Fechar
Buscar no Site

“Escravidão e leis no Brasil”: Ibsen Noronha lança livro na UNDB

O Prof. Ibsen Noronha – da Universidade de Coimbra – está em São Luís ministrando curso sobre a História do Direito Luso-Brasileiro, na UNDB (Renascença II).

A convite da Livraria Resistência Cultural Editora, o pesquisador irá lancar, nesta sexta-feira, 31 de agosto, seu livro “Escravidão e leis no Brasil“, editado pela Resistência, também na UNDB.

ESCRAVIDÃO E LEIS NO BRASIL – UM LIVRO CENSURADO PELA REPÚBLICA.
A 3ª EDIÇÃO – REVISTA, AMPLIADA, ATUALIZADA E ILUSTRADA – DO LIVRO QUE TANTA DOR DE CABEÇA CAUSOU AOS DEFENSORES DAS COTAS RACIAIS TRAZ PREFÁCIO DE S. A. I. R. DOM BERTRAND DE ORLEANS E BRAGANÇA E TEXTO DAS ORELHAS DO MINISTRO CARLOS FERNANDO MATHIAS DE SOUZA.

  Ibsen Noronha

Jurista Ibsen Noronha também boicotado por ser contra cotas raciais

Mestre em Direito pela Universidade de Coimbra em Ciências Jurídico-Históricas (2004), com a dissertação: Aspectos do Direito no Brasil Quinhentista – Consonâncias do Espiritual e do Temporal. A tese foi galardoada com o prêmio Doutor Guilherme Braga da Cruz, instituído pela
Fundação António de Almeida.

Foi regente da cadeira de História do Direito Brasileiro na Faculdade de Direito da Universidade de Brasília – UnB – nos anos de 2009 e 2010. Foi regente da disciplina Introdução ao Direito na UDF – Centro Universitário do Distrito Federal – entre 2005 e 2008; assumiu a regência da disciplina de História da Filosofia do Direito – entre 2008 e 2010.

Serviu no Senado da República Federativa do Brasil (Brasília) junto à UNILEGIS (Universidade do Legislativo Brasileiro) como assessor do Vice-Reitor Ministro Carlos Fernando Mathias de Souza, de Agosto de 2010 a Janeiro de 2011.

Atualmente é Doutorando e Assistente na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra  na secção de Ciências Jurídico-Históricas, nas cadeiras de História do Direito Português e Direito Romano.

Regente na Licenciatura em Administração Público Privada, da cadeira de História da Administração Pública (desde o ano lectivo de 2012-13). Também é regente da recém-criada cadeira de História do Direito Luso-Brasileiro (2016-17).

 

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens