Fechar
Buscar no Site

APOIADO POR BOLSONARO, MÉDICO LANÇA CANDIDATURA A DEPUTADO FEDERAL

Allan Garcês, que tinha o nome pleiteado a uma das vagas no Senado, pela União da Direita Maranhense-UDM, será oficialmente candidato a Deputado Federal pelo PSL, do presidenciável Jair Bolsonaro. A Convenção acontece neste sábado, 4 de agosto, a partir das 13 horas, no Espaço Renascença (São Luís-MA).

O médico, ex-líder do movimento VemPraRua, recebeu convite da cúpula nacional do PSL, representada na pessoa do próprio presidente Gustavo Berbiano e seu vice-presidente, Julian Lemos, para ser candidato a Deputado Federal. Allan Garcês prontamente aceitou o convite como uma missão que lhe foi dada e que será cumprida.

Garcês, que se define como conservador de direita, é, também, professor da UFMA, e torna-se o principal candidato a Deputado Federal apoiado por Jair Bolsonaro no Maranhão.

Na convenção deste sábado, dia 04 de agosto, Allan Garcês terá seu nome homologado para concorrer nestas eleições.

Sua trajetória política em defesa da saúde pública se iniciou em 2011. Mas, foi sua incansável luta contra a corrupção –  marcada pelas intensas manifestações quando liderava o movimento VemPraRua no estado, que levou mais de 5 mil pessoas pedindo o impeachment da ex-presidente Dilma, na Av. Litorânea –  que o projetou no meio político.

Outros fatos polêmicos também marcaram seu percurso na política, como quando organizou a exposição do boneco Pixuleco, que fazia alusão ao ex-presidente Lula, na praça Maria Aragão, ainda na época do impeachment.

Allan Garcês  e o grupo VemPraRua foram agredidos por manifestantes que usavam camisas da CUT, MST, PT e PCdoB. Devido a esta sua forte oposição às ideologias de Esquerda, ganhou notoriedade como o primeiro líder da Direita maranhense a apoiar Bolsonaro publicamente, o que despertou algumas retaliações, sendo demitido dos seus empregos públicos. Por tudo isso, o Dr. Allan ganhou a atenção de Bolsonaro, tornando-se amigo e seu forte apoiador.

 

 

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens