Fechar
Buscar no Site

85 ANOS DA OAB MARANHÃO SÃO CELEBRADOS COM HOMENAGENS

Em uma noite memorável, marcada principalmente pela emoção, a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão (OAB/MA), homenageou a advocacia maranhense.

Os dez profissionais com inscrições mais antigas na Seccional Maranhense foram agraciados com uma placa comemorativa em alusão aos serviços prestados à sociedade ao defenderem as garantias e os direitos fundamentais de todos os cidadãos do Estado. Na presença de convidados e do Conselho Seccional da OAB-MA, a instituição celebrou seu octogésimo quinto aniversário.

A solenidade, que contou também com a presença dos membros da atual diretoria, Conselheiros Estaduais e Federais e presidentes de diversas Comissões, prestou também homenagem aos integrantes vitalícios do Conselho Seccional.

Realizada no Hotel Luzeiros, a celebração foi organizada para um público de mais de seiscentas pessoas que assistiram à exibição de um vídeo institucional que fez um resgate histórico da OAB/MA, por meio de fotos antigas que reavivaram no público presente, momentos épicos, desta que hoje se evidencia a cada dia, como a Casa de Todos.

Ao longo desses 85 anos de atividade, como sua própria história demonstra, a OAB/MA não mediu esforços na defesa das questões mais importantes para as quais foi acionada, sobretudo, nas causas inerentes à defesa dos advogados e da sociedade o que a tem credenciado como a mais atuante e respeitada entidade da sociedade civil. Tudo isso, por conta do abnegado trabalho de advogados como estes, a quem hoje prestamos esta justa e singela homenagem”, disse o presidente da OAB Maranhão, Thiago Diaz.

Foram homenageados os advogados: Valeriano Américo de Oliveira (OAB/163 – P de 1954), José Maria Cabral Marques (OAB/238 de 1953), José Pereira Gomes (OAB/250 de 1954), Elimar Figueiredo de Almeida Silva (OAB/285 de 1954), Reginaldo Carvalho Telles de Sousa (OAB/292 de 1957), Kleber Moreira (OAB/296 de 1957), Ulysses Nunes Moreira (OAB/316 de 1958), Mário de Aguiar Pires Leal (OAB/331 de 1959), Antônio Austregésilo Moreira Fonseca (OAB/332 de 1959) e Sálvio Jesus de Castro e Costa (OAB/360 de 1960).

Nós temos muitos motivos para comemorar. A Ordem ela transcendeu ao seu papel de organização corporativa, da defesa dos interesses meramente profissionais, para por força pelo retorno ao Estado Democrático de Direito. Nós temos que reverenciar essas pessoas que fazem parte da nossa história, se não fora elas, não estaríamos aqui para festejar, fazer essa festa tão bonita, a festa da cidadania maranhense, porque a OAB é uma defensora intransigente das causas da cidadania maranhense”, destacou Diretor Geral da Escola Superior de Advocacia, João Batista Ericeira.

Dentre os homenageados estavam José Carlos Sousa e Silva, integrante vitalício do Conselho Seccional da OAB e presidente da instituição no período de 1981 a 1983. Ele, bastante emocionado, disse que “se sentia muito feliz pelo reconhecimento naquele momento tão marcante de celebração dos 85 anos da Ordem.” Outra homenageada foi Maria do Socorro Noleto, a mais antiga funcionária da Seccional Maranhão com 32 anos de colaboração e parceria com a instituição.

I Congresso Estadual de Direito Penal, Política Criminal e Segurança Pública

Outro ponto marcante da solenidade de celebração dos 85 anos da OAB Maranhão ficou por conta da abertura do I Congresso Estadual de Direito Penal, Política Criminal e Segurança Pública com o tema: “Política Criminal e Segurança Pública em Debate: das ideias à concretização”.

Organizado pelas Comissões de Política Criminal e Penitenciária; e de Segurança Pública o evento teve como palestras de abertura “Aspectos Jurídicos da Execução Penal no Contexto atual” ministrada pelo Desembargador do TJMA, Froz Sobrinho, seguida pela palestra “Criminal Profile” proferida pela psicóloga Aline Lobato, Dra. em Psicologia Investigativa pela Universidade de Liverpool/ ING, Aline Lobato.

O evento prossegue ao longo de todo o dia 05, no Hotel Luzeiros, com outras temáticas ligadas à segurança pública e também política carcerária.

O conteúdo deste blog é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

mais / Postagens