Fechar
Buscar no Site

“A SEITA”: reflexões de Igor Lago

O médico Igor Matos Lago, filho do ex-prefeito de São Luís Jackson Lago, de pranteada memória, publicou em suas redes sociais as seguintes reflexões sobre o cenário político nacional:

A SEITA

Quando Leonel de Moura Brizola retornou do exílio em 1979, timidamente, lá por São Borja, Rio Grande do Sul, ainda não tinha ideia do que enfrentaria para reestabelecer-se na política. Forjado nas lutas que levaram ao golpe militar e lhe causaram o exílio de 15 anos, o país tinha se transformado e, ele próprio, era visto à direita e à esquerda como o “patinho feio” da história.

Nas lidas estudantis percebia-se nitidamente a ojeriza que o seu nome causava, ainda mais no longínquo Maranhão, terra do atraso e de longeva dominância de grupos políticos apegados ao fisiologismo.

Dominava o cenário progressista nacional o MDB, que se transformaria em PMDB, e o PT, uma frente de várias origens políticas com predomínio dos sindicalistas e das comunidades eclesiais de base, a igreja popular.

Brizola era visto mais como um político convencional vindo do exílio e rejeitado por uma boa parcela impregnada de preconceitos vários que a ditadura e as várias esquerdas e direitas souberam lhe dedicar.

Perdeu a sigla PTB, partido com que sonhava recomeçar as lutas trabalhistas do passado misturadas às ideias do socialismo democrático, numa manobra judiciária promovida pelos influentes da época.

Criou o PDT e elegeu-se governador do Rio de Janeiro em 1982 apesar de toda a fraude. O PMDB elegeu vários, dentre eles, Franco Montoro e Tancredo Neves. Foram os três governadores líderes da época, verdadeiros gigantes da política.

Brizola tentou a presidência em 1989 e ficou em terceiro lugar, perdendo a oportunidade de disputar a eleição com Collor, no segundo turno, para o Lula.
Reelegeu-se governador do Rio de Janeiro em 1990 sem apoio do PT, como sempre, e tentou, já sem força política e eleitoral, a presidência em 1994. Foi um digno representante da esquerda ou centro-esquerda brasileira.

Perdeu espaço para o PT apoiado pelos sindicatos, igrejas populares e boa parte da mídia. Como disse recentemente um intelectual de direita, o mal nosso é que o PT está em toda a parte…

Quando vejo tudo o que aconteceu depois de o PT chegar ao poder em 2003, a desconstrução nacional, os escândalos maiores que nunca, o aparelhamento das instituições, a má gestão e a ideia de se manter no poder a todo custo, penso no velho Briza que, ao igual que Getúlio Vargas e João Goulart, independentemente de se gostar de mais ou de menos de cada um, jamais tiveram a dignidade pessoal atingida.

Lula e os seus desmoralizaram as esquerdas brasileiras que se negam a reconhecer a realidade dos fatos apesar de tudo.

O “sapo barbudo” transformou o PT e os seus em seita…
É a única justificativa para tamanha impostura! ”

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Uma resposta para ““A SEITA”: reflexões de Igor Lago”

  1. Caliban disse:

    Do MAM de SP:
    o Defecar Artístico Minas Gerais à fora: A Caravana do Lula está chegando! [e seus satélites: PCdoB, PSOL, CUT etc.).
    7:00 berrar: 1ªmente “Fora Temer”
    7:15 a Cagona-da-Paulista, a Mulher-Fezes, Priscila Toscano [irá cagar em performance]. Amiga de Haddad o porralouca-de-SP. Cagará em Minas, mineiros! Será uma performance artística. (Pesquisar no GOOGLE).
    7:30 Café com pão & mortadela
    8:30 Berrar «Lula, guerreiro do povo brasileiro»
    8:45 Oficina c/ Boulos: como queimar pneus, em 13 lições
    9:00 Show caviar Tico Santa Cruz [show anti-elite]
    9:30 Queimarpneu na rua
    11:30 Atos de vandalismo
    11:45 Inalar gás lacrimogêneo
    12:30 Marmitex
    13:30 Oficina USP: “política macroeconómica pra América Latrina” (dilmanta-Pasadena, a «Baranga-de-BH»): Maletta!
    14:30 Correr pra todo lado da PM, quebrando tudo à frente
    15:30 Show brega: Anitta
    16:30 Mesa redonda: convidado UFMG: “Rui Falsão”
    17:00 benzer placas barangas “Fora Temer”
    17:30 Gritar: “Fora elite branca”
    18:00 Arruaça e apanhar da PM
    18:15 berrar “Moro é do PSDB”, fora PLJ!
    18:30 Palestra com Gaytano Meloso: desmunhecar eternamente.
    19:00 pausa para descanso
    19:30 palestra da USP: «Como boicotar o UBER» [com o advogado petista JEC].
    20:00 apanhar da PM na rua.
    20:30 comício Chico-Bruaca-Rachada, o velhaco da Barra.
    21:00 Berrar: “Defecar artístico Minas Gerais a fora: a Caravana do Lula chegou”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens