A competição classifica para o próximo Mundial, que acontecerá na Coreia.

Antes de conquistar o título olímpico, Micale foi bronze no Pan de Toronto e vice no Mundial sub-20, em 2015. (Folha de SP)

População do Coroadinho vai às ruas para caminhar com Edivaldo

thumbnail_Caminhada de Edivaldo no Coroadinho (521)

No fim da primeira semana de campanha eleitoral, o candidato à reeleição pela coligação “Pra Seguir em Frente”, Edivaldo Holanda Junior (PDT) e o vice na chapa, Júlio Pinheiro (PCdoB) participaram, na manhã deste sábado (20), de uma caminhada no Coroadinho. Muitos moradores e lideranças comunitárias fizeram questão de acompanhar o gestor municipal que mais ações fez na existência do bairro.

Em sua quinta caminhada “Todos com Edivaldo”, seguida da semana, Edivaldo estava feliz com o acolhimento recebido por parte da população. Fator que, segundo o candidato à reeleição, representa avaliação positiva, por parte da maioria da população, em relação aos avanços ocorridos durante os três anos e meio de sua gestão.

“Aqui no Coroadinho, fizemos um trabalho que nunca se viu antes, um pacote de conjunto de intervenções que tem causado impacto social. De mãos dadas com o polo Coroadinho! É com essa alegria e apoio que continuo seguindo em frente”, falou entusiasmado Edivaldo.

Ao caminhar pelas ruas que recebeu o maior programa de obras de mobilidade urbana de sua história – 280 ruas pavimentadas – o prefeito de São Luís admirava a gratidão estampada no olhar de cada morador. “Ninguém fez mais e nem vai fazer o que Edivaldo fez pelo Coroadinho. Vim aqui lhe dar um abraço e lhe dizer que o Coroadinho é todo 12”, disse o líder comunitário João Dutra.

Além da infraestrutura das principais vias do bairro, um conjunto de ações na área do Coroadinho e entorno vai beneficiar, direta e indiretamente, mais de 50 mil moradores. A série de obras em benefício da população inclui regularização de títulos de terras, construção de espaços de lazer com cinco praças, obras de drenagem profunda para evitar o alagamento da região, como o Canal do Rio das Bicas e a entrega de moradias.

A Prefeitura de São Luís, na gestão do prefeito Edivaldo, investe um montante de R$ 33 milhões em obras de infraestrutura na região, que compreende pavimentação com 30km de pavimentação asfáltica e ainda serviços na área de educação, assistência social, esporte e habitação, regularização de títulos de terras, construção de espaços de lazer (praças) e casas populares.

Suspeitas a serem esclarecidas envolvendo sobrinho de Sarney

hilux121

Divulgação

Jornal Pequeno – O Portalaz, de Teresina (PI), levantou suspeitas, ontem, sobre um acidente envolvendo uma caminhonete SW4 e um moto, no último dia 16 de julho, no litoral piauiense. Mais de um mês depois, o caso permanece cercado de mistério. Segundo o Portalaz, “há a suspeita de envolvimento até de um sobrinho do ex-presidente José Sarney, e as informações tanto da Polícia Civil como da Polícia Rodoviária Federal são totalmente desencontradas”.

Cinco pessoas ocupavam a SW4, placas PSO 8940, mas foram identificadas apenas a proprietária do veículo, Ellen Cristina Coqueiro Coutinho Pinheiro e Paulo Roberto Mendes Pinheiro, o condutor, que, assim como os demais passageiros, tiveram apenas suas iniciais fornecidas pela Polícia Rodoviária. Ellen seria sócia da Construtora Pinheiro Ltda, da cidade de Pinheiro (MA), terra natal de Sarney.

No acidente, na BR-402, altura do KM-83, trecho que liga Parnaíba à cidade cearense de Chaval, morreu Narciso dos Santos Viana, 46 anos (NSV, segundo a PRF), que pilotava a moto CG 150. Supõe-se que a família que viajava na caminhonete, procedente do Maranhão, iria para a praia de Barra Grande, no município de Cajueiro da Praia (PI).

Segundo o portal AZ, familiares de Narciso chegaram a revelar que advogados teriam aparecido no velório prontificando-se para ajudar no que a família necessitasse em relação às despesas com o sepultamento, desde, entretanto, que não fizessem registro policial da ocorrência. “Curiosamente, não se tem conhecimento do registro desse acidente em delegacia de Luís Correia”, informou o AZ.

Um parente do ex-presidente José Sarney estaria na SW4, mas essa informação não se confirmou, a não ser que ele seja um dos donos das iniciais fornecidas pela Polícia Rodoviária Federal”, noticiou o Portalaz.

Além de E.C.C.C.P, que vem a ser Ellen Cristina Coqueiro Coutinho Pinheiro, seria o motorista do carro, P.R.M.P, traduzido para Paulo Roberto Mendes Pinheiro. Os demais passageiros foram identificados apenas pelas iniciais de S.C.P, E.G.S e J.G.Z. Informou ainda o portal piauiense que o condutor da caminhonete e os passageiros se evadiram do local sem prestar socorro à vítima, mas logo foram identificados.

Uma viatura da Polícia Rodoviária Federal fez o levantamento do acidente e constatou que a Perícia Criminal foi até o local com o veículo do IML para fazer a remoção do corpo, mas lá também não faz alusão a nome dos passageiros.Narciso, que faleceu no acidente, era lavrador e morava com a família no povoado Baixa do Carpino, zona rural de Luís Correia.

Caminhada mostra popularidade de Edivaldo no bairro da Areinha

thumbnail_Caminhada de Edivaldo na Areinha (25)

Acostumado ao corpo-a-corpo eleitoral desde quando foi eleito vereador em 2004, o candidato à reeleição a Prefeitura de São Luís, Edivaldo Holanda Junior (PDT), participou na tarde desta sexta-feira (19) de mais uma caminhada. Desta vez a jornada política aconteceu no bairro da Areinha, onde reuniu uma multidão de moradores e militantes que foram ver e falar com Edivaldo.

“Gosto de olhar nos olhos das pessoas, saber como elas estão vivendo. Foi assim que me elegi vereador, deputado federal e prefeito, ouvindo a população. Sou grato pela confiança dos moradores da Areinha que acreditam que podemos transformar ainda mais a vida deles. Muito obrigado pelo carinho”, disse o candidato da coligação “Pra Seguir em Frente”, Edivaldo.

Sempre ao lado do vice na chapa, Júlio Pinheiro (PCdoB), o candidato à reeleição Edivaldo experimentou sua popularidade. Pelas ruas que a caminhada “Todos com Edivaldo” passava as pessoas saíam de suas casas para tirarem selfies dos celulares, abraçá-lo, beijá-lo, conversar e tirar dúvidassobre o seu projeto de reeleição e das melhorias que ainda podem ser feitas no bairro.

“Ele (Edivaldo) não se esconde do povo, sempre foi assim. Inclusive, vem aqui não apenas no período eleitoral. Acompanha as obras, escuta a população. Vim para abraçá-lo e desejar vitória nesta eleição, que tenho certeza vai acontecer no dia 2 de outubro”, enfatizou o moradora da Avenida 1, Bárbara Regina, 41 anos.

Na área da Areinha, o prefeito Edivaldo realiza um pacote de obras de obras de urbanização que contempla 27 ruas e avenidas, que incluem drenagem superficial, com construção de 5 quilômetros de calçadas, meios-fios e sarjetas. Mais de 90% dos serviços já foram concluídos.

A caminhada “Todos com Edivaldo” dacoligação “Pra Seguir em Frente” (PDT, PCdoB, DEM, PROS PTB, PSC, PRB, PTC, PEN, PR, PT e PSL) passará neste sábado (20) no bairro do Coroadinho, na Vila São João.

TRAJETÓRIA

thumbnail_Caminhada de Edivaldo na Areinha (155)

Em 2004, Edivaldo com apenas 26 anos se elegeu vereador e ganha notoriedade por ser o único parlamentar a defender a não aplicação da taxa de lixo em São Luís. Em 2008 se reelege e, no ano de 2010, se candidata e vence as eleições como

sendo o deputado federal mais votado na capital com mais de 70 mil votos, dos 104.015 computados nas urnas.

No ano de 2012, lançou-se candidato a prefeitura de São Luís obtendo êxito. Edivaldo é eleito com um total de 280.809 votos no segundo turno, vencendo o ex-prefeito João Castelo, tornando-se assim o mais jovem político a ocupar o cargo. E nestas eleições de 2016, com 38 anos de idade, mais experiente tenta a reeleição.

Sindicato da Construção Civil quer anulação de eleição da FETICEMA

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil, Cimento, Cal, Gêsso, Construção Pesada, Mobiliário, Artefato de Cimento de Codó, Aldeias Altas, Afonso Cunha, São João do Sóter, Santo Antonio dos Lopes, Timbiras e Timon – STICCCCG, capitaneado pelo seu presidente, Sr. Sebastião de Oliveira Sousa, luta perante a Justiça do Trabalho a anulação da eleição da Federação dos Trabalhadores da Construção Civil do Estado do Maranhão.

O pleito eleitoral ocorreu no dia 26 de junho e teve como resultado a reeleição da Chapa 01, que já se encontrava comandando a Federação Sindical.

Os principais pontos levantados pelo advogado do STICCCCG, Dr. Tiago Moreira Gonçalves, estão fundamentados no próprio estatuto da Federação e buscam combater supostas ilegalidades dos votos dos representantes das cidades de Caxias, Alto Alegre, além de arguir a ausência de publicação das chapas concorrentes e do modelo de cédula a ser utilizado na votação, requisito regimental de validade da eleição

Após audiência realizada no ultimo dia 18 de agosto na Vara do Trabalho de Caxias, a pauta foi remarcada para o dia 12 de setembro, quando ocorrerá o julgamento do caso.

Além da ação proposta na Comarca de Caxias, há outra demanda pedindo a anulação da eleição. Esta, porém, tramita na Comarca de São Luís.

Página 1 de 41012345...102030...Última »